Defesa & Geopolítica

Panetta: Observações de Trump para defesa são “irresponsáveis”

Posted by

Leon Panetta

Por Joe Gould

Tradução e Adaptação: Luiz Medeiros

WASHINGTON – O ex-secretário de Defesa e ex-diretor da CIA, Leon Panetta condenou as posições sobre segurança nacional do pretenso candidato presidencial republicano dos EUA, Donald Trump como “perigosas” e “irresponsáveis”.

Ecoando a provável candidata presidencial democrata Hillary Clinton que em um discurso de política externa na semana passada ridicularizou Trump, Panetta, em uma entrevista à CNN nesta segunda-feira, criticou as inconsistências dia-a-dia, em posições sobre política externa de Trump.

“Eu acho que a [ex-]Secretária Clinton tentou mostrar isso na semana passada, que esta é uma abordagem perigosa para alguém que quer ser o comandante-em-chefe”, disse Panetta, que serviu ao lado de Clinton quando ela era secretária de Estado. “Eu me preocupo se ele está enviando um sinal para os países no exterior de que um candidato a presidente dos Estados Unidos realmente não sabe o que ele realmente quer fazer quando se trata de proteger nossa segurança nacional.”

Clinton, em um importante discurso sobre segurança nacional em 2 de Junho, chamou as idéias de Trump de “perigosamente incoerentes” e seu oponente de ter “temperamento inapto” para ser presidente.

“Este não é alguém que deve eventualmente ter os códigos nucleares – porque não é difícil imaginar Donald Trump nos levando a uma guerra só porque alguém entrou sob sua fina pele”, disse Clinton.

Na segunda-feira, Panetta criticou Trump por considerar que o Japão, Coreia do Sul e Arábia Saudita deveriam ter armas nucleares.

“Esse tipo de atitude é uma vergonha; também é irresponsável “, disse Panetta.

Official portrait of NATO Secretary General Jens Stoltenberg

Destacando o ponto de Panetta, de que os comentários de Trump agitaram todo o cenário mundial, o Secretário Geral da OTAN Jens Stoltenberg na segunda-feira defendeu a OTAN após Trump dizer que a aliança era obsoleta.

Questionado sobre os comentários de Trump, Stoltenberg, o ex-premier norueguês que lidera o agrupamento militar de 28 nações, disse: “A OTAN é importante para a segurança dos EUA e da Europa.”

Falando em um evento em Bruxelas, realizado pelo jornal Politico Europa, Stoltenberg também disse que a única vez em que a OTAN tinha invocado a sua cláusula de defesa colectiva desde a sua formação após a Segunda Guerra Mundial foi “em defesa dos Estados Unidos após os ataques terroristas de 9/11.”

 

Agence France-Presse contribuiu para esta matéria.

 

Fonte: DefenseNews

shared on wplocker.com