Categories
Uncategorized

Supertanker no Brasil

A Evergreen International Aviation obteve a homologação FAA para o seu “Supertanker”, uma versão de combate a incêndios florestais do jato Boeing B.747. O avião, capaz de voar a 900 Km/hora até a região do mundo ameaçada e transportar e lançar por viagem 20 mil galões de água e retardantes químicos, deverá ser oferecida pela empresa para uso no combate a incêndios em florestas nos EUA, na Europa Oriental, na Austrália e no Brasil.

Fonte: (Roberto Pereira- Aerobusiness)

Categories
Geopolítica Segurança Pública

Força de paz é destaque no noticiário internacional

Domingo, 19 de Abril de 2009.

Hoje é um importante dia para a história do Haiti e portanto este episódio ganhou destaque internacional. Repetidamente as emissoras destacavam o ato cívico das eleições que podem reestabelecer a democracia e a estabilidade política neste sofrido país do continente Americano.

Sentado a frente da televisão tenho acompanhado durante o dia as notícias pelas redes de televisão BBC, Al jazeera e CNN, emissoras estas  que fazem a cobertura jornalistica deste importante episódio para o povo Haitiano e para a democracia.

Todos os noticiarios,  são unanimes em destacar  o ambiente de pacificidade e segurança que rodeia  as eleições, sem o qual esta não seria possível.

Para meu orgulho e adimiração, em todas as  emissoras,  os reporteres não mediam elogios em confirmar o brilhante trabalho efetuado pela Força de paz  Brasileira no Haiti, bem como as demais forças que sobre o comando Brasileiro tentam reestabelecer e manter a ordem e a segurança  pública naquele país.

Durante o  dia repetidas vezes pude assistir a movimentações de reporteres, que guiados pelos comandos brasileiros e embarcados em seus veículos Piranha III, Land Rover  e Urutu, vagavam pelas ruas de Porto Príncipe cobrindo o evento.

Em muitas ocasiões os reporteres faziam questão de demonstrar o ambiente pacífico até mesmo em regiões antes dominadas por gangues e grupos paramilitares os quais, anos atráz confrontavam as mesmas forças de Paz da ONU que agora circulam nas ruas.

É com muita satisfação que nós do Plano Brasil dirigimos aos nossos militares destacados para a operação de Paz no Haiti bem como ao  Ministério da Defesa, para lhes dizer que sentimos orgulhosos de poder ver nossa Bandeira nos uniformes dos soldados que atuam dia e noite para a manutenção da paz e da garantia da democracia  para uma nação devastada pela guerra civil.

Em nome do Palno Brasil gostaríamos de parabenizar  ao soldado brasileiro  que nesta nobre missão, prova mais uma vez a sua capacidade e competência, defendendo a paz e a democracia  e garantindo esperança de dias mehores ao povo do Haiti.

Autor: E.M.Pinto

Fonte: Plano Brasil

Categories
Geopolítica Segurança Pública

Mon ami… Francêses podem ter espionado CLA

Agentes da Abin sugerem que o Centro de Lançamentos de Alcântara foi espionado por franceses


Boias de captação de dados sigilosos instaladas em locais suspeitos e comunidades de quilombolas com conhecimento técnico e específico sobre lançamento de foguetes espaciais. Num mercado que gira US$ 1 bilhão por ano e já foi expressão da corrida tecnológica na Guerra Fria entre Estados Unidos e Rússia, a sombra de espionagem é cada vez maior. Com esse roteiro na cabeça, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) garante ter coletado indícios de que a Base de Alcântara, no Maranhão, foi espionada por franceses.

No Centro de Lançamentos de Alcântara (CLA), há uma base militar e uma área reservada à Alcântara Cyclone Space, uma empresa binacional Brasil-Ucrânia, comandada pelo ex-ministro da Ciência e Tecnologia Roberto Amaral, filiado ao PSB. Próximo da costa, foram encontradas, em outubro do ano passado, as boias que carregavam equipamentos de telemetria capazes de captar e enviar dados à distância. Foi a terceira vez. Como a disputa entre os países é a cada centímetro pela capacidade de possuir tecnologia própria para colocar satélites em órbita, os arapongas concluíram, preliminarmente, que esses equipamentos estavam sendo monitorados “possivelmente por um grupo de franceses”, segundo fontes do setor que leram o documento da Abin.

As boias são de fabricação japonesa e espanhola. Elas transmitem dados via satélite e por ondas VHF e UHF. Uma das pessoas que teve acesso ao informe da Abin foi Roberto Amaral. Ele teve conhecimento dos dados da espionagem durante uma reunião no começo de março. Procurado pelo Correio, Amaral negou o encontro e a informação recebida. Como há toda uma trama internacional, o governo brasileiro trata o assunto com a máxima delicadeza. O documento da Abin não faz qualquer menção a governos, mas a grupos.

Os militares brasileiros vendem a Base de Alcântara como o local mais adequado para se lançar um foguete, por estar mais próxima da Linha do Equador, mais ainda do que a Guiana Francesa, onde está instalada a Agência Especial Europeia. Quanto mais próximo da linha que divide a Terra em duas metades, menos combustível o veículo gasta para chegar ao espaço por percorrer uma distância menor. O governo brasileiro estima que se possa economizar até 30% do valor de colocar um satélite em órbita quando a base estiver funcionando. No papel, então, há uma clara competição entre Alcântara e a Agência Espacial Europeia. Por isso, o cuidado extra do setor de inteligência e dos militares.

A sombra da espionagem ronda o CLA desde a explosão, em agosto de 2003, do terceiro protótipo do Veículo Lançador de Satélites (VLS), que matou 21 pessoas. Jamais se provou nada e o episódio ficou creditado a uma fatalidade. O fracasso com o VLS foi um baque para o governo, que patina nas tentativas de retomar o programa espacial. A Cyclone espera lançar seu primeiro foguete em julho do ano que vem. O problema é que esse cronograma já foi atrasado diversas vezes por uma disputa de terras com os quilombolas.

No fim do ano passado, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) reconheceu o direito dos quilombolas a 65% do território do município de Alcântara, de 115 mil hectares. A suspeita apurada pelos arapongas é a de que organizações não-governamentais (ONGs) que atuam na defesa dos direitos das comunidades negras venham recebendo nos últimos anos contribuições de entidades estrangeiras para emperrar propositadamente o programa espacial. Os serviços de inteligência do Exército e da Aeronáutica também investigam essa suposta sabotagem financeira.

“Sabotagem”
Funcionários do serviço espacial brasileiro relatam que alguns líderes das comunidades demonstram conhecimento sobre técnicas de lançamento de foguetes além do esperado para pessoas humildes. Servidores da Abin infiltrados na região estranharam o incomum conhecimento de algumas lideranças quilombolas sobre detalhes técnicos do programa espacial brasileiro. Os arapongas descobriram ainda que o líder de uma das comunidades da região vive na Praia do Calhau, o famoso ponto turístico de São Luís, distante 50km de Alcântara.

Em fevereiro de 2008, os quilombolas bloquearam as estradas de acesso à Base de Alcântara, expulsaram técnicos e apreenderam as máquinas e isso causou um prejuízo ao cronograma de lançamento do foguete brasileiro ucraniano, segundo o diretor-geral da Cyclone. Houve uma negociação com os quilombolas e Amaral. “Hoje, temos uma excelente relação com os quilombolas. Antes não considerávamos a importância deles. Eu tinha que ter tido competência para saber que o bom relacionamento com a comunidade ia pesar”, afirmou Amaral. A Cyclone espera lançar o primeiro foguete em julho de 2010.

Fonte: DefesaBrasil

Categories
Uncategorized

Primeiro hotel voador do mundo já tem voo inaugural marcado

Desde 2004, uma empresa trabalha na construção do Hotelicóptero”. O projeto, duplamente pioneiro, foi idealizado a partir da aeronave Soviética Mil-V-12 e pretende ser “o maior helicóptero do mundo” e “o primeiro hotel do mundo a voar”.

A experiência à bordo do “Hotelicóptero” está longe de ser a mesma de um simples hotel. A enorme máquina voadora tem áreas de entretenimento privado, serviço de quarto, SPA, jogos e até um jardim.


O hotel tem 18 quartos luxuosamente elaborados para proporcionar uma experiência de viagem única e memorável. Cada cômodo é equipado com uma cama de tamanho queen, lençois finos, um mini-bar, máquina de café, acesso à internet sem fio e todos os luxos que um hóspede esperaria de um hotel cinco estrelas.

Um detalhe: o serviço de quarto do “Hotelicóptero” funcionará uma hora depois da decolagem e antes do desembarque.

O voo inaugural do hotel voador está programado para o dia 26 de junho, por preço ainda não divulgado.

Fonte: IG

Categories
Geopolítica

A importância do Submarino Nuclear

Confira na seção OPINIÃO o artigo “A IMPORTÂNCIA DA CONSTRUÇÃO DO SUBMARINO DE PROPULSÃO NUCLEAR BRASILEIRO”, texto de autoria do Almirante-de-Esquadra Julio Soares de Moura Neto Comandante da Marinha do Brasil, o qual foi publicado no dia 8 de abril no site Defesanet.
A pós a leitura do artigo, convidamos aos nossos leitores à visitarem o artigo intitulado projeto KRAKEN o qual apresentamos um hipotético desenvolvimeento nacional de um submarino de propulsão nuclear.

Categories
Uncategorized

Plano Cruzeiro do Sul II

Nota do Editor

Por E.M.Pinto

Dando sequência a divulgação aos trabalhos dos nossos leitores, divulga na íntegra, o trabalho realizado por Ageu Rodrigues.

O artigo intitulado plano Cruzeiro do Sul II,   o artigo é de tiotal autoria e responsabildade de Ageu Rodigues.

Como editor do Plano Brasil gostaria de esclarecer que o artigo publicado é de autoria e responsabilidade do autor (Ageu Rodrigues) e que para não descaracterizar o trabalho ou introduzir tendencias pessoais o Blog Plano Brasil não optou por não interferir na edição do texto limitando-se apenas a participar an edição das imagens e diagramação.

Este artigo constitui-se na segunda parte do plano denominada  CRUZEIRO DO SUL II o qual apresenta uma proposição segundo o autor sobre o que seria um plano completo de reestruturação do Exército Brasileiro, em artigos futuros serão apresentados os projetos referentes as outras demais forças.

confira aqui os projetos de Autoria de Ageu Rodrigues

CRUZEIRO DO SUL I

CRUZEIRO DO SUL II

Ao senhor Ageu Rodrigues, o nosso muito obrigado e sucesso em suas aspirações.