Defesa & Geopolítica

Israel e Rússia juntos contra o terrorismo?

Posted by
Israel combaterá terrorismo ao lado da Rússia
russia-israel

Israel está disposto a estreitar e ampliar a cooperação com a Rússia na área de combate ao terrorismo, disse o presidente do Comitê de Assuntos Internacionais e Defesa do Knesset, Avi Dichter, na segunda-feira (7).

Visita de Medvedev prova reforço das relações entre Rússia e Israel
“Nosso denominador comum com a Rússia quanto à luta ao terrorismo é grande, e, no decorrer dos próximos dois dias da nossa visita a Moscou, nós vamos procurar ampliá-lo”,
disse Dichter durante a reunião conjunta dos comitês do Knesset e do Conselho da Federação russo. Segundo Dichter, durante sua visita a Moscou, a delegação parlamentar israelense planeja abordar questões que interessem tanto à Rússia como a Israel.
“Hoje em dia, quando a Força Aeroespacial russa está atuando em nossa região, na Síria em particular, ou seja, na altura em que tanto os militares israelenses como os russos estão efetuando operações no espaço aéreo, estamos preocupados com medidas de segurança para evitarmos incidentes”,
frisou.
Ao lembrar que a nação israelense lida com a questão de terrorismo já há 45 anos, Avi Dichter destacou que
“o terror não tem limites”, porém “há países que lutam contra terrorismo e há aqueles que o apoiam”. “A cooperação dos países que combatem o terrorismo é a receita do sucesso”, sublinhou o parlamentar. Durante a visita, os deputados do Knesset estão dispostos a explicar à Rússia “quem são os inimigos de Israel”, adiantou. De acordo com ele, um dos maiores desafios à segurança de Israel provê do Irã, mas “as autoridades russas não pensam assim, e, por isso temos de apresentar-lhes provas”.

Fonte:  Sputnik news

8 Comments

  1. JOJO says:

    Os israelitas estao querendo entrar numa associacao com a Gaspron para explorar o gaz que foi descoberto no Mediterraneo nas costas maritima de Israel/Palestina. Ja tem um quiproquo ai, quem tem o direito de explorar esse gaz. Russia sempre foi aliado dos Palestinos. O segundo quiproquo e o apoio israelita ao DAESH e outros islamitas que estao combatendo Assad. Vao ter que conversar muito para resolver esses probleminhas para abrirem o caminho para uma cooperacao russo/israelitas na exploraco do gaz do mediterraneo

  2. Renato de Mello Machado says:

    Tomara quê a Rússia saia desse pensamento.

  3. Mauro Lima says:

    Acho que não é apenas isso não!

    A ONU/OTAN/UNESCO tem mostrado seu abandono total ao Estado de Israel, e ultimamente de forma grosseira aliás, além das diversas sanções contra Israel, mas não contra seus atacantes.

    Se não fosse pela Rússia a Síria nem existiria mais!

    Acho bastante sensato esse movimento! A Rússia é reconhecidamente o país, ou um dos poucos, que não se dobrou à OTAN/ONU!

    • …………….os russos da Gasprom querem o gás do campo Leviathan para distribui-lo pela Europa através da Turquia e de lá pro resto da Europa… a Rússia sempre se entendeu bem com Israel….aliás, grande parte da população judaica de Israel veio da Rússia e muitíssimos turistas russos vão à Israel passar temporada….não creio que existam relações hostis entre israelenses e russos……………..

    • MAGOGUE says:

      “Hoje em dia, quando a Força Aeroespacial russa está atuando em nossa região, na Síria em particular, ou seja, na altura em que tanto os militares israelenses como os russos estão efetuando operações no espaço aéreo, estamos preocupados com medidas de segurança para evitarmos incidentes”,
      È bom mesmo ,o mundo agradeçe evitar estes incidentes.
      Será que os “inimigos de Israel” são o mesmo que o da Russia?
      Minha resposta a pergunta do notiçiário é: Israel e Russia não estão juntas contra rebeldes e muito menos a favor da paz na Siria.

    • Athos says:

      Israel precia de apoio para o que especificamente?

      Seu comentário parece mais desinformação!
      Não faz o menor sentido!

  4. Jorge Knoll says:

    Verdade que a Sirya, quer em seus ataques à rebeldes,e/ ou IE(Estado Islâmico)tem servido de campo de testes de batalha não só aos seus produtos que usa e exporta, como também experiência aos seus engenheiros, aos seus militares, em campo adverso, que não lhes era satélite deles.
    E a propaganda dos produtos tb conta. MIDIA GRATIS…

    • Athos says:

      Estou doido para ver o F22 testando o S300!

shared on wplocker.com