Defesa & Geopolítica

Prioridade de investimento em indústria nacional e laboratório de pesquisa

Posted by

Promef: Transpetro recebe propostas para construção de oito navios

25/mar/2011
A Transpetro recebeu, nesta sexta-feira (25/3), as propostas técnicas e comerciais relativas à licitação de oito navios de transporte de produtos derivados de petróleo do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef). Apresentaram propostas o Estaleiro Ilha S.A. (Eisa) e o Estaleiro Mauá, ambos no Rio de Janeiro.
A Comissão de Licitação analisará inicialmente as propostas técnicas, de acordo com as exigências do edital. Posteriormente, serão abertas as propostas comerciais. Os resultados serão anunciados em data a ser definida.
Ao término desta licitação, encerra-se também o processo de contratação dos 49 navios das duas primeiras fases do Promef, que fez renascer a indústria naval brasileira em bases mundialmente competitivas. Com o programa, a expectativa é de que a frota da Transpetro chegue a mais de 110 navios em 2014. Hoje, o Brasil já possui a quarta maior carteira de encomenda de navios petroleiros do mundo.
Até agora, o Promef encomendou 41 navios, com investimento de R$ 9.6 bilhões junto aos estaleiros Atlântico Sul (EAS), Promar, Mauá, Eisa e Superpesa. Em 2010, foram lançados ao mar três navios do programa: o suezmax João Cândido, pelo EAS, e os navios de produtos Celso Furtado e Sérgio Buarque de Holanda, pelo estaleiro Mauá.
O programa de construção naval da Transpetro, um dos principais projetos estruturantes do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), já gerou mais de 15 mil empregos diretos. Ao longo do Promef serão criados 40 mil empregos diretos e 160 mil indiretos.

Petrobras e UFPR inauguram laboratório

25/mar/2011
A Petrobras e a Universidade Federal do Paraná (UFPR) inauguraram na última quinta-feira (24/03) o Laboratório de Análise de Minerais e Rochas (LAMIR), no Campus Universitário Centro Politécnico, em Curitiba. Com 1 milhão de reais em investimento, o projeto inclui implantação de infraestrutura laboratorial e o desenvolvimento de métodos complementares de caracterização de rochas.
Entre as atividades do laboratório está o desenvolvimento de pesquisa para estudo e caracterização de rochas carbonáticas não convencionais, com a integração de uma série de técnicas analíticas, permitindo a aplicação de novas tecnologias à exploração de minerais e rochas em geral.
Segundo o gestor da Rede de Estudos Geotectônicos da Petrobras, Gilmar Vital Bueno, as parcerias que a Petrobras mantém com as universidades estão alinhadas com a política da empresa de fomentar o potencial científico e tecnológico na sociedade em que atua. “Aqui na UFPR temos a certeza da qualificação profissional e o potencial criativo que a instituição tem a oferecer para a Petrobras em benefício dos projetos científicos”.
O gestor ainda ressaltou a importância das universidades em formar mão de obra especializada para suprir gargalos operacionais e tecnológicos no ramo da pesquisa e desenvolvimento. “Com o crescimento da Petrobras, nossa expectativa é aumentar cada vez mais investimentos na área da ciência e tecnologia”.
Para o vice-reitor da Universidade Federal do Paraná, Rogério Molinari, a conjuntura brasileira vive um momento de grandes desafios. “Com a questão do pré-sal, da biologia molecular e outros grandes projetos, as universidades deverão se aproximar cada vez mais das indústrias e da sociedade para alcançar altos níveis de produtividade”.
O projeto do laboratório é uma parceria entre Petrobras, UFPR, Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e Fundação Universidade Federal do Paraná (Funpar).
No período 2006 a 2011, os contratos entre a Petrobras e as instituições de Ciência e Tecnologia (C&T) do Estado do Paraná totalizaram R$56,7 milhões. Destes, 36% voltados para implantação de infraestrutura laboratorial e 64% em projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). Nesse mesmo período, foram investidos cerca de R$ 19 milhões em 21 convênios contratados com a UFPR, entre projetos de infra-estrutura e (P&D).

Fonte: Fatos e Dados

15 Comments

shared on wplocker.com