Defesa & Geopolítica

Lockheed Martin desenvolverá sistema de lançamento terrestre para míssil planador de impulso hipersônico

Posted by

 

Empresa americana Lockheed Martin para desenvolver míssil hipersônico lançado no solo. (Fonte da imagem Lockheed Martin)

 

Tradução e adaptação- E.M.Pinto

De acordo com um contrato publicado pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos em 8 de janeiro de 2021, a Lockheed Martin Corp., Missiles and Fire Control, Grand Prairie, Texas, está recebendo uma modificação de contrato de US $ 58.9milhões acrescido do contrato anterior.

As empresas americanas Lockheed Martin, em colaboração com a Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa dos Estados Unidos (DARPA), lançaram o programa Operational Fires (OpFires) para desenvolver e demonstrar um novo sistema lançado do solo que permite que armas de planagem hipersônica penetrem nas defesas aéreas inimigas modernas e rapidamente e engajando com precisão os alvos críticos sensíveis.

A arma hipersônica Boost-Glide é uma tecnologia que permite que uma ogiva  seja inicialmente acelerada usando um foguete planando sem propulsores na fase final até seu alvo em velocidades maiores que cinco vezes a velocidade do som.

OpFires busca desenvolver um impulsionador avançado capaz de entregar uma variedade de cargas úteis em uma variedade de missões. As considerações adicionais incluem a necessidade de plataformas móveis de lançamento terrestre compatíveis, permitindo a integração com as forças terrestres e infraestrutura existentes. Além disso, atributos específicos do sistema necessários para rápida implantação e redistribuição dos sistemas. O programa OpFires conduzirá uma série de testes de subsistemas projetados para avaliar o projeto do componente e a compatibilidade do sistema, e culminará em testes de vôo integrados do início ao fim das fases de desenvolvimentos e avaliações.

Um míssil hipersônico pode voar a uma velocidade de Mach 5 (6.200 km / h) ou superior, enquanto um míssil de cruzeiro padrão pode voar a uma velocidade máxima de 800 a 900 km / h. Alguns mísseis hipersônicos russos, como o Kh-47M2 Kinzhal, serão capazes de atingir velocidades de Mach 10 (12.350 km / h). Devido à sua alta velocidade, um míssil hipersônico não pode ser interceptado por sistemas modernos de defesa aérea.

Os engenheiros da OpFires estão projetando OpFires com acessibilidade em mente, reutilizando subsistemas de fogo de precisão comprovadas. Por exemplo, eles estão adaptando a eletrônica do Sistema de Foguete de Artilharia de Alta Mobilidade (HIMARS) e subsistemas de fogo de precisão para interoperabilidade com a infraestrutura do Sistema de Dados Táticos de Artilharia de Campo Avançada do Exército dos EUA.

 

Fonte: Army Recognition

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shared on wplocker.com