Defesa & Geopolítica

Jornal: Boeing terá fatia de 51% em nova empresa com Embraer

Posted by

A Boeing terá uma participação de 51% em uma empresa atualmente em negociação com a fabricante brasileira de aeronaves Embraer, informou o colunista do jornal O GloboLauro Jardim, neste domingo.

Jato da Embraer em São José dos Campos, no Brasil 07/03/2017 REUTERS/Roosevelt Cassio

Foto: Reuters

A Boeing concordou com a exigência do governo brasileiro de que a empresa norte-americana não tenha mais do que uma participação controladora de 51%, disse Jardim, sem citar fontes.

A Boeing não respondeu imediatamente a pedidos de comentários. A Embraer afirmou que não vai comentar a informação.

A Boeing procurou a aprovação do governo brasileiro para uma parceria com a Embraer que criaria uma nova empresa focada na aviação comercial, excluindo a unidade de defesa da Embraer, reportou a Reuters há três semanas.

O jornal Valor Econômico informou posteriormente que a proposta da Boeing daria a ela uma participação de 80% a 90% em um novo negócio de jatos comerciais com a Embraer.

A Embraer é a terceira maior fabricando de aviões e a líder no mercado de jatos regionais com 70 a 130 lugares.

Com o contrato proposto, a Boeing seria o líder do mercado de aviões menores de passageiros, criando concorrência mais forte para o programa de aeronaves CSeries projetado pela Bombardier do Canadá e apoiado pelo rival europeuAirbus.

O plano inicial da Boeing para comprar a Embraer foi rejeitado pelo governo brasileiro porque este não queria uma empresa estrangeira controlando sua unidade de defesa por razões de segurança estratégica.

O governo mantém uma “golden share” na Embraer, anteriormente uma empresa estatal, que lhe dá poder de veto sobre decisões estratégicas, incluindo a aproximação da Boeing.

Na quinta-feira, o ministro da Defesa brasileiro, Raul Jungmann, disse a repórteres que a Boeing entendeu a recusa do Brasil em desistir do controle da Embraer. Ele disse que as negociações sobre a criação de uma terceira empresa estavam avançando bem.

 

Fonte: Terra

Boeing e Governo Federal chegam a acordo para venda da Embraer, diz jornal

A Boeing acertou com a Embraer e o Governo Federal a participação que terá na nova companhia que formará com a fabricante brasileira: 51%.

A informação é do jornal O Globo.

Segundo a publicação, a fatia de 51% foi um pedido do governo de Michel Temer (MDB). O governo detém a chamada Golden Share, ou ação de classe especial, que permite vetar a transferência de controle acionário da ex-estatal.

Imagem da cabine da aeronave militar multimissão de transporte e reabastecimento em voo KC-390, da empresa brasileira de aviação Embraer
© FOTO: DIVULGAÇÃO / FACEBOOK EMBRAER

A negociação entre Boeing e Embraer começou em dezembro e já teve diferentes termos. No início, foi noticiado que a companhia estadunidense pretendia levar, também, a divisão de defesa da Embraer. Diante da resistência brasileira, foi então publicado que a Boeing pretendia levar 90% de uma terceira companhia de aviação comercial a ser formada.

A novidade é o acordo entre Boeing e Brasília pelo número de 51%.

Nesta semana, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou que as negociações “têm caminhado e há avanços no caminho da constituição de uma terceira empresa”.

Fonte: Sputinik

51 Comments

  1. Pingback: Jornal: Boeing terá fatia de 51% em nova empresa com Embraer | DFNS.net em Português

  2. Fennek says:

    Se a fonte da noticia for do Lauro Jardim mesmo não dou nem bola, foi esse vagabundo meliante que inventou aquela estória ridícula (só para ganhar audiência) de que o Bolsonaro iria metralhar a rocinha se os bandido não se entregassem.

    Não confio em NADA do que esse crápula diz! NADA! Perdeu toda a credibilidade e moral (que ele já não tinha). Jogou sua própria carreira em uma lata de lixo!

    Vou esperar por uma noticia que venha de uma fonte confiável.

  3. GripenBR says:

    Voltemos a soja, complexidade para que?
    https://atlas.media.mit.edu/pt/profile/country/bra/
    O precedente fala por si só! Em uma década o que restar será como a indústria aeronáutica argentina ou será história e lembraremos como lembramos da Engesa. Aos acionistas e atual presidente parabéns! Ficaram ricos!
    Ao Brasil sem projeto próprio, sem lideres próprios. Acontece! Fica para o próximo cinqüentenário.

    • casuar says:

      Ótima notícia ,sendo verdade , todavia séria bem melhor se comprarem a Embraer , teriam de cara ótimos profissionais a disposição da Boeing , já o Brasil teria prioridades na aquisição de F 18 para equipar uma futura esquadrilha de combate costeira , aliás já sugeriram o nome BRoeing para a nova empresa Americana,opss ,digo binacional !

      • GripenBR says:

        BrComenta, Casuar, S-88, Hms tireless, MIB, Brasileiro de Verdade, Ze Ninguém… Etc. Isso ai Brother! Você inteligência pura! Gênio Mano. Junta com os 14 milhões de Alcantra (que você falou que é ótimo negócio) pelo aluguel anual e vamo ter um vespao em 10 anos, 10 em 100 anos. Em Junho to lá na terra encanda, quer que traz uma tralha feita na China pra vc? Os cara é empreendedor, nosso negócio e soja brother.

      • Fennek says:

        PQP, o cara continua batendo na tecla do F-18! Meu filho, acorda, o Brasil NUNCA terá F-18! Pelos próximos 30 anos (ou mais) serão só Gripens, Gripens modernizados e variações de Gripen! Contente-se com isso! Seria muita ignorância da FAB ter outro caça além do Gripen, e mesmo que tivesse, teria que ser um caça que não faça uso de componentes de um mesmo fornecedor. Ou seja, teríamos que ir de Rafale ou Sukhoi.

      • Casuar says:

        Vc desconhece as capacidades do SH, grifos não se prestam a incursões de grande vulto dentro da Amazônia azul, eu não devia mas vou te explicar: Sabe as missões realizadas pelo SU34? O SH possui capacidade de interdição marítima semelhante, compará-los a kimerinha é forçar a barra!

      • jose luiz esposito says:

        CASUAR devias ser CASSUAR , ou ser chamado de Colonizado Sonhador ou melhor sonha com Pesadelos para o BRASIL !

    • muttley says:

      “Voltemos a soja, complexidade para que?” e olha lá se não nos tomarem isso também, porque grandes empresas compram áreas gigantescas e plantam soja para exportar para seu pais sede, e depois mandam os lucros das vendas para seu pais sede. O Brasil ruma a passos fortes para se tornar colonia, graças a nossas “elites” que vivem em Miami com o dinheiro daqui, donos de emissoras de TV, juízes e por ai vai.

      Sds

  4. Amauri Soares says:

    O correto seria cada uma das partes terem 50% , esse negócio de sempre dar vantagens aos norte americanos tem que acabar , uma coisa é certa dps da fusão das outras duas grandes empresas nem a boing nem a Embraer sozinhas não vão pode com ela então já que a uma junção entre a Embraer e a boing , o justo e ter 50% cada uma , não sei por qual motivo mas nossos governos amam dar vantagens aos norte americanos já chega disso , precisamos ter pulso firme , quem quiser vantagens tem que dar a nois vantagens tbm , caso contrário os dois se f…. Mais não tem negócio , o certo é o certo 🇧🇷👏

  5. BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

    Ganham as duas empresas… ao arrepio da torcida contra, novos horizontes de brigadeiro surgem para a EMBRAER com essa parceria com uma empresa que começou fabricando aviões de madeira e hoje é expoente na indústria aeroespacial… exemplo de quanto se pode ir longe com entusiasmo, persistência e livre iniciativa, longe das garras do Estado leviatã… voe longe EMBRAER… voe… e mostre as demais empresas brasileiras como é promissor não estar amarrada nas mãos da iniciativa estatal incompetente que só atrasa o país, além é claro, de rouba-lo em nome de uma nacionalidade de palanque que só enriquece alguns sacripantas da NOMENKLATURA travestidos de comandantes da nação…

    • Fennek says:

      Vai nessa ganha-ganha…

      A BOEING queria TUDO! Mas viu que não ia conseguir nada se continuasse insistindo, e agora vão criar algo que ficará fora do controle do governo (terceira empresa) e com o tempo o Brasil vai estar fazendo apenas reparo de peças.

      O triste fim de uma grande empresa que ainda tinha muito gás pela frente.

      • Luis says:

        Sem duvida e tem gente que ainda acredita em parcerias entre o leão e o cordeiro. A Boieng no passado ja comprou a McDonnell Douglas e acabou por extingui-la. A Embraer ja era privada e muito americana . Sequer o argumento de que ela era estatal pode ser evocado. O negócio é entregar mesmo O pouco controle que tinhamos, ou seja o pouco q tinhamos para que ela agisse a nosso favor acabou. Parabens golpistas.

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        Que eu saiba a EMBRAER é uma EMPRESA de capital aberto que pode fazer negócio com quem lhe convier… quando a FRIBOI comprou TODOS os matadouros americanos nós não vimos nenhum americano gritando “o matadouro é nosso”, ou a AMBEV, quando comprou TODAS as cervejarias americanas, não se viu nenhum deputado americano bradando “a cerveja é nossa”… e sabe porque ???… porque esse tipo de mentalidade socialista é coisa de latino que não vive e nem sabe o que é CAPITALISMO… confunde com monetarismo, quando capitalismo é acima de tudo LIVRE INICIATIVA… o lucro é só parte da equação… espero que um dia alguns dissociados da realidade entendam o mecanismo da livre iniciativa e entendam porque não deslanchamos como grande economia que podemos ser…

      • Fennek says:

        BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA

        Jamais compare cervejarias e carne de boi com aviões. Eu não vou nem continuar nesta conversa pois já estou farto de discutir isso com entreguistas que não estão nem ai para a soberania do país, mas só te digo o seguinte:

        Neste caso em especifico o que é bom para o investidor, não é bom para o Brasil, e o que é bom para o Brasil, não é bom para o investidor.

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        O que vc entende por entreguismo ???… senão uma visão deturpada da realidade que não tem mais lugar no mundo globalizado que a própria esquerda defende como ideal… vide a política globalista de obamis e cia que “entregou” muitas empresas americanas para o capital chinês… ou seja… quando é para negociar com americanos é entreguismo… quando é com chineses é nacionalismo… estranho essa visão distorcida dos fatos… o que me diz dos 20% do préfsal brasileiro entregues ao capital chinês no governo passado ???… seria isso entreguismo também ???..

      • Luis says:

        Impossivel comparar um setor estratégico como a Embraer com o mercado de cerveja, e ao contrario do que vc disse parte da sociedade americana ja se mobilizou contra a compra de cervejarias americanas por brasileiros. Essa lógica de mercado não funciona para nós. O risco para a Embraer é muito grande para se arriscar assim. Até o aquifero Guarani vai ser privatizado. Estamos cansados de ver o Brasil renunciar sucessivamente a tecnologia ao longo dos anos. Estamos cansado de perder recursos importantes para o grande capital, tudo financiado pelo BNDES . A desfaçatez do governo é absoluta quando diz “só 51%”. Ora, com esse percentual estão transferindo o controle acionário para a Boeing Estamos cansados de desenhar para cegos como voce . Soberania e acesso a tecnologia são conquistas e não concessões. Alguem sempre tentara impedir que a tenhamos.
        Vc está no lugar errado. Volte para a trilogia . Vai bater panela. Ninguem aqui da credito para o que vc fala. No mais faço minhas as palavras do Fennek

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        A VERDADE DÓI… aceita que dói menos… ela é uma empresa PRIVADA… não tem que dar satisfações a quem não detém suas ações… quanto a TRILOGIA, assim como o PB, um ótimo site onde se pode aprender sobre a realidade da geopolítica muito mais que nos manuais do partidão ou nas reuniões das agremiações universitárias/parasitárias…

      • A Máquina Troll says:

        “BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA
        25 de Fevereiro de 2018 at 20:48

        Ganham as duas empresas !

        Luis
        25 de Fevereiro de 2018 at 21:11

        Sem duvida e tem gente que ainda acredita em parcerias entre o leão e o cordeiro. A Boieng no passado ja comprou a McDonnell Douglas e acabou por extingui-la. O pouco controle que tinhamos, ou seja o pouco q tinhamos para que ela agisse a nosso favor acabou.”

        Predador e vítima formam um par…

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        Que seja… mas isso não cabe a nós decidirmos e sim aos acionistas… há outras empresas nacionais de aviação que podem futuramente ocupar um lugar ao sol também… isso é CAPITALISMO… isso é saudável… competição… sabe… do ato de competir… de crescer… consegue entender ???…

      • A Máquina Troll says:

        “Nem o comunismo nem o capitalismo pode satisfazer o homem, porque ambos lutam pelo TER, enquanto o que torna o homem feliz é o SER e esta conquista não está ao alcance de nenhuma das duas políticas econômicas.”

        Francis Iacona

      • jose luiz esposito says:

        TROLL o que estou vendo e lendo aqui e ali , que tudo esta Nebuloso , sai um palpite aqui outro ali , talvez balões de ensaios , tenho quase certeza que ao final , somente seremos convidado para a Missa de Sétimo Dia !
        Já que criarão uma Terceira Empresa , então ficaríamos aqui com a EMBRAER e eles com a BOEING , a terceira Empresa de nome XPTO , de agora em diante Projetaria novas aeronaves dentro da classe que interessa ao mercado até 150 assentos , os que já foram projetados e em produção continuariam com a Embraer , embora as duas trabalhassem para vende-los conjuntamente , este seria um ACORDO interessante aos DOIS !!

      • casuar says:

        Engano seu fennek , a Boeing já garante de cara que pode oferecer vendas casadas , sim , uma linha completa ,de jatinhos particulares a gigantes B 777 , já a Embraer terá suas vendas multiplicadas , os acionistas,técnicos e projetistas darão um salto positivo na carreira , tenha fé cara que!

      • Fennek says:

        casuar

        A Boeing não garantiu absolutamente nada, muito pelo contrário, só há incertezas com relação a esse negócio. Falando desse jeito você me lembra muito a mãe Diná. Todos diziam que a compra da McDonnell Douglas seria a melhor coisa que poderia acontecer, exatamente como vocês estão dizendo, estavam todos contentes, felizes, alegres e saltitantes, diziam que o negócio daria um novo suspiro a eles e tudo mais, mas a gente viu o que de fato aconteceu, a vaca foi pro brejo!

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        Então porque os acionistas da EMBRAER estão formando uma nova empresa com um sócio que só quer ganhar em detrimento deles ???… bobinhos eles não são… estão sendo obrigados a isso ???… de que maneira ???… e essa nova empresa tem capital do Estado brasileiro ???… creio que não… me parece que só os acionistas privados é que entrarão como sócios e ao que tudo indica, nada tem a ver com a EMBRAER na qual o Estado brasileiro detém as tais GOLDEN SHARE… logo, que mal pode haver na criação de uma nova empresa com capital formado por pessoas de dois países que tem boas relações diplomáticas ???… senão a simples antipatia gratuita advinda de má formação psicoideológica de alguns nacionais que veem o diabo em tudo que não seja ESTATIZADO e NACIONALIZADO… se formos pensar assim não poderia ter havido a fusão entre a BOMBARDIER e a AIRBUS… não se vê canadenses bradando FORA AIRBUS… antes o contrário… sabem que resultará em novos empregos para seus patriotas… o mundo econômico atual é assim e não como queremos ou achamos melhor… aceita que dói menos…

      • Casuar says:

        Vc está deixando seus sentimentos te dominar, bossalidades encontram terreno fértil no seu coração, isto vai acabar te imburrecendo.

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        A mesma falta de fé dos estatistas quando a então EMBRAER, estatal que só fabricava teco teco, foi privatizada em parte… assim, mesmo contra o rio de lágrimas de crocodilo que os lobotomizados estatistas derramaram, logo a realidade se fez presente e hoje temos a TERCEIRA maior empresa de aviação DO MUNDO e nossa maior exportadora… novamente, ao arrepio dos estatistas que nada entendem de EMPREENDEDORISMO porque só acreditam no deus estado, o sol da realidade afastou as rubras nuvens que teimavam em jogar contra o sucesso inegável que seria nossa EMBRAER… lamentável inveja da capacidade alheia que paira sobre tais mentes calcinadas pela mentira estatizadora…

      • Fennek says:

        BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA

        Se não fosse o estado, mesmo privatizada a Embraer já teria falido, essa conversa de privatização não cola. A privatização apenas deu o folêgo que o governo precisava para se recompor e continuar investindo na empresa. Se não fosse as tecnologias militares do Brasil a Embraer jamais seria o que é hoje. Portanto, agradeça ao estado por isso.

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        Como que uma empresa que só dá LUCRO e só com EXPORTAÇÕES pode ter precisado do Estado brasileiro para se manter durante todo esse tempo ???… verifique suas informações que ao que tudo indica carecem de objetividade e amparo na realidade…

      • Casuar says:

        Quando acaba os argumentos vc passa a falar mentiras, kkkk, ao contrário das estatais parasita das a Embraer se sustenta através da exportações de seus produtos de grande qualidade, BNDES emprestar grana é normal, não é normal é emprestar dinheiro pra Cuba e cobrar juros negativos!

      • Fennek says:

        BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA

        Você é quem está completamente por fora do que acontece, e consequentemente da realidade, basta ver a nota do ministro da defesa, nela ele detalha muito bem o que fez a Embraer a empresa que é hoje. E se ela da lucro, novamente, agradeça ao estado.

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        Procure pela pauta de exportações brasileiras dos últimos 20 anos e verá a EMBRAER encabeçando a lista em sua maioria… e não foi o governo brasileiro que comprou as suas aeronaves e sim empresas multinacionais de transporte em todo o globo que acreditaram na qualidade do produto que a EMBRAER fabrica e vende… não tem dedo de governo em nada disso…

  6. Rafa_positron says:

    Blue Eyes ainda ta vivo?

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  7. Gabriel says:

    O ministro da Defesa da Rússia tinha razão ao chamar a Embraer de empresa americana. Nós trouxas financiando a empresa com o BNDES e bancando os lucros dos diretores e acionistas a troca de praticamente nada…é por isso que sou contra subsidio e ponto final

    • Fennek says:

      O pior não é o BNDES, o pior é quantidade absurda de tecnologia militar BRASILEIRA que a Embraer recebeu e usou em todos os seus maiores projetos da área civil. E ainda tem gente com a cara de pau de dizer que foi SÓ a privatização que salvou a empresa…

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        Será que a EMBRAER sequer existiria nos dia de hoje se não tivesse sido privatizada ???… DUVIDO… e realmente, o BNDES foi muito mal usado nessas últimas décadas… mandou BILHÕES a fundo perdido para economias socialistas que sabidamente nunca devolverão o dinheiro doado a fundo perdido… também sou contra o uso político de subsídios…

    • Casuar says:

      O BNDES empresta dinheiro para empresas, foi assim com a friboy, odebrecht, OAS, a Embraer não pagou propina.

  8. Felipe Fernandez says:

    Meu Deus, Meu Deus, minha pátria destruída pela sanha entreguista, o Vampirão, incorporou John Diefenbaker, para enterrar nossa indústria aeronáutica, enquanto os idiotas neoliberais, acham que ele está fazendo um favor para o Brasil, acreditam que são nacionalistas e agem contra os interesses nacionais. Nas Relações Internacionais, no limite um Estado sequer é capaz de identificar seus interesses, pobre “demo”-cracia, que irá prender um Estadista enquanto dá vivas ao entreguista, Quiçá Lott estivesse aqui, Quiçá Vargas, Quiçá um futuro, que não teremos. Canadá, Rep.Tcheca, Argentina, todos perdendo toda sua independência. É assim que a verdadeira democracia morre, com aplausos e manifestoches. Eu estive do lado certo, lutei por Lula, pelo Almirante Othon, pela EMBRAER, e pelo Brasil. Com relação a vocês a vergonha será o carimbo da história. Foram cúmplices da destruição de um país que diziam amar. Vergonha da maioria nesse grupo. Atacam a esquerda. A esquerda nós legou as melhores Forças Armadas em quase um século, 5 submarinos, helicópteros, tanques… foi melhor que o que está aí. Não fosse a destituição Dilma teria feito o Prosuper. Era um governo comprometido com o Brasil. Agora os ratos destroem o Brasil enquanto os manifestoches aplaudem!

    • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

      É simples… no Brasil existem muitos BILIONÁRIOS… porque eles não criam empresas de tecnologia aeronáutica, informática e demais tecnologias sensíveis ???… porque não são bobos… porque sabem que vivemos em uma economia planificada onde não se pode competir com os de fora pagando o alto custo que o estado nacional impõe a produção de bens nacional… é exatamente o estado o maior empecilho para que a indústria nacional floresça novamente ao invés de decair como está… e não são usamericanos feios bobos e maus que nos impedem de progredir… é o ESTADO BRASILEIRO que suga o sangue da sociedade brasileira em demasia através de seu alto custo vegetativo… nunca tivemos uma indústria automobilística nacional porque o estado sempre dificultou porque é corrupto, perdulário e arrecadador em demasia… já que estamos falando de vampiros… esse é o maior… aqui tudo é pelo estado, para o estado, dentro do estado… interessante… parece que já ouvi essa frase em algum lugar… rsrsrrssrssssss…

      • jose luiz esposito says:

        O Estado nos SUGA porque aceitamos ser uma REPUBLIQUETA de Castas Corporativistas , somente por isto , depois estas Castas que nos Espoliam , ,investem o o nosso Dinheiro Roubado em Miami e falam FLÓRIDA e não FLORIDA !

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        EXATAMENTE… essas castas corporativistas que nos governam por 33 anos são os que nos sugam através de um falso socialismo que TOMA 55% do PIB da sociedade brasileira e que só contempla a NOMENKLATURA que está no poder com as benesses que deveriam ser para todos… em especial a dos últimos 14 anos que foi obrigada a entregar o posto por pura roubalheira e incompetência na gestão do estado…

    • Ferreira Junior says:

      Parabéns Felipe Gonzalez. Disse tudo.

  9. Daniel says:

    Mais uma vergonha para o país!

  10. E assim caminha o Brasil rumo e ser apenas uma colônia de exploração dos stetes com os aplausos dos minifestoides entreguistas realmente não há futuro pra esse pais

    • jose luiz esposito says:

      Tem um ex agente brasileiro aí que colocou um Vídeo na Internet , dizendo que nós somos a Retaguarda dos EUA e EUROPA , em caso de Guerra todos eles fugiriam para cá , o Doente Mental confirma que estamos aqui guardando lugar, para depois entregarmos até nossas casas a eles !
      Neste tal Vídeo , pensa ser isto uma coisa do outro mundo , uma vantagem espetacular do Brasil , procurem este Vídeo entreguista na Internet , uma Maravilha .

      • ViventtBR says:

        Meu caro jose,
        Há vários anos atrás, aqui mesmo no PB, eu já fazia (por linhas tortas) menção a esse plano, chamando nosso Brasil de América B. E para quem é bom entendedor meia palavra basta.
        Já esse vídeo que apareceu na internet, pelo menos o que vi, falando de área geográfica de SOS para as potências, não trata de entreguismo mas de “denúncia aos quatro ventos”, de uma agenda secreta dos amis e demais potência nucleares, sobre medidas de sobrevivência para uma possível hecatombe nuclear, e na qual como sempre seremos tratados como mero joguetes.

        O vídeo é para abrir os olhos de quem acredita em amiguinhos do Norte. Não tem nada de entreguismo.
        Abç!

  11. Hilário Riso says:

    Ótimo, muito bom.

  12. A Máquina Troll says:

    Quer o brazileiro feliz?…Faça uma promessa pra ele…Isso preenche as lacunas do seu ser de forma completa…E lhe dá alegria…Bonito o brazileiro não?…

  13. Cesar A. Ferreira says:

    A tal “terceira empresa” abarcará toda a linha comercial da Embraer, que terá controle pela Boeing, administrativo, comercial, financeiro e tecnológico… E os bobos comemoram 49%…

    • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

      É 49% ou ser engolida pela concorrência como foi a BOMBARDIER… empresas não possuem ideologia… empresas possuem INTERESSES… e garanto a vc que seus administradores não são apaixonados políticos como a maioria dos incautos nacionais que pensam que se leva uma empresa ao ápice do sucesso fazendo graça com o dinheiro dos acionistas como o governo faz com o dinheiro do contribuinte… entenda… a EMBRAER é uma empresa PRIVADA… não tem que agradar a A ou B… se querem pagar caro por uma empresa deficitária, incompetente e atrasada, é só criar outra estatal que só dará prejuízos ao erário público como as demais… questão de escolha política… mas desde já adianto… ninguém em sã consciência e responsabilidade pública faria uma besteira dessas nos dias de hoje… seria assinar atestado de demência, dado o nível de desenvolvimento tecnológico necessário para tentar competir e os custos estratosféricos necessários para tal empreita… se empresas do porte da BOMBARDIER não aguentaram o tranco, imagina uma estatal tupiniquim dirigida por políticos indicados… rsrsrsrsrssss… chega a ser risível…

shared on wplocker.com