Defesa & Geopolítica

Avião-robô flagra crime ambiental em voo de teste em SP

Posted by

http://2.bp.blogspot.com/_g7S3WQKVBvA/Sl48zk8vAiI/AAAAAAAADnU/j3gtqGTFQtw/s400/Veiculo+Aereo+Nao+Tripulado+Policia+Federal+Brasil.jpgAparelho fez imagens que provaram alteração de margens de rio.

Dono de fazenda e de porto de areia foram multados.

Um avião-robô que ainda está sendo testado pela polícia voltou do primeiro voo com o flagrante de um crime ambiental no interior de São Paulo. Três equipamentos iguais são testados pela Polícia Ambiental em voos experimentais de patrulha. A Polícia Federal também tem um projeto de pequenos aviões não tripulados. O plano é começar em setembro o uso destes equipamentos voadores na fiscalização de fronteiras.

O avião desenvolvido pela Universidade de São Paulo em São Carlos, no interior do estado, tem computador de bordo e um câmera capaz de fazer imagens até durante a noite. Tudo é enviado na hora para uma estação em terra. Funciona com controle remoto e no piloto automático.

“Ele obedece toda marcação que é feita tanto em termos de altitude, longitude e latitude. Então ele consegue determinar pontos específicos onde ele deve fazer fotografia ou onde deve fazer filmagem”, disse a pesquisadora Kalinka Castelo Branco, pesquisadora da USP.

O interesse da polícia pelo aparelho cresceu assim que o avião voltou do voo de testes com flagrantes de crimes ambientais. Imagens mostram uma área degradada do rio Mogi-Guaçu, no interior de São Paulo. A comparação com imagens de satélites feitas há oito anos mostra que o rio teve o curso alterado pela ação de dragas.

Os donos de uma fazenda que drenou uma várzea protegida por lei e o dono de um porto de areia foram multados e vão responder por crime contra o meio ambiente.  “A área terá de recuperada por meio de projeto dentro de um prazo que se não for cumprido pode ensejar novas sanções”, disse capitão da Polícia Ambiental, Luiz Gustavo Biagioni. “Tecnologia é fundamental para melhorar opadrão de qualidade de seu serviço”, disse o comandante da Polícia Militar, coronel Gilmar Ogawa.

Fonte: G1

11 Comments

shared on wplocker.com