Defesa & Geopolítica

Os Escribas, O Quarto Poder E O Ministério Público. Por Marcos Barbosa

Posted by


http://www.studref.de/zips/doc/MARIONET.JPGPor muitos séculos os Doutores da Lei dominaram o mundo judaico-cristão; por algumas décadas os tecnocratas.

Durante o reinado dos Doutores da Lei, foram criando sofismas com as leis divinas e quando estes não serviam mais para enganar, continuaram sofismando com as leis humanas.

Mas sempre tiveram por traz do exercício do poder o apoio incondicional dos escribas. Os fariseus, que atualmente são os intelectuais do contorcionismo ideológico, sempre se fazem acompanhar de escribas menos ou mais iluminados.

Anônimos, vivendo nas sombras, os escribas antecessores dos jornalistas davam suporte ao exercício do poder para os políticos ou tiranos do passado.

Está passando da hora dos jornalistas, escritores e poetas, enfrentarem a realidade nua e crua do exercício do poder político. Alguns intelectuais são idealistas e podem ser encontrados exercendo as profissões de sociólogos, economistas, cientistas, religiosos, jornalistas e escritores. Os mais esclarecidos são ao mesmo tempo verdadeiros filósofos.

Se Platão ressuscitasse, ou se a República de Platão fosse ensinada nas escolas, estes homens seriam convocados a assumir a direção da humanidade. O verdadeiro poder temporal só será bem exercido se a competência e o conhecimento vierem revestidos com a verdadeira sabedoria, porque esta é ligada ao aspecto espiritual do homem.

Algum jornalista escreveu há alguns anos atrás, que a imprensa é o Quarto Poder da democracia e os estudantes e operários representam o Quinto Poder. Podemos estar enganados nesta definição dos poderes da democracia.

Sabe-se hoje que o Ministério Público disputa este espaço com a imprensa. Se os promotores de justiça continuarem dignos da incumbência de promoverem a aplicação da lei, em pouco tempo a história provará a necessidade de se constituir oficialmente o Ministério Público como o Quarto Poder. Nesta nova classificação, a imprensa infelizmente vai pros quinto, e os estudantes e operários vão para a sexta colocação.

Pensando bem, até que alguns homens, que pintam diariamente a imprensa de marrom, merecem ir para os quintos dos infernos, mas os estudantes e operários não merecem a sexta colocação e com perdão do trocadilho, muito menos uma cesta básica. Merecem é mais dignidade.

Leia Também

Papa, Lula, Serra e o poder da imprensa

Marcos Barbosa

Jornalista,Poeta,Escritor,Produtor de conteúdo para blogs, home page,jornais ou revistas online …etc.

Marcos Barbosa escreve também no site europeu, netlog: www.netlog.pt/mbs1370

Sugestões: Gérsio Mutti


http://colunistas.ig.com.br/ricardokotscho/2010/03/30/papa-lula-serra-e-o-poder-da-imprensa/

26 Comments

shared on wplocker.com