Defesa & Geopolítica

Agusta Westland perto da certificação do seu helicóptero militar AW149

Posted by

Segundo a Agusta Westland, o AW149 foi concebido de acordo com os mais recentes  conceitos  tecnológicos  desenvolvidos para aeronaves de asas rotativas. Fotos Agusta Westland

Ivan Plavetz

A Agusta Westland espera obter até o final do ano a certificação da configuração básica do novo helicóptero militar AW149, atualmente em fase de desenvolvimento. O modelo é um helicóptero bimotor da classe de oito toneladas derivado da variante civil AW189, a qual deverá alcançar a aprovação da Agência Europeia de Segurança para a Aviação (EASA- European Aviation Safety Agency) nas próximas semanas.

Luca Medici, engenheiro-chefe de projeto para as duas versões, disse que reuniões já foram realizadas com o corpo de certificação militarda Armaereo com o propósito de facilitar a certificação do AW149. Medici confirmou que a elaboração da documentação para atingir esse objetivo esta progredindo bem.

O AW149 apresentado para a Armaereo corresponderá à configuração básica sem equipamentos de missão, de autodefesa ou proteção balística assinalou Medici. Com relação a esses itens, haverá outros processos de certificação de acordo com requisitos específicos, esclareceu o engenheiro.

Determinadas características adequadas para as operações militares estão presentes em ambas as variantes. Entre elas figura a inclusão de trens de pouso capazes de suportar impactos contra o solo de até 9,5 metros por segundo em comparação com os 2 metros por segundo normalmente suportado pelos trens de pouso dos helicópteros civis.

Segundo Luca Medici, quando a Agusta Westland iniciou o desenvolvimento dessa família de helicópteros, a empresa buscou conceber uma plataforma robusta para satisfazer as atuais e futuras exigências do mercado “offshore” e também oferecer uma solução análoga para o mercado militar.

O AW 149 ainda não foi encomendado por nenhum potencial usuário. A Força Aérea da Itália já considerou o modelo para satisfazer seus requisitos na área de Busca e Salvamento (SAR), entretanto, acabou optando pelo mais leve AW139M.

Medici acredita que o AW149 terá um futuro promissor e é visto como uma boa alternativa com relação ao Sikorsky UH-60 Black Hawk.

Fonte: Tecnologia & Defesa

 

Comments are closed.

shared on wplocker.com