Defesa & Geopolítica

Treinamento Conjunto de Operações Especiais: 4º dia (12/05)

Posted by
IMG-20160512-WA0020

Simulação de escolta aérea a um comboio VIP.

No quarto dia de atividades do Treinamento Conjunto Interagências de Enfrentamento ao Terrorismo, os times táticos, assim como ocorreu nos dias anteriores, tiveram suas capacidades colocadas à prova em oficinas variadas.

Em uma simulação de escolta aérea a um comboio VIP, os ElmOpEsp transportados por helicóptero viram-se obrigados a desembarcar rapidamente da aeronave ao identificar que elementos adversos assediavam o comboio com o objetivo de sequestrar a personalidade por eles protegida. Coube ao time tático a tarefa de evitar que o sequestro fosse consumado.

Novamente foi conduzida uma oficina na Casa de Tiro em Compartimento com o objetivo de praticar entrada tática e procedimentos CQB (Confronto em Recinto Confinado). O diferencial e a dificuldade para as equipes táticas nesse treinamento foi a necessidade de trajar o equipamento DQBRN (Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear). Complementando a oficina, era necessário que os quadros operacionais que participaram da ação experimentassem todo o processo de descontaminação característico em operações dessa natureza.

Procedimentos CQB empregando equipamento DQBRN.

Procedimentos CQB empregando equipamento DQBRN.

Em outra oficina, o time tático teve a responsabilidade de localizar e neutralizar um franco atirador que executava disparos a esmo contra o público que prestigiava uma competição em um ginásio esportivo.

Duas outras oficinas tratavam, especificamente, da habilidade do atirador de precisão (caçador). Em uma delas, o caçador fornecia suporte de fogo ao time tático que se deslocava pelo terreno executando movimentos táticos. Na outra, por sua vez, o caçador, carecendo realizar ajustes em seu sistema de pontaria, era forçado a assumir posturas distintas (em pé, apoiado sobre os joelhos, sentado, ou deitado) para executar disparos de precisão contra alvos localizados em distâncias variáveis.

IMG-20160512-WA0024

Atirador de precisão (caçador) efetuando disparos em posições distintas e distâncias variadas

Embora todos os estados onde ocorrerão competições Olímpicas e/ou Paralímpicas tenham enviado equipes táticas para participar do treinamento conjunto interagências, é interessante notar que tanto Goiás quanto Paraná, estados onde não estão previstos acontecimentos relacionados aos jogos, também se fazem presente no evento com dois times cada um. Isso se deve ao fato de que ambos estados encontram-se em regiões sensíveis do país (Goiás próximo à Brasília, enquanto no Paraná encontra-se localizada a tríplice fronteira), podendo suas forças policiais ser empregadas no decorrer dos jogos.

Fonte: FOpEsp

shared on wplocker.com