Defesa & Geopolítica

Exército Brasileiro participa da primeira missão brasileira de instrução militar na Rússia

Posted by

dsc_0143-jpg

Moscou (Rússia) – Após 188 anos de relações diplomáticas entre o Brasil e a Rússia, com períodos de aproximação e distensão, o Exército Brasileiro contribuiu para o aprofundamento da cooperação entre os dois países, por meio da primeira missão de instrução militar do Brasil na Rússia.

article-15

A missão aconteceu no segundo semestre de 2016, início do ano letivo na Rússia, por meio do envio de militar brasileiro para o ensino de Língua Portuguesa na Universidade Militar de Moscou (VUMO – Voyennyy Universitet Ministerstva Oborony).

article-13

O Tenente-Coronel Flávio César de Siqueira Marques, militar brasileiro designado, relatou que, atualmente, a vertente de Portugal é ensinada na Universidade, em virtude de históricas missões militares russas em países africanos, como Angola e Moçambique.

article-8

O militar avaliou que o ensino da Língua Portuguesa, com as peculiaridades empregadas pelas Forças Armadas do Brasil, abre caminhos para o fortalecimento da cooperação entre os dois países, facilitando o aumento do intercâmbio entre o Brasil e a Rússia na área de Defesa.

article-14

As aulas da disciplina “Língua Portuguesa para Assuntos Militares” propiciaram extensão ao ensino universitário e consideraram a proficiência dos cadetes, que já estudam essa língua estrangeira por mais de dois anos. Dentre as oportunidades de complementação de ensino, destaca-se, como principal contribuição, o desenvolvimento de termos tipicamente militares, empregados em organizações militares e nas operações.

article-12

O ensino oferecido incluiu dinâmicas em grupo, dispositivos eletrônicos de apoio e jogos didáticos, nos quais os instruendos puderam treinar diversos aspectos da língua portuguesa, sempre considerando o vocabulário e a tradução militar.

article-11

A Universidade Militar de Moscou agradeceu ao Exército Brasileiro pelo apoio prestado na formação dos cadetes e relatou que é a primeira vez que a instituição recebe um militar estrangeiro, reconhecendo que o modelo poderá ser estendido a outros idiomas.

article-10

A disciplina “Língua Portuguesa para Assuntos Militares” foi ministrada de forma complementar ao calendário escolar da Universidade. Assim, foram empregadas várias técnicas de ensino, que favoreceram o rendimento em sala de aula.

article-9

Fonte: EB

4 Comments

  1. José Luiz Alves Cavalcanti says:

    Até que enfim.Porém, ainda é muito tímida as relações militares com a Russia,Precisamos quebrar de uma vez essa fobia instigadas em sua maioria por “parceiros ocidentais”.O MD precisa ter uma atitude de liberdade e determinação.

    • César Pereira says:

      Concordo,devemos procurar essas parcerias,sermos independentes temos muito a ganhar !

    • wandfig says:

      Concordo plenamente com vc ,se tivéssemos feito isso anos antes hoje estaríamos em melhor situação militar ,mas ainda não é tarde,basta que nossos lideres abrem as portas para novas oportunidades dos países além da Russia ,temos a China ,India e outros com grandes potenciais de integração .

  2. 1maluquinho says:

    Ainda não fez 6 meses que a cúpula de nossas forças armadas estava na Russia participando de reunião de entendimentos de alto nível com a cúpula do estado maior Russo.
    Inclusive acompanharam uma gigantesca manobra militar de simulação de guerra.
    O que essa matéria expõe é irrisório ao que se propõe como aproximação.
    A Russia é o pais com o maior numero de estrangeiros que falam Portugues.

shared on wplocker.com