Defesa & Geopolítica

Sea Machines Robotics desenvolverá protótipo de embarcações de reabastecimento de aeronaves VTOL autônomas para o DoD dos EUA

Posted by

O estaleiro russo Vyborg instalou o navio da guarda costeira da classe de gelo Purga do projeto 23550 925 001

Visão artística de unidades autônomas de Ponto de Arme e Reabastecimento (FARP) para uma Plataforma de Projeção Marítima Anfíbia (AMPP). (Fonte da imagem Sea Machines)

 

Tradução e adaptação- E.M.Pinto

De acordo com um comunicado à imprensa publicado em 5 de outubro de 2020, a Sea Machines Robotics, sediada em Boston, está desenvolvendo o sistemas autônomos de comando e controle para embarcações de superfície, após o anuncio da adjudicação  de um contrato plurianual da Unidade de Inovação em Defesa (DIU) do Departamento de Defesa (DOD). O contrato visa desenvolver um protótipo de embarcações de reabastecimento de aeronaves VTOL (decolagem e pouso vertical) autônomas.

O objetivo principal do acordo dar inicio ao desenvolvimento de um protótipo que permitirá que barcaças marítimas comerciais sejam transformadas em unidades autônomas de Ponto de rearme e Reabastecimento (FARP) para uma Plataforma de Projeção Marítima Anfíbia (AMPP).

Sob este acordo, a Sea Machines irá projetar, construir e demonstrar os kits de sistema prontos para implantar em quaisquer embarcações  e que permitem a operação autônoma e autopropelida de barcaças oportunisticamente disponíveis que servirão de plataformas para pouso e reabastecimento de aeronaves militares. Os kits incluirão sistemas de controle e comando autônomo SM300 da Sea Machines, propulsão de barcaças, sensoriamento, posicionamento, comunicações e equipamento de reabastecimento, bem como itens necessários para implantação global. Cada kit modular atenderá aos critérios da Marinha dos EUA e estará em conformidade com as classificações e regulamentações dos órgãos de aviação do DOD.

O contrato inclui uma fase de demonstração do conceito, com a opção de seguir as fases de implantação dos Kits Operacionais SM300. A demonstração do conceito está programada para o quarto trimestre de 2020, no estado de Washington, para a qual a Sea Machines se associou à FOSS Maritime, um provedor líder de transporte marítimo e logística com sede em Seattle. A FOSS fornecerá arquitetura naval, engenharia de suporte e gerenciamento de operações para equipar uma barcaça de convés comandada remotamente para pousar helicópteros a qual hospedará um posto de abastecimento para aeronaves, navios de superfície e reabastecimento em terra. Usando o SM300, os operadores em terra terão consciência situacional remota e serão capazes de demonstrar as capacidades de comando e controle remotos da embarcação, seus sistemas operacionais e cabine de comando.

A Sea Machines é a principal contratada e está trabalhando em estreita colaboração com a FOSS Maritime e outros líderes importantes da indústria, incluindo Huntington Ingalls, a maior empresa de construção naval militar da América e fornecedora de serviços profissionais, a qual está sediada em Newport News, Va. Além destas a associação inclui a Bell Flight, produtora de aeronaves comerciais e militares  de pouso e decolagem verticais a qual opera a partir de Fort Worth, Texas.

“Os sistemas de reabastecimento autônomo AMPP resolverão os desafios logísticos críticos das missões expedicionárias. Temos o prazer de habilitar essa capacidade inovadora, que aumentará a eficácia e flexibilidade para os militares dos EUA ”, disse Phil Bourque, diretor de vendas da Sea Machines.

O trabalho faz parte do projeto Joint Capability Technology Demonstration (JCTD) do DOD, Resilient Expeditionary Agile Littoral Logistics (REALL). Financiado pelo Gabinete do Secretário de Pesquisa e Engenharia de Defesa, o Programa JCTD aborda as lacunas do Comando Combatente (CCMD) e da guerra conjunta por meio da prototipagem e demonstração de tecnologias inovadoras e revolucionárias. Os seguintes escritórios estão envolvidos na definição de requisitos de desempenho e desenvolvimento de capacidades para REALL: Comando Central dos EUA, Comando de Transporte dos EUA, Laboratório de Guerra do Corpo de Fuzileiros Navais, Centro de Engenharia de Instalações Navais e Guerra Expedicionária, Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Engenheiros do Exército e Centro de Guerra de Aviação Naval – Lakehurst.

 

Fonte: Navy Recognition

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shared on wplocker.com