Defesa & Geopolítica

OTAN não agirá mais na Líbia sem mandato de organismos internacionais

Posted by

A Otan deixará de agir na Líbia após o processo de transição, a menos que os organismos internacionais peçam sua ajuda, afirmou neste sábado o presidente de seu Comitê Militar, o almirante Giampaolo Di Paola, em uma coletiva de imprensa em Sevilha.

As operações da Otan na Líbia “contribuíram para estabelecer as condições para uma solução política da crise líbia”, afirmou o militar italiano.

“Estamos em um momento no qual se vislumbra o fim, mas não vamos estar presentes na Líbia por mais um minuto quando a transição terminar”, afirmou Di Paola ao fim de uma reunião de dois dias dos 28 responsáveis da Defesa dos países da Aliança na cidade espanhola.

“Não vamos estar lá sem um papel necessário que responda ao pedido dos organismos internacionais”, assegurou, reafirmando a determinação da Otan de não agir unilateralmente.

A Conferência de Sevilha, principal encontro dos responsáveis militares da Otan antes da reunião ministerial de Defesa de outubro em Bruxelas, esteve centrada no papel da Aliança após a chamada “primavera árabe” e nas operações no Afeganistão.

Com o objetivo de conquistar uma estabilidade duradoura no Afeganistão e em sua região, a Aliança desenvolve uma cooperação com o Paquistão.

Fonte: UOL

20 Comments

shared on wplocker.com