Defesa & Geopolítica

Presidente da Colômbia pede esforço de governos contra consumo de drogas

Posted by

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, pediu aos governantes de outros países que assumam maior responsabilidade no combate às drogas, com maior ênfase em medidas que contenham o consumo.

“Enquanto as pessoas usarem cocaína no Reino Unido, em Nova York ou em Paris, nós continuaremos sofrendo”, afirmou Santos em entrevista à BBC.

“(O consumo de drogas) É um problema de segurança nacional, porque ele financia todos os grupos ilegais. É preciso combater toda a cadeia.”

Santos, que realiza visita à Grã-Bretanha, disse que a Colômbia não conseguirá vencer sozinha a “guerra” contra as drogas.

“Esperamos mais colaboração e mais co-responsabilidade de outros países. Temos que olhar para esse problema de uma maneira abrangente e global”, afirmou o presidente colombiano.

Santos reconheceu que seu país ainda tem muito o que fazer contra os traficantes de drogas, mas disse que o Estado conseguiu dominar boa parte da situação, desmantelando os cartéis.

“A Colômbia era praticamente dominada pelos cartéis das drogas, que tinham a democracia a seus pés. Hoje, eles não existem mais, e todos os seus líderes estão mortos ou na cadeia”, afirmou o presidente.

Farc

Sobre as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), Santos disse à BBC que, além de ações militares, o governo buscou combater os guerrilheiros diminuindo sua popularidade, adotando uma política social “agressiva”, com o foco na erradicação da pobreza extrema.

“Estamos fazendo várias coisas que, anos atrás, eles (as Farc) reivindicavam para o país, como a restituição de terra aos camponeses, os pagamentos de reparações a vítimas (dos conflitos)”, afirmou o presidente. “Estamos tirando cada um dos argumentos (dos guerrilheiros) para manter a guerra.”

No início de novembro, o governo colombiano anunciou a morte do líder das Farc, Alfonso Cano, em uma operação militar.

Na ocasião, Santos afirmou, em discurso na televisão, que este foi “o golpe mais devastador” que o grupo já sofreu e pediu que as Farc encerrem suas atividades.

Fonte: BBC Brasil

15 Comments

  1. Gustavo G says:

    Isso ae.. eu gosto desse novo presidente colombiano… ele também acha que é melhor resolver a questão em sua raiz… e não se limitar apenas no combate á podução… porque um pais com uma vasta regiao amazonica, havendo demanda sempre vai ter alguém que conseguirá produzir…
    belo exemplo da colombia… prender traficante e queimar plantação é um gasto infinito… deve-se combater a base desse problema social… a pobreza a desinformação e a ausência do estado…. eu axo um absurdo ficar gastando milhares de dinheiros contra o trafico… invista-os em educação e inclusão social, o resultado será muito maior… esse é um argumento dos que defendem a legalização da maconha, eu não sou partidario dessa causa, mas acredito no fundamento desse argumento e acho que não deve ser ignorado…
    .
    Só resta saber se os colombianos se arrependeram de distribuir para os estados unidos vários pedaços de solo americano(as bases). estratégiamente posicionadas no centro da américa latina… um ataque aos vizinho partindo dali seria o lugar ideal….
    Elas poderiam voltar ao poder dos colombianos….

  2. Adriano says:

    Golpe devastador nas FARC… coisa de bobo dizer isto.
    E cadeia para usuários, pois vejam ele já esta chamando a OTAN para cá com esse discurso.

  3. capa preta says:

    Gustavo G disse:
    22/11/2011 às 23:03
    tem toda razão compatriota, se tem demanda tem oferta,e se não combatermos ao aliciamento da garotada estaremos so enxugando gelo, e aos defensores da liberação de drogas, que arquem então com o custo de hospitais superlotados de noias, e zumbis humanos perambulando pelas cidades, POIS DROGAS FAZEM MAL A SAÚDE, todas elas, licitas, e ilicitas pior pois fazem mal a toda sociedade !!

  4. capa preta says:

    eu defendo que se mostre cenas de autopsia de dependentes vitimas de overdose nas escolas, ” mas capa, que horror,vai chocar as criancinhas, papai não gosta, mamãe não quer”, situações extremas medidas desesperadas, muitos dos viciados de hoje serão os pais e mães de amanhã, se nada for feito de forma energica, e não com comerciais bonitinhos de mãozinhas coloridas, a situação fai ficar fora de controle

  5. lucena says:

    O IMPÉRIO DO NARCOTRÁFICO
    .
    Ele é forte,controla governos e mentes,a Colômbia que o diga;se não fosse o tal monstro do narcotráfico;Inglaterra,Russia,China ,EUA,França,…,etc;não venderia tanta arma para os tráfico internacional das drogas e nem fabricariam uma guerra em cima deste tema,hoje as bases americanas na Colômbia com o W.Bush e no passado, a invasão do panamá na era de Ronald Reagam,a história conta muito bem essas coisas.
    .
    Eis o caso do México,bem ao lado dos EUA,o maior consumidor de drogas do mundo;más já irão perder o posto para os chineses…pois é ,até isso também.

  6. pe de cao says:

    o colombiano so foi la fazer discurso pra ingles ver e dar mais dinheiro no combate as drogas ja tem base americana lá ja tem guerrilhiros dominando metade do pais e já tem um presidente fantoche a colombia na verdade ja deve ter uma par de usuario tambem entao se vira nos trinta tao vendendo a colombia faz tempo ele so foi vender mais um pouco agora para otam mas como eles estao em crise talves ele o presidente colombiano tenha que almentar o discurso como fez o mexicano

  7. dhou says:

    A MELHOR liberar o produto,ai o preço baixa e ninguem mais vai se interesar,acaba o traficante a criminalidade,pois usa mesmo quem é troxa e quer,quem não quer jamais vai usar,quanto mais reprender mais caro fica e mais bandidos e traficandes pois ai compença o risco,pois não estamos na china,lá sim rola a cabeça,e mesmo assim ainda tem os que se ariscam,é o fator preço,quanto mais reprenção mais sobe o preço do produto,alguns traficantes gostam quando a policia pega forte pois da valor ao produto.

  8. Gustavo G says:

    dhou não sei se você foi irônico…. mas seu argumento tem muito sentido…
    quem nao quer ser um drogado nunca será, e se for…. que arque com as consequencias…. mas o combate ao tráfico é uma causa perdida…
    Cadê a familia? eu tenho… esses drogados tem? eu acho que não… as vezes tem um pai ou uma mãe que acham que cumprem os seus respectivos papeis, mas são na verdade outros derrotados que não tiveram capacidade de ensinar o certo ao seus filhos…
    A responsabilidade para esse enorme consumo não é por causa do fácil acesso á droga, mas sim por causa desse estilo de vida “pós moderno” que gera tantas pessoas infelizes e descomprometidas com com a ética e a boa convivência… a droga é só um reflexo da decadência do nosso modelo social…. não é a causa da decadencia…

  9. Se acabar o mercado consumidor, acaba o produtor…e como tem consumidor desta mlerda. Sds.

  10. caiozin says:

    DINHEIRO PARA A DEFESA DA AMAZÔNIA VAI SER QUASE(DEZ) VEZES MENOR EM 2012!!!
    http://www.defesanet.com.br/fronteiras/noticia/3686/Verba-para-Amazonia-cai-de-R$-1-bilhao-para-R$-105-5-milhoes

  11. lucena says:

    sr.dhou,
    .
    Como o senhor coloca o comercio das drogas,como se elas fossem um produto qualquer más na verdade não é,não se compra drogas como se fosse bananas,não é tão simples assim.
    .
    A banana se você come um ou duas e não gosta então pronto,se substituí por outra fruta,alás as frutas se pode fazer até sorvetes e doces;você já imaginou da maconha e da cocaína ser feita tais iguarias,as criança iriam adorar…..já imaginou?
    .
    Se liberá as drogas como a Holanda fez e depois se arrependeu,o primeiro impacto recai sobre as classes menos favorecidas pois o governo não teria tanto recursos para clinicas de tratamento de drogas tão potentes;basta vê os Alcoólicos Anônimos,que quase em todo bairro têm,só que cachaça n~e é água e nem cocaína.
    .
    O poder destruidor e de dependência do crack é extraordinário alto, altíssimo;logo simplificar o problema das drogas como alguns querem é extraordinariamente perigosos.
    .
    Partindo do princípio que as suas colocações, foram mais um sarcasmo;más lembro que,com a droga não se brinca,se combate até ela acabar,bem como todos aqueles que ganham com a “pedra-do-cão”
    .
    .
    Que Deus te proteja e toda a tua família dessa maldição!
    .
    .
    abraços.

  12. pe de cao says:

    é aquele negocio uns acreditam no papinho de ongns no combate ao desarmamamento outros no combate ao desflorestamento e outro no combate as drogas outros no combate a energia nuclear o que eu acho que o Brasil teria que ter atitudes soberanas mas como o seu povo é muito influenciavel pelo marketing das midias vendidas então fica dificil.

  13. Blue Eyes, Na Resistência says:

    Não é da politica dos conservadores a liberação das drogas e sim dos socialistas… é só imaginar o porque… simples assim… na pratica, os socialistas aparentam ter razão… o grande X da questão é que ninguem ainda testou a viabilidade de uma politica assim a medio e longo prazo… liberação total… sei não…

  14. Gustavo G says:

    Lucena aonde voce viu que a holanda se arrependeu?
    quero uma sequer fonte…
    o único porém que surgiu foi um grande aumento no número de turistas que estavam apenas em busca de cannabis, e isso tava gerando muito problema..
    agora eles so vendem para holandeses.. mas ainda vendem..
    entao falar que eles se arrependeram é uma ingenuidade..
    Pelo contrário, cada vez mais paises seguem seu caminho, como a espanha, inglaterra, canadá, bélgica, dinamarca, suécia, ARGENTINA(está no caminho) e alguns estados Americanos Como a california…
    .
    A gente nao ve muita menção a isso por aqui no brasil né? esse bando de evangélico e católico não deixa fatos como esse sob o conhecimento de seu rebanho…

  15. Blue Eyes, Na Resistência says:

    Nem entre os socialistas temos unanimidade… sinal que alguns são inocentes e outros maquiavelicos sinistros… sinal dos tempos… quem se habilita a que?…

shared on wplocker.com