Defesa & Geopolítica

Marinha da Rússia receberá 11 novos submarinos nos próximos anos

Posted by

Tradução e adaptação: ARC- Plano Brasil

Novos dissuasores para as profundezas 

A Marinha russa receberá 11 submarinos nucleares nos próximos anos. Isto é o que foi anunciado pelo comandante da marinha russa Almirante Vladimir Korolyov.

Segundo Korolyov,

“Seis submarinos do projeto Yasen e cinco submarinos da classe Borey-A estão atualmente em diferentes estágios de construção”.

Submarino SSBN Borei

O comandante destacou também que três submarinos do projeto Borey já foram transferidos para a Marinha desde 2013 são eles:

  • Yuri Dolgoruky,
  • Vladimir Monomakh e
  • Alexander Nevsky.

Além disso, a Marinha Russa recebeu também um submarino multpropósito do projeto Yasen-Severodvinsk, lembrou o comandante.

Korolyov relatou que a frota do Mar Negro foi equipada num curto intervalo de tempo, com seis submarinos diesel-elétricos modernos, do projeto 636, destacando a capacidade dos estaleiros de cumprirem o cronograma com efetividade.

Os Submarinos da Rússia

Os submarinos russos são um dos pilares de força e dissuasão, desde os tempos da extinta URSS, e nesse contexto, os submarinos nucleares representam a espinha dorsal da tríade nuclear da nação eslava. Os avanços neste seguimento naval são latentes, e tem provocado alvoroço em outras forças militares de outros países, principalmente os países componentes da OTAN.

Uma recente prova da capacidade da força submarina russa, ocorreu nas operações realizadas na Síria. A fim de combater o Daesh, foram realizados diversos ataques por parte dos submarinos russos com mísseis de cruzeiro e tais ataques, deixaram claro para o mundo que os submarinos da armada russa são capazes de cumprir missões com eficiência e, que as novas tecnologias empregadas nos meios, são inegavelmente superiores em comparação com a maioria de seus adversários.

Em uma ocasião anterior, no ano de 2012, ocorreu um episódio que alertou ao mundo e  principalmente os EUA. O evento  destacou a avançada capacidade furtiva dos submarinos nucleares russos. Na ocasião, um submarino Akula navegou durante semanas próximo a costa dos EUA sem ser detectado, revelando naquela época, diversas falhas na capacidade das forças norte americanas em detectar tais tipos de submarinos.

Pouco depois, oficiais da Marinha Americana foram indagados a respeito do ocorrido, mas não quiseram comentar o episódio. Tal feito demonstrou a capacidade da força submersa russa de colocar as avançadas defesas anti submarinas dos EUA em desvantagem.

Submarinos SSGN Oscar II da Marinha Russa

Segundo especialistas da própria OTAN, a Rússia pós soviética tem modernizado seus submarinos de maneira que outros países não conseguem acompanhar, principalmente no que cerne ao isolamento acústico e tecnologia empregada nos mísseis, além de outras áreas.

No dia 4 deste mês, um especialista norte americano do centro de segurança, recomendou que o governo disponibilizasse mais recursos para a modernização dos submarinos da US-Navy, destacando que os avanços da Rússia no setor tem sido contundentes e expressivos.

 

 

Fonte: Izvestia.ru

shared on wplocker.com