Defesa & Geopolítica

Mossad trabalha com sauditas sobre planos de contingência para um possível ataque ao Irã

Posted by

“Se as potências mundiais não chegarem a um acordo com o Irã sobre o seu programa nuclear, as cartas para uma alternativa militar por parte de Israel estarão de volta à mesa.”

Herb Keinon

The Jerusalem Post

Fonte diplomática afirma que sauditas estão furiosos com o Irã por causa de seu programa nuclear e estão dispostos a dar a Israel “toda a ajuda de que necessita.”

O Mossad está trabalhando com autoridades sauditas num plano de contingência para um possível ataque ao Irã no caso de o programa nuclear iraniano não ser suficientemente controlado.

Jerusalém e Riad têm manifestado desagrado com as negociações entre o Irã e o grupo de potências mundiais, na qual eles veem como fazendo pouco para parar o progresso do Irã rumo a uma arma nuclear.

Segundo o Times, Riyadh já deu o seu consentimento para Israel usar o espaço aéreo saudita para um possível ataque ao Irã.

O jornal citou uma fonte diplomática dizendo que os sauditas estavam dispostos a ajudar um ataque israelense por meio da cooperação sobre o uso de drones, helicópteros de resgate e aviões-tanque.

“Uma vez que o acordo de Genebra for assinado, a opção militar estará de volta a mesa. Os sauditas estão furiosos e dispostos a dar a Israel toda a ajuda de que necessita “, citou uma fonte ao jornal Times.

O primeiro-ministro Netanyahu disse em uma entrevista ao jornal francês Le Figaro que há um “encontro de mentes” entre Israel e os “principais estados no mundo árabe” sobre a questão do Irã.

“Todos nós pensamos que o Irã não deve ser autorizado a ter as capacidades para fabricar armas nucleares. Nós (Israel e Arábia Saudita) acreditamos que se o Irã tiver armas nucleares, isso poderá levar a uma corrida armamentista nuclear no Oriente Médio, tornando o Oriente Médio um barril de pólvora nuclear.”

“Nós vivemos aqui”, disse ele. “Nós sabemos algo sobre esta região. Sabemos muita coisa sobre o Irã e seus planos. Vale a pena prestar atenção ao que dizemos”…

Fonte: The Jerusalem Post via Cavok  

19 Comments

shared on wplocker.com