Defesa & Geopolítica

Mais sobre Nortrhop Grumman e seu interesse no programa das novas Fragatas para a marinha do Brasil

Posted by

Foto, Poder Naval

Foto, Poder Naval

As notícias de que Northrop Grumman Ship Systems (NGSS) estaria expressando o seu interesse em oferecer à Marinha do Brasil, os poderosos Destroyers do projeto da Gibbs & Cox da classe DDG  Hobart  somam-se a outra proposta do fabricante para o reaparelhamento da Marinha do Brasil.

O grande conglomerado Norte Americano estaria avaliando com atenção os mais recentes programas de reequipamentos militares Brasileiros.

Segundo o blog Poder Naval oficiais da Marinha do Brasil  tiveram durante a LAAD 09, a oportunidade de conhecer uma outra proposta da Northrop Grumman para uma escolta na faixa de 5 a 6 mil toneladas. desta vez  o navio apresentado seria um modelo baseado no National Security Cutter em serviço na USCG.
A proposta da empresa Americana englobaria ainda a reforma do AMRJ, para a construção do navios em seções, que poderiam ser produzidas em diferentes estaleiros civis.

O estaleiro americano está particularmente preparado para auxiliar na reforma do Arsenal da Marinha, pois teve que reconstruir totalmente suas instalações destruídas pelo furacão Catrina.
A escolta oferecida poderia receber os sistemas escolhidos pela Marinha do Brasil, desde a propulsão, até os sistemas de armas, incluindo VLS.
Um representante da Northrop disse ao Poder Naval que não acha que chegou atrasada em relação aos concorrentes, já que a Marinha ainda está coletando informações para sua escolha final.

Ambos os acontecimentos ainda não podem ser considerados como uma proposta formalmente falando, dado que esta concorrência ainda não foi definida, entretanto, nos dão uma noção de mudanças na postura de Washington e das indústrias de defesa Norte Americanas que começam a mostrar um interesse maior no mercado de defesa Brasileiro, especialmente no interesse em participar dos principais programas militares das Forças Armadas Brasileiras.

A palavra “parceria” também vem ganhando mais destaque o que demonstra uma modificação na postura política, uma vez que os sistemas de armas de origem Americana necessitam de autorização do seu congresso para serem liberados.

Fonte: Poder Naval

2 Comments

  1. Roberto Carvalho says:

    Edilson,

    Segundo o CF LM informou ontem no chat naval, uma comissão da MB estará indo aos EUA em junho para receber a proposta estadunidense.

    Segundo o comandante, a NGSS irá oferecer os destroyeres de 8.100t, fragatas de 6.000t (que segundo o CF lembram as KDX II) além de LPD San Antonio e LCS.

    O capitão-de-fragata informou também que a MB já recebeu as propostas francesa, espanhola, coreana e alemã.

    Queria ser um passarinho para poder l~e-las! (rsrs)

    Abraços

  2. Roberto Carvalho says:

    Edilson,

    Segundo o CF LM informou ontem no chat naval, uma comissão da MB estará indo aos EUA em junho para receber a proposta estadunidense.

    Segundo o comandante, a NGSS irá oferecer os destroyeres de 8.100t, fragatas de 6.000t (que segundo o CF lembram as KDX II) além de LPD San Antonio e LCS.

    O capitão-de-fragata informou também que a MB já recebeu as propostas francesa, espanhola, coreana e alemã.

    Queria ser um passarinho para poder l~e-las! (rsrs)

    Abraços

shared on wplocker.com