Categories
Inteligência Rússia Tecnologia

Físicos da Universidade Estadual de Moscou conseguem fazer PC processar em 15 minutos o que supercomputador leva 3 dias

Redação do Site Inovação Tecnológica –  07/07/2016

010150160707-pc-bate-supercomputador
O supercomputador usado pela equipe foi substituído por um PC comum com uma GPU comprada no comércio.[Imagem: Vladimir Kukulin]

Super-PC

Um grupo de físicos da Universidade Estadual de Moscou, na Rússia, descobriu como usar um computador pessoal comum, como o que você tem em casa, para resolver algumas das mais complexas equações da mecânica quântica, que até agora só eram resolvidas em supercomputadores.

E não se trata de uma mera substituição: de acordo com Vladimir Pomerantcev e seus colegas, o PC faz o trabalho muito mais rápido, resolvendo em 15 minutos o que um dos maiores computadores do mundo, instalado na Universidade de Julich, na Alemanha, tem levado de 2 a 3 dias para calcular.

As equações, formuladas na década de 60 pelo matemático Ludwig Faddeev, descrevem a dispersão de partículas quânticas, isto é, representa um análogo na mecânica quântica da teoria newtoniana dos sistemas de três corpos – usado para calcular a interação entre Sol, Lua e Terra, por exemplo. Com as equações de Faddeev abriu-se um campo totalmente novo da mecânica quântica, hoje conhecido como “física de sistemas de poucos corpos”.

No entanto, devido à incrível complexidade dos cálculos no caso de interações entre partículas realísticas, o sistema ficou fora do alcance dos físicos por um longo período, até que os supercomputadores apareceram.

Quem precisa de supercomputador?

Agora, a equipe descobriu que basta um computador de mesa comum equipado com uma placa gráfica (GPU: Graphics Processing Unit) que custa por volta de R$1.000 para resolver todas as simulações quânticas realísticas de poucos corpos em poucos minutos.

Ocorre que a principal dificuldade para resolver as equações de Faddeev é a integração do espalhamento das múltiplas partículas quânticas, o que gera uma enorme tabela bidimensional, com dezenas ou centenas de milhares de linhas e colunas, com cada elemento da matriz sendo o resultado de cálculos para lá de complexos.

O que Pomerantcev percebeu é que essa tabela enorme pode ser encarada como uma tela com dezenas de bilhões de píxeis. Dessa forma, com uma boa GPU, pode-se calculá-la de forma muito rápida e otimizada.

O que nem a equipe esperava é que o desempenho fosse tão grande.

PC faz em 15 minutos o que supercomputador leva 3 diasO primeiro simulador quântico prático, apresentado há poucos dias, mostra a viabilidade de simular também a “física de muitos corpos”. [Imagem: IQOQI/Harald Ritsch]

“Chegamos a uma velocidade que sequer sonhávamos,” disse o professor Vladimir Kukulin, coordenador do trabalho. “O programa calcula 260 milhões de integrais duplas complexas em um computador desktop em apenas três segundos. Sem comparação com os supercomputadores!”

A simulação completa, que atualmente usa de dois a três dias do supercomputador, é solucionada em 15 minutos no PC.

Curso para todos

O mais surpreendente é que os processadores gráficos com a capacidade adequada, bem como uma enorme quantidade de software disponibilizada para eles pelos próprios fabricantes das GPUs, como a NVidia, existem há quase dez anos – mas ninguém havia tido a ideia de usá-los para resolver as simulações quânticas.

“Este trabalho, em nossa opinião, abre rotas completamente novas para analisar reações químicas nucleares e de ressonância,” disse Kukulin. “Ele também pode ser muito útil para resolver um grande número de tarefas de computação em física de plasma, eletrodinâmica, geofísica, medicina e muitas outras áreas da ciência.”

A equipe está agora organizando um curso para mostrar a outros pesquisadores interessados de todo o mundo como usar seus PCs para substituir seus supercomputadores nesses cálculos.

Bibliografia:

Fast GPU-based calculations in few-body quantum scattering
V. N. Pomerantsev, V. I. Kukulin, O. A. Rubtsov, S.K. Sakhiev
Computer Physics Communications
Vol.: 204, July 2016, Pages 121-131
DOI: 10.1016/j.cpc.2016.03.018

Categories
Aviação China Defesa Sistemas de Armas Tecnologia

PLAAF começa a receber oficialmente os seus cargueiros Y-20

y 20E.M.Pinto

Veja  Também:

Confirmada a entrega da primeira aeronave ele primeira aeronave de transporte pesado à PLAAF, o cargueiro militar Y-20 número serial 11051 desenvolvido pela Xi’an Aircraft Industrial Corporation foi entregue em uma cerimônia nesta segunda, as imagens já haviam sido apresentadas aqui  no Plano Brasil na Defesa em arte: Cerimonial de entrega da Aeronave Y-20.

Segundo informações disponibilizadas pelo PLA, o cargueiro será locado no Regimento 12 da 4ª Divisão de Transportes em Qionglai, Chengdu.

Defesa em arte: Cerimonial de entrega da Aeronave Y-20 – Plano Brasil

Defesa em arte: Cerimonial de entrega da Aeronave Y-20 – Plano Brasil

Segundo especialista, Y-20 pode entrar em serviço já … – Plano Brasil

E você viu primeiro aqui, no Plano Brasil.. Y20 o Super Cargueiro …

china testa o novo y-20 – Plano Brasil

Y 20 estabelece novo record de voos – Plano Brasil

Y 20 equipado com Motores mais potentes – Plano Brasil

Decola o segundo protótipo do cargueiro Y-20 – Plano Brasil

Encarada do chinês Y-20 e do estadunidense C-17 … – Plano BrasilEnquanto isso no outro BRICS… Y 20 prossegue testes … – Plano Brasil

Novas imagens do segundo voo do Y 20 – Plano Brasil

Avião de transporte chinês Xian Y20 — Plano Brasil

Confirmado: China testa o motor que equipará o cargueiro Y-20

Vídeo: Cargueiro militar estratégico pesado da chinesa AVIC: Y-20Cargueiro Chinês Y-20 em Zhuhai para a China … – Plano Brasil

Cooperação Rússia/China: Que área é a mais … – Plano Brasil

Retrospectiva 2013 o avanço da indústria aeroespacial … – Plano Brasil

China está trabalhando no desenvolvimento de um cargueiro militar pesado

 

Categories
China Defesa Defesa Anti Aérea Mísseis Sistemas de Armas Traduções-Plano Brasil

China desenvolve sistema de defesa aérea móvel SWS2 “Assassino de Drones”

chinas-drone-killer

Por Christopher F Foss, Londres –  IHS Jane, 06 de julho de 2016

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

A China North Industries Corporation (NORINCO) divulgou detalhes de seu mais recente sistema de defesa aérea auto propulsada que atende pela sigla SWS2 (SPAAG / SAM), sistema este que é oferecido para exportação.

A arma baseia-se em uma plataforma blindada VN1 8 × 8, que também é usada para outras funções. O casco e a torre são blindados em aço soldado e proporcionam proteção contra pequenas armas de fogo.

O sistema SWS2 completo possui 23 toneladas e é operado por uma tripulação de três integrantes consistindo de comandante, artilheiro e motorista.

Montada no meio da plataforma encontra-se uma torre de controle remoto armada com um canhão de 35 mm e um pod de quatro mísseis SAM (Surface air Missile). A torreta pode girar 360 ° e propicia a elevação da arma de -2 ° a 85 °, enquanto o pod de mísseis possui elevação  de -5 ° a 70 °. A princípio não há estojo para recarregas dos  SAM e modo que o SWS2 terá que depender de veículos de reabastecimento para reposição de mísseis.

O  canhão 35 mm possui um alcance máximo de 4.000 m e uma altura máxima efetiva de 3.000 m com 400 cartuchos de munição.

A NORINCO está atualmente comercializando uma família completa de munições 35 mm, incluindo munições do tipo high-explosive incendiary (HEI), high-explosive incendiary-tracer (HEI-T), and semi-armour piercing HEI-T (SAPHEI-T), todas munições de auto-destruição com velocidade de 1.175 m / s. Além disso, ele pode disparar as mais recentes munições  pré- programada de fragmentação (PTFP), com velocidade de 1.050 m / s.

Esta contém mais de 100 submunições de tungstênio e é otimizada para atingir alvos menores, como veículos aéreos não tripulados e é equivalente à Rheinmetall Air Defence 35 mm AHEAD. Esta munição de 35 mm também pode ser acionada pelo arma chinesa PG99 35 mm anti-aérea (AAG), montada sobre caminhão CS / SA1 duplo AAG 35 mm e a Rheinmetall Air Defence 35 mm série KD duplo rebocado de 35 mm AAG.

Fonte: Janes

Categories
Artigos Exclusivos do Plano Brasil Defesa Defesa Anti Aérea Geopolitica Mísseis Negócios e serviços

Rússia assinou mais um novo contrato com a Argélia para fornecer 14 novos caças Su-30MKA

Su 30 MKA
Informações: Rustam

Tradução e adaptação: E.M.PintoSU 30MKA

Em 2006 a Argélia decidiu comprar do seu parceiro russo o caça Su-30MKA em 2006 o que culminou na aquisição de 28 aeronaves por um valor de $ 1,5 bilhões. Passados cinco anos, a Argélia traduziu uma opção de contrato firme as intenções de mais 16 caças num montante total de aproximadamente US $ 900 milhões.

O novo contrato é avaliado em US$ 800 milhões.

Atualmente a Força Aérea Argelina  possui cerca de 44 caças Su-30MKA e com este novo contrato os caças de origem russa se elevam para um total de 58 aeronaves.

Su 30MKA3
Na imagem uma aeronave em produção nas instalações da fábrica de Irkutsk . Aeronaves como esta  serão transferidas para o cliente em 2016-2017.

Apesar do aparente grande número de caças, muitos especialistas acreditam que para defender-se de novas ameaças, a Força Aérea Argelina deveria possuir no mínimo três regimentos (um total de 72 aeronaves).

Este fato é de fundamental importância, especialmente quando se considera a desintegração real de Líbia o que tem resultado em numerosos ataques de militantes e a intensificação das ações de grupos terroristas

Categories
Aviação Defesa Destaques Rússia Sistemas de Armas Tecnologia

Projeto Tupolev Tu-160M2 – O novo “Cisne Branco”

Novo bombardeiro estratégico supersônico tem como base o chassi do atual Tu-160. Este projeto poderá ser um dos programas mais caros do Ministério da Defesa russa na década de 2020.

Devido à prorrogação do prazo de criação do Complexo Perspectivo de Aviação de Longo Alcance (bombardeiro estratégico da nova geração PAK DA), o Ministério da Defesa da Rússia anunciou estar decidido a construir no médio prazo um substituto para o bombardeiro soviético Tu-160.

O projeto poderá ser um dos programas mais caros do Ministério da Defesa da década de 2020, segundo fonte do complexo militar industrial que não quis ser identificada. Segundo ela, seu custo poderá se equiparar ao da construção dos novos submarinos nucleares Borei com mísseis de classe Bulava, que pode alcançar os 7 bilhões de dólares.

“Ainda não sabemos até que ponto o avião será modernizado. O Ministério pode renovar apenas equipamento eletrônico e de rádio ou criar novos motores, munições, sistemas de refrigeração e navegação. O preço do projeto Tu-160M2 irá variar dependendo desses aspetos”, disse a fonte.

O novo “Cisne”

Conhecido como “Cisne Branco”, o Tu-160, é o bombardeiro supersônico mais poderoso da história da aviação militar.

De acordo com o vice-diretor da Tupolev, Valéri Solozobov, o novo Tu-160M2 será um veículo completamente novo, embora o design do interior do novo “Cisne” deva ser mantido.

“O avião receberá equipamentos eletrônicos mais modernos e terá novos sistemas de guerra eletrônica e controle de fogo”, explica Solozobov.

Segundo ele, o avião receberá equipamentos para evitar sistemas de defesa antiaérea do inimigo potencial.

Solozobov diz ainda que todos os componentes do Tu-160M2 serão fabricados por empresas russas, e que, assim, as sanções não terão efeito sobre a produção das novas aeronaves.

O primeiro voo do novo bombardeiro será realizado em 2019, e sua produção em massa começará em 2023, de acordo com o comandante-chefe das Forças Aeroespaciais da Rússia, Víktor Bôndarev. Ele ainda acrescenta que o Ministério da Defesa planeja comprar, pelo menos, 50 aviões Tu-160M2.

Os armamentos do Tu-160M2

O “avião-porta-mísseis”, como já diz a própria nomenclatura, poderá levar mísseis nucleares e convencionais, entre eles os mísseis de cruzeiro de longo alcance da nova geração X-101 e X-555, como explica fonte do complexo militar industrial que não quis ser identificada.

Além disso, o avião terá capacidade para transportar mísseis de cruzeiro X-55SM, com coordenadas para eliminar alvos terrestres.

“O Tu-160M2 poderá ser equipado com qualquer tipo de bombas nucleares e convencionais: perfuradores de blindagem e de concreto, bombas de fragmentação, minas marítimas etc. O peso total de carga pode chegar a 40 toneladas”, diz.

A aeronave também terá possibilidade de atacar instalações inimigas fora da área de ataque dos sistemas de defesa antimísseis.

Outro detalhe divulgado é que o Tu-160M2 será um dos poucos aviões capazes de dar a volta à Terra com apenas dois reabastecimentos em voo.

Dados técnicos:

  • Tripulação: 4 pessoas
  • Comprimento: 54,1 m
  • Altura: 13.1 m
  • Envergadura: 35,6m / 55,7 m
  • Peso: 110.000 kg
  • Peso máximo de decolagem: 275.000 kg
  • Peso de combustível: 148.000 kg
  • Velocidade máxima:
  • 2200 km/h a uma altitude de 10 km;
  • 1030 km/h a uma altitude de até 3 km;
  • Alcance máximo sem reabastecimento: 18.950 km
  • Raio de combate: 6.000 km
  • Teto de voo: 22 km

NIKOLAI LITÔVKIN

Imagens: DlyaKota

Edição: Plano Brasil

Fonte: Gazeta Russa

Categories
América do Sul América Latina Aviação BINFA BINFAE Brasil Defesa Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA

FAB PÉ DE POEIRA: Infantaria da Aeronáutica forma 422 novos soldados.

i167414192285176 (1)

A Força Aérea Brasileira através de sua Infantaria formou 422 novos soldados na 1ª Turma do Curso de Formação de Soldados (CFS) 2016 em cinco organizações militares. As cerimônias alusivas ao compromisso à Bandeira Nacional ocorreram quinta-feira (30/06) em Natal (RN), Recife (PE), Campo Grande (MS), Florianópolis (SC) e Belém (PA). 

O curso de formação durou cerca de quatro meses e os novos soldados tiveram formação peculiar ao campo militar, como instrução tática de combate, atividades de campanha e segurança e defesa da OM, além de valores e normas.

Veja como foi a formatura em cada localidade:

Natal (RN) – Batalhão de Infantaria da Aeronáutica da Base Aérea de Natal – Batalhão Pitimbu.

Além de prestar o compromisso, os 105 novos soldados desfilaram em continência ao Pavilhão Nacional e o primeiro colocado da turma, Soldado João Paulo Medeiros Macena, recebeu das mãos do Comandante da BANT, Coronel Aviador Antonio Santoro, um certificado de destaque.

i167414183958103

“O que mais me marcou durante o curso foi a rotina pesada, mas que nos ensinou a ter disciplina e manter o foco. Chegar agora e ver que, apesar das dificuldades, das exigências principalmente na ordem unida, conseguimos realizar uma formatura bonita para os nossos familiares, me deixa muito alegre”, destacou o Soldado Macena.

Em discurso, o Comandante da BANT, Coronel Antonio Santoro, ressaltou a satisfação de ver uma turma de novos soldados bem formados e demonstrando vibração, comprometimento e disciplina durante a cerimônia de formatura. “Tendo sempre a disciplina e a hierarquia, pilares da vida militar, como norte, eles alcançarão o sucesso e desejou muitas felicidades durante a vida na caserna”, afirmou o Coronel.

O nome da Turma Bessa e o grito de guerra foram criados em homenagem ao recruta Ruan da Silva Bessa, que faleceu em um acidente de moto durante o curso de formação.

“Para uma tropa unida, quando um componente se desliga todos sentimos sua ausência, faz diferença. E é essa ausência que nossa turma sente quando entra em forma, como tropa. Por isso ficamos gratos e felizes de poder manter a lembrança dele nesse dia em que ele deveria estar se formando conosco”, ressaltou o Soldado Bezerra, formando da Turma Bessa.

Recife (PE) – BINFAE-RF – Batalhão Guararapes

No Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial de Recife (BINFAE-RF) foram formados 156 Soldados. A solenidade militar, presidida pelo Prefeito de Aeronáutica de Recife (PARF), Coronel Intendente Alexandre Aldir Soares Paes, contou com a presença do efetivo do Batalhão Guararapes além de autoridades civis e militares bem, além de familiares.

i1674141926178448

O juramento à bandeira significa um compromisso irrevogável de defender a Pátria com o sacrifício da própria vida. Não se esqueçam jamais deste compromisso que assumiram de morrer pela Pátria se preciso for, pois é ele que nos distingue de qualquer outra classe de brasileiro”, ressaltou o comandante do BINFAE-RF, Major João Francisco da Silva Junior.

Campo Grande (MS) – Batalhão de Infantaria da Base Aérea de Campo Grande (BINFA-34 )

Na Base Aérea de Campo Grande (BACG) 43 novos soldados realizaram o compromisso à Bandeira Nacional. A solenidade foi presidida pelo Comandante da BACG, Tenente-Coronel Aviador Daniel Cavalcanti de Mendonça, e contou com a presença de convidados e familiares dos formandos.

i167414061586303

Os senhores são homens de valor. Porque com coragem e determinação superaram todas as suas preocupações, suas maiores ansiedades e todos os medos”, ressaltou o Comandante da BACG, Tenente-Coronel Daniel.

O Soldado Marcos de Oliveira Celestino destacou-se como Soldado Padrão, por ter apresentado, durante o período de curso, uma excelente conduta militar e o Soldado Ramon Santos Ferreira foi o Primeiro Colocado da Turma Carcará, por ter obtido a maior média final do curso.

Florianópolis (SC) – Batalhão de Infantaria da Base Aérea de Florianópolis (BINFA-25)

A Base Aérea de Florianópolis (BAFL) formou 53 soldados. A solenidade foi realizada no pátio do Segundo Esquadrão do Sétimo Grupo de Aviação (2º/7º GAV) e presidida pelo Comandante da BAFL, Tenente-Coronel Antonio Ferreira de Lima Júnior. O Soldado Marcos Rodrigo Silveira Filho foi o primeiro colocado da turma e o Soldado Leonardo da Silva Dapont foi eleito Soldado Padrão.

i1674140616149931

Em seu discurso, o Comandante da BAFL enfatizou a importância do ato de servir à Pátria, por meio do serviço militar, como ato de civilidade e patriotismo. “Também destaco os preceitos de coragem, lealdade e honra além da adoção de atitudes corretas em todos os momentos, no quartel e na vida civil”, complementou.

Belém (PA) – BINFAE-BE Batalhão Marajó

A cerimônia militar de formatura dos novos 65 soldados em Belém foi presidida pelo Major-Brigadeiro do Ar Carlos Minelli de Sá, Comandante do Primeiro Comando Aéreo Regional (I COMAR) e Presidente da Comissão de Aeroportos da Região Amazônica (COMARA), e contou com a presença de Comandantes de Unidades da Guarnição de Aeronáutica de Belém e de convidados dos formandos.

i167410071854009

O Comandante do I COMAR entregou um prêmio ao Soldado Miguel Leal, que conquistou as duas maiores colocações no grupo: o primeiro lugar, por notas de avaliação, e a escolha como soldado padrão, eleito por colegas e instrutores.

Foi muito difícil. Agradeço à FAB por ter me escolhido e por ter me ensinado tanto. Quando vi que valia a pena, passei a me dedicar mais e estou aqui. Agora é continuar estudando para crescer na carreira. Hoje é só o início”, declarou.

Em seu discurso, o Comandante do I COMAR parabenizou os novos militares.

É difícil segurar a emoção ao vê-los com tanta vibração. Honrem seu juramento e sonhem mais alto. Aprendam, dediquem-se ao trabalho, aos estudos e façam sempre o seu melhor”, ressaltou.

O Comandante do Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial de Belém (BINFAE-BE), Tenente-Coronel de Infantaria Geovanine de Oliveira Barbosa, também deixou sua mensagem. “Todos estão orgulhosos ao vê-los aqui prontos para servir com amor ao Brasil e, em particular, à Amazônia. Não esqueçam o significado deste dia, para vocês e suas famílias, bem como todos os ensinamentos deste período de formação, que representam a chave para o crescimento pessoal e profissional”, acrescentou o Comandante do chamado “Batalhão Marajó”.

Abaixo um vídeo sobre os Soldados da Força Aérea Brasileira (FAB). Você vai acompanhar as várias etapas desse serviço militar: o ingresso, a progressão, as atividades desenvolvidas e as oportunidades para prepará-lo para o retorno ao mercado de trabalho.

[embedplusvideo height=”395″ width=”650″ editlink=”http://bit.ly/29BEO1j” standard=”http://www.youtube.com/v/WOsHg3OM3kc?fs=1&vq=hd720″ vars=”ytid=WOsHg3OM3kc&width=650&height=395&start=&stop=&rs=w&hd=1&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep8966″ /]

Fonte: FAB/ Edição Pé de Poeira

Categories
Defesa Defesa Anti Aérea Rússia Sistemas de Armas Tecnologia Vídeo

Vídeo: Sistema de defesa aérea Pantsir-S1 / Codinome OTAN: SA-22 Greyhound

 

O sistema é um desenvolvimento da SA-19 / SA-N-11 e representa a mais recente tecnologia de defesa aérea, utilizando radares phased-array, tanto para aquisição de alvos como para monitoramento.

 

https://www.youtube.com/watch?v=qH8_gqZuSe0