Defesa & Geopolítica

EI coloca explosivos em ruínas de Palmira

Posted by

Jihadistas colocam minas terrestres em torno de ruínas históricas na cidade síria. Segundo organização de direitos humanos, o real motivo por trás da ação dos extremistas ainda é incerto.

Insurgentes do grupo extremista “Estado Islâmico” (EI) estão colocando minas terrestres e explosivos para, possivelmente, destruir estruturas antigas na cidade síria de Palmira, afirmou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, neste domingo (21/06).

“Eles [os jihadistas] colocaram alguns [explosivos] em torno do teatro romano. Nós ainda não sabemos o real motivo”, disse o diretor da organização com sede em Londres, Rami Abdel Rahman.

“Não sabemos se o objetivo é explodir as ruínas ou impedir que as forças do regime avancem à cidade”, acrescentou, explicando que as forças do presidente sírio, Bashar al-Assad, lutam para tirar o controle da cidade das mãos dos jihadistas.

O responsável pelo patrimônio histórico da Síria, Mamoun Abdulkarim, afirmou que a notícia da instalação de bombas em locais históricos de Palmira parece ser verdadeira e que a cidade segue “refém” nas mãos dos terroristas.

O EI assumiu o controle sobre Palmira há um mês. A cidade, que é declarada Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco, possui ruínas de templos greco-romanos que têm mais de dois mil anos de existência.

Os militantes já destruíram várias esculturas de valores inestimáveis, além de um museu, em Hatra, no Iraque, que abrigava tesouros do império babilônico. A captura de Palmira levantou temores de que a cidade histórica, também conhecida como Tadmur, possa sofrer o mesmo destino.

Os militantes do EI capturaram vastas áreas do Iraque e da Síria e têm como objetivo estabelecer um califado islâmico baseado numa interpretação extrema da lei islâmica, a charia.

PV/afp/dpa/rtr/kna

Fonte: DW

7 Comments

  1. helveciofilho says:

    (…) Eles [os jihadistas] colocaram alguns [explosivos] em torno do teatro romano. Nós ainda não sabemos o real motivo”, disse o diretor da organização com sede em Londres, Rami Abdel Rahman. (…)
    .
    .
    Todo sistema que seja fundamentalista é assim … se acham os donos da razão e do mundo e por isso, sempre procuram reescrever a história tendo com o início cronológico o nascimento dele … 😉
    .
    .
    De patifes e hipócritas FUNDAMENTALISTA … rsrsrs …,a História tá cheia de exemplos …. como por exemplo; o incêndio da biblioteca de Alexandria e o incêndio de Roma todos praticados por Boçais que acham que podem abarcar o mundo,se não o país; com as suas pernas de anão … rsrsrsr … tendo como início cronológico da nova era boçalica… o fato feito pelo o estúpido (s) … rsrsrsr ..
    .
    .
    De vez por outra, esses tipos reaparecem com suas tochas na mão para reinventar um mundo dentro da ótica de um demente. 😉

    • helveciofilho says:

      Banco Jihad: Cidadãos suecos tomam créditos para combater pelo Estado Islâmico
      .
      A Polícia se Segurança da Suécia diz que, neste momento, entre 300 e 400 cidadãos do país combatem na Síria nas fileiras do Estado Islâmico. A polícia revela as fontes de financiamento desta atividade terrorista que, curiosamente, incluem créditos bancários.
      .
      (*)fonte: [ br.sputniknews.com/mundo/20150622/1356929.html ]
      .
      .
      (…) “Habitualmente são concedidos créditos até 300 mil kronas suecas [cerca de 115 mil reais brasileiros]. Neste caso eles [os jihadistas] tomam tantos créditos quantos puderem”, disse à emissora Sveriges Radio Martin Frimansson, especialista em assuntos de financiamento de terrorismo na Polícia de Segurança sueca.
      .
      “Se você tem dinheiro, um veículo ou se você por acaso trouxe um grupo de pessoas, você automaticamente se torna num comandante. Se você não tem dinheiro, nem um veículo, se não tem nada – irá conduzir uma ambulância no melhor dos casos”, explica Frimansson. (…)
      .
      .
      *****************
      .
      Quem te viu e quem te vê agora … minha querida Suécia …. está se transformando em um anão como é o israel, que hoje não passa de uma lavanderia da ISIS ( estado Islâmico ) … rsrsrsr
      .
      .
      No mundo atual …. onde há uma guerra entre ratos branco e pretos …. aqueles que deveriam ( os homens de torga preta ) aproveitar o momento para com uma só cajadada …. matar todos ratos de uma só vez e limpar a casa … por omissão …. quer seja pelo medo ( covardia ) ou pela conivência ( se corrompeu ) … agora advoga por um dos ratos …..rsrsrsrs…. trágico … más é a pura verdade … bem vindo ao mundo da escuridão .

      • PÉ DE CÃO says:

        lucena ,na verdade vamos ver por outra ótica

        esses jiraristas são sustentados pela CIA

        ESSA quer que o pais atacado quanto mais virulento ficar melhor

        eles estão é atacando é o turismo da região

        depois de atacar o petróleo , o comercia eles atacam o turismo

        tudo que puder necrosar totalmente o estado e esse fique décadas atrasado a CIA , ops os jiradistas americanos árabes farão

  2. ,..Esses caras são uns doentes mentais…estão destruindo a história da humani// , estão destruindo o n ontem..trágico.Sds. 😉

  3. A Máquina Troll says:

    não se enganem senhores…muito destes grupos terroristas de hoje komo o EL e o boko haram não passam de mercenários teleguiados da cia….não lutam por causa alguma e sim para inflamar e instaurar a instabilidade na região…sabotar governos locais que busquem aproximações kom os Brics…kom nações rivais dos EUA hoje komo a China e a Rússia…ingênuos ou alienados aqueles que acham que os eua são os defensores da liberdade e da democracia, vide o estado que se encontra países komo líbia, Afeganistão, Iraque entre outros…todo este caos que ocorre no Oriente Médio hoje é parte de uma estratégia anti-russa e anti-chinesa dos EUA….estes conflitos armados no Oriente Médio são parte de uma estratégia de longo prazo dos EUA contra a Rússia e a China a fim de segurar seu domínio econômico global…enfraquecer economicamente e politicamente possíveis ameaças a sua hegemonia, influencia e mercados…..o verdadeiro plano dos EUA no Oriente Médio inclui a criação de um caos construtivo apoiando guerras e conflitos locais….o objetivo é dominar estados independentes e soberanos, possíveis ameaças a sua hegemonia, influencias e mercados…substituí-los por governos fantoches a seus interesses….as intenções reais por detrás de tudo são de pôr obstáculos para proteger a hegemonia do dólar não só à Rússia e à China como a todos que compõem ou sondam aos Brics…..

    A “guerra contra o terror” esta sendo usado komo um instrumento de guerra de propaganda para conquistar as mentes e os corações das massas e da comunidade internacional…para conseguirem o apoio e o aval que precisam para suas movimentações obscuras pelo oriente médio…o mesmo é feito nas outras regiões do mundo komo na África, América Latina, Ásia e Leste Europeu…Inúmeras guerras têm sido travadas pelos eua diretamente e por mãos alheias…as forças especiais dos eua operam de forma sigilosa e aberta em mais de 130 países semeando perturbações…

    o objetivo principal destes mercenários recrutados era o de derrubar o atual regime da síria alinhado aos Russos e Chineses….por não ter dado certo então estes mercenários estão sendo redirecionados para outros fins komo os de causar/insuflar a instabilidade e o caos na região….os eua são hoje os principais fomentadores, financiadores e promotores do terrorismo pelo mundo…são eles que estão por trás dos principais grupos terroristas da atualidade…

    repito, reitero e ratifico…enquanto houver petróleo no oriente médio….este povo não vivera em paz e será alvo de manobras, maquinações e movimentações obscuras…como a primavera árabe.…mais de 170 mil civis inocentes entre crianças , mulheres e idosos já estão contabilizados pelos órgãos internacionais vitimas de crimes de guerra e assassinatos dessas movimentações na Síria..isso em apenas 3 anos..o financiamento daqueles mercenários na Síria já ceifou a vida de mais de centenas de milhares de inocentes…isso sem falar dos drones e seus “danos colaterais” provocados propositalmente a fim de inflamar e causar agitações na região…

    https://www.youtube.com/watch?v=EQlYaw3NinM

    • A Máquina Troll says:

      sugestão de post:

      John F. Kennedy morreu após pedir informações sobre ETs à CIA

      Uma das mortes mais famosas de todos os tempos tem relação direta com a curiosidade de seres humanos sobre a existência de vida extraterrestre? Documentos abertos recentemente nos EUA dão a entender que sim: dez dias antes de ser assassinado, o então presidente John F. Kennedy pediu à CIA documentação secreta sobre OVNIs.

      Os documentos em questão, obtidas por meio do Ato de Liberdade de Informação dos EUA, são duas cartas. A primeira seria encaminhada a um diretor da CIA, enquanto outra iria direto para a Nasa. O assunto nas duas era bem semelhante, uma solicitação da criação de um programa de cooperação espacial com a União Soviética.

      “Uma das grandes preocupações de Kennedy é que muitos OVNIs estavam sendo observados na URSS e ele tinha medo que os soviéticos interpretassem isso, em meio à Guerra Fria, como uma agressão norte-americana, uma vez que eles poderiam acreditar que aquilo era tecnologia de ataque vinda dos EUA”, afirma William Lester, autor de uma biografia sobre o ex-presidente e responsável por trazer as cartas à tona.

      As cartas se juntam à teoria da conspiração, que afirma que há um suposto memorando da CIA, que teria sido queimado e continha uma resposta às cartas de Kennedy. Segundo Robert Wood, ex-diretor de uma das maiores empresas aeronáuticas a prestar serviço para o governo dos EUA, esse memorando faz parte de uma série de documentos chamados Majestic-12.

      De acordo com Wood, Kennedy é chamado de Lancer neste memorando, que contém as seguintes informações: Como você deve saber, Lancer fez algumas perguntas com relação às nossas atividades, o que não podemos permitir. Por favor, me diga sua opinião antes de outubro. Sua ação neste assunto é critica para a continuidade do grupo”. Poucos dias depois, Kennedy foi assassinado em desfile de carro aberto.

      Por Redação Yahoo! Brasil | Yahoo Notícias – dom, 21 de jun de 2015

  4. A Máquina Troll says:

    sugestão de post:

    Exclusivo: arapongas da Abin deixaram terrorista da Al Qaeda fugir em Minas Gerais: e foi por nepotismo

    Por Claudio Tognolli | Claudio Tognolli – ter, 23 de jun de 2015

    Nesta terça-feira 23 de junho lanço um livro com o tenente-coronel do Exército André Soares, ex-agente da Presidência da República na Abin (Agência Brasileira de Inteligência).

    A obra, da editora Escrituras, foi descrita pela grande mídia como uma tampa de esgoto que se abre, enfim…

    O livro “A Caixa Preta da Abin” traz muitas novidades. Entre eles, a história de como deixaram escapulir, no Brasil, um homem-forte da Al Qaeda…

    Compartilho com vocês trechos do livro:

    Operação de Contraterrorismo da ABIN

    Claudio Tognolli me trouxe informações sobre uma determinada Operação de Contraterrorismo da ABIN. Ouvi o relato do coautor dessa obra e concluí ser outra daquelas levas impropriedades e ilícitos graves.

    Plano de Operação de Inteligência de contraterrorismo, elaborado pelo Diretor do Departamento de Operações de Inteligência. Nele, pessoas sem ligação com a ABIN (colaboradores a soldo espartano, a princípio…) seriam recrutadas para infiltração em organizações consideradas sensíveis no Brasil. A finalidade era se aproximar de uma determinada pessoa- alvo, considerada, pelos serviços secretos dos EUA, importante dirigente da Al Qaeda no Brasil.

    Foi designado, para tal operação, um integrante de uma das Secretarias Estaduais da ABIN. Ele ficou responsável pela condução de toda a operação, inclusive dando treinamento e realizando a infiltração de pessoas– que, notem, receberam pagamento por seus serviços, com a famosa verba secreta da ABIN. Ocorre que pelo menos um dos contratados para a operação de contraterrorismo, recrutado para infiltração, segundo Tognolli,era ninguém mais que um parente, em linha direta, do próprio responsável pela operação. Que fica registrado: nepotismo com verba secreta para se chegar a alguém considerado, pelos serviços secretos dos EUA, importante dirigente da Al Qaeda no Brasil.

    Registre-se também que as fontes humanas daquela operação, (principalmente o parente do integrante da Secretaria Estadual da ABIN) receberam valores finais superiores àqueles pagos pela agência a seus agentes especiais em ocasiões nada menos especiais. Nada espartano… Tais impropriedades são rigorosamente proibidas pela doutrina de inteligência. E também pelo próprio Regimento interno da ABIN, bem como manuais internos de contraterrorismo e Operações de Inteligência da agência. Nesses casos, o que é preconizado pela doutrina e legislação de inteligência é o seguinte:

    1) É proibida a participação de parentes de integrantes da ABIN diretamente em suas operações de inteligência, bem como o seu pagamento com verba sigilosa.

    2) Somente em casos excepcionalíssimos, devidamente comprovados, nos quais tais situações sejam imprescindíveis, é que tais operações podem ser aprovadas, desde que o eventual integrante da ABIN, envolvido diretamente nessas operações e que tenha parentesco com uma ou mais fontes, seja imediatamente substituído por outro servidor da agência; a exemplo do que ocorre na justiça, quando um magistrado deve obrigatoriamente declarar-se impedido ao receber um processo para julgamento em que um dos envolvidos seja um parente seu.

    3) Proibições de nepotismo não existem por acaso e são preconizadas também nos serviços de inteligência mais eficientes de outros países, em função dos vários e graves desvirtuamentos – principalmente corrupção e ineficiência – que essa prática invariavelmente provoca.

    Destaco ainda que, a despeito de terem ciência dessas impropriedades e proibições da própria ABIN, o Diretor-Geral e o Diretor do Departamento de Operações de Inteligência aquiesceram aquelas ilicitudes. Tudo com protocolar elaboração e posterior aprovação, em 2006.

    Em 2008, o novo Diretor de Contraterrorismo da ABIN, ao assumir sua função e tomar conhecimento dessas impropriedades, instaurou sindicância interna na ABIN. As acusações eram de nepotismo e malversação de recursos públicos. Foi salientado o abuso que era pagar os “colaboradores” acima dos valores praticados na agência. O integrante responsável pela condução da operação defendeu-se argumentando que o respectivo plano de operação havia sido elaborado pelo Diretor do Departamento de Operações de Inteligência e devidamente aprovado pelo Diretor-Geral da ABIN, em 2006, e que ambos tinham conhecimento de tudo. Portanto, ele não havia cometido qualquer ilicitude. O imbróglio se agravou ainda mais.

    Porque, posteriormente, o integrante responsável pela condução da operação de contraterrorismo, por interesse próprio, solicitou à Direção da ABIN afastamento remunerado de suas funções na agência, no que foi autorizado e, pasmem: seu pedido foi acolhido!

    O Diretor de Contraterrorismo da ABIN determinou que o afastado transferisse a condução das operações de contraterrorismo para outro integrante da ABIN que fora designado. Ele não obedeceu, afirmando que, afastado oficialmente da agência, isso não lhe cabia. Mas completou dizendo que “mesmo afastado, continuava conduzindo, normalmente, as operações de contraterrorismo”.

    Parece piada, não? E nada foi feito pela direção da ABIN.

    Mas o imbróglio agravou-se ainda mais. Varado de indignação e sentindo- se desrespeitado, o Diretor de Contraterrorismo da ABIN determinou verbalmente o cancelamento das operações de contraterrorismo. E suspendeu os pagamentos das fontes humanas e, evidentemente, do seu parente.

    É importante enfatizar que nem o Diretor de Contraterrorismo da ABIN, nem qualquer outro dirigente pode ordenar a abertura ou o cancelamento de qualquer operação de inteligência. Somente o Diretor-Geral da ABIN. Mas, nas operações de inteligência da ABIN é assim: cada um faz o que quer.

    A história, no entanto, não se esgota aqui. Face a suspensão dos pagamentos com verba sigilosa, os prejudicados e, principalmente seu parente, foram reclamar com o integrante da ABIN que estava afastado de suas funções.

    Ele decidiu, então, arcar pessoalmente com os custos dos pagamentos das fontes humanas das operações de contraterrorismo da ABIN, conduzindo- as completamente à revelia da diretoria-geral da agência.

    Passados alguns meses, e ainda com as operações de contraterrorismo da ABIN sobre a Al Qaeda no Brasil em completa ilicitude, o tal integrante da ABIN estava pessoalmente endividado. E começou a reclamar, oficialmente e por escrito, ao Diretor de Contraterrorismo da ABIN, e também ao Diretor- Geral. Cobrava deles o ressarcimento dos valores que ele pagou às fontes humanas, incluindo juros, IOF, etc dos seus endividamentos pessoais.

    Em expedientes ao Diretor-Geral da ABIN ele faz gravíssimas acusações, dentre elas: que determinado superintendente Estadual da ABIN, faltou com a verdade, promovendo calúnia e difamação contra ele, não merecendo pertencer nos quadros de dirigentes da ABIN; que o diretor de contraterrorismo e a ABIN abandonaram fontes humanas em operações de Inteligência sensíveis, criando vulnerabilidades para o Estado brasileiro, deixando de cumprir as normas regulamentares da Abin no que diz respeito à condução das operações de Inteligência, que se reserva o direito de peticionar em outras esferas superiores do Estado brasileiro, e que fazia os registros para proteger sua integridade física e moral.

    Essa operação foi aprovada em 2006 pelo Diretor-Geral da ABIN, Márcio Paulo Buzanelli, cujas ilicitudes perpassaram também pela gestão dos seguintes Diretores-Gerais da ABIN, que o sucederam: Mauro Marcelo, Paulo Lacerda e Wilson Roberto Trezza.

    Fica claro que a ABIN tem muitas contas a prestar, perante o ordenamento jurídico e as instituições fiscalizadoras da atividade de inteligência no Brasil.

    https://br.noticias.yahoo.com/blogs/claudio-tognolli/ezxclusivo-arapongas-da-abin-deixaram-terrorista-183413278.html

    eu não disse:

    senhores… o atual pais fantoche do Iraque esta sendo usado pelas forças ocultas de sempre para tentar fabricar motivos para seu grupo de mercenários teleguiados(EL) executar ações terroristas por este pais….o objetivo é atingir o atual governo que busca ingressar e fazer vingar os Brics e estabelecer alianças e acordos estratégicos com seus integrantes…tanto eles como todos nós aqui sabemos bem que este pais buc@#$ é completamente vulnerável a ações terroristas ….não temos a mínima capacidade ou condições de lidar com movimentações terroristas por estes pais…eles sabem disso e estão tentando explorar……a inteligência deste pais já sabe de células terroristas atuando por aqui obscuramente…o negocio é apenas mantido abafado e oculto do publico….

shared on wplocker.com