Defesa & Geopolítica

Eisa nega encerrar atividades e promete pagar salários atrasados em julho

Posted by

A direção do Eisa (RJ) informou, nesta terça-feira (15), que pretende regularizar, até o final de julho, os salários e o ticket-alimentação de seus funcionários referentes a junho. Embora esteja com suas operações paralisadas, o estaleiro garantiu que não existe intenção de encerrar as atividades, sobretudo pela “carteira de encomendas robusta e bons clientes”. De acordo com o Eisa, os funcionários estão de licença remunerada aguardando uma resolução do acionista quanto ao retorno de suas atividades.

A direção do Eisa ressaltou que está trabalhando junto a investidores para obter os recursos necessários e retomar suas operações nas próximas semanas. “O atraso no pagamento da folha, que até agora soma nove dias, deve-se à dificuldade momentânea de fluxo caixa do estaleiro, por conta principalmente da inadimplência de alguns armadores responsáveis por parte das encomendas ao Eisa”, informou o estaleiro por meio de nota.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro, cerca de três mil funcionários do Eisa estão de férias coletivas. A volta ao trabalho estava prevista para a última segunda-feira (14), mas o estaleiro adiou o retorno para o dia 28 de julho.

Na ocasião, uma manifestação dos trabalhadores do Eisa terminou com bombas lançadas pelo Batalhão de Choque. O sindicato informa que centenas de metalúrgicos caminhavam pela Estrada do Galeão, no bairro da Ilha do Governador, para denunciar o atraso no pagamento de salário, ticket-refeição e 1/3 de férias.

Para esta quarta-feira (16), o sindicato e trabalhadores do Eisa organizam uma manifestação no centro do Rio, com concentração a partir das 14 horas, na Candelária, de onde sairão em caminhada até o Ministério do Trabalho para cobrar um posicionamento da justiça.

Fonte: Portos e Navios

One Comment

shared on wplocker.com