Defesa & Geopolítica

Enchentes no Rio – Hospital de Campanha da Marinha inicia atividades

Posted by
http://cavok.com.br/blog/wp-contents/uploads/2010/02/AIR_AS532_Super_Puma_Brazil_Navy_lg.jpg
Viaturas da Marinha se deslocam com material em direção à cidade de Nova Friburgo

Em atenção à solicitação do Governo do Estado do Rio de Janeiro, em face da grave situação gerada pelas chuvas ocorridas na região serrana, a Marinha do Brasil, autorizada pelo Ministério da Defesa, iniciará hoje (14/01) atendimento no Hospital de Campanha (HCamp) de Nova Friburgo.

O Hospital de Campanha contará com seis ambulâncias, duas delas UTI completas. Vinte e dois médicos e profissionais da área de saúde realizarão os atendimentos. No efetivo médico, estão oito clínicos gerais, três ortopedistas, cinco cirurgiões, três pediatras e três anestesistas, além de outros profissionais da área de saúde. Ocorrerá também a participação de quinze voluntários pertencentes à Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais, que atuarão em serviços de organização interna do HCamp.

Além da equipe médica, Fuzileiros Navais e viaturas militares auxiliam as atividades logísticas para o funcionamento da unidade hospitalar compondo o Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais, que se encontra na região de Nova Friburgo, desde o fim da tarde de ontem (13/01), quando foram iniciados os trabalhos de montagem do HCamp. Alguns militares deste contingente foram solicitados em apoio aos trabalhos de resgate nas áreas mais críticas.

Helicóptero “Super Puma”

Helicóptero “Esquilo”

Nesta sexta-feira, a Marinha do Brasil continuará  prestando apoio de transporte do Pessoal da Força Nacional de Segurança com o  helicóptero UH-14 “Super Puma” e apoio de resgate às vítimas com 2 aeronaves UH-12 “Esquilo”.

Ontem (13/01) aeronaves foram utilizadas no transporte de equipes do Corpo de Bombeiros e outros 16 militares da Força Nacional de Segurança a Nova Friburgo. Os Bombeiros foram levados a quatro localidades distintas, mas em três delas os moradores se recusaram a deixar suas casas. No último local, foram resgatadas duas senhoras.

Fonte: Marinha do Brasil


10 Comments

shared on wplocker.com