Defesa & Geopolítica

Governo da Índia aprova pacote de armas.

Posted by

C-295

O conselho de aquisição de defesa da Índia aprovou a compra de 56 unidades dos aviões Airbus C-295W (versão equipada com winglets   nas pontas das asas e motores mais potentes) para substituírem os veteranos Hawker Siddeley HS 748-100 “Avro” no qual a Força Aérea Indiana (Bharatiya Vāyu Senā) opera um total de 59 unidades. Nos termos do contrato, 16 unidades da aeronave serão fornecidas na condição fly-away, com as 40 restantes sendo produzidas na índia através de transferência de tecnologia sendo fabricadas por um consórcio entre a Airbus e a empresa indiana Tata Advanced Systems Limited (TASL). Um fato curioso que marcou a assinatura do contrato foi que essa e a primeira vez que uma aeronave devera ser fabricada na índia por uma empresa privada em vez da Tradicional HAL.

226T

Também foi aprovada a compra de 197 unidades do helicóptero leve e multifunção Ka-226T para equipar a aviação do exercito Indiano, que deverão substituir a envelhecida frota de Helicópteros Chetak e  Cheetah  (Aérospatiale Alouette III  e SA 315B Lama respectivamente) fabricados sob licença na Inmdia pela  Hindustan Aeronautics Limited  no qual deverão desempenhar funções logísticas e de transporte de tropas sobretudo nas regiões de elevadas altitudes. A Kamov deverá fornecer 60 helicópteros em condição flyaway, enquanto as outras 137 aeronaves devem ser fabricadas na índia pela  Hindustan Aeronautics Limited – HAL.

M777_howitzer_rear

Alem das Aeronaves também foi efetivada a aquisição de obuses BAE Systems M777 155 mm o valor da compra e estimado em 470 milhões de dólares e devera ser feita através do FMS.

brahmos-supersonic-cruise-missile

 Para a marinha Indiana (Bharatiya Nau Sena) foi aprovada a compra de Mísseis de cruzeiro BrahMos, que serão destinados a equipar  à seis embarcações da Marinha Indiana provavelmente os navios da classe Talwar INS Talwar (F40) INS Trishul (F43) INS Tabar (F44) INS Teg (F45) INS Tarkash (F50) INS Trikand (F51).

2ugp7at

Também foi aprovado pelo  Conselho de Aquisição de Defesa da Índia  a construção do segundo porta-aviões de fabricação nacional INS Vishal.

FONTE: Bloomber Business

5 Comments

  1. helveciofilho says:

    É… parece que para aquelas bandas vai pegar fogo …rsrssr..

    • helveciofilho says:

      O fator China está sendo a mola que esta dando o dinamismo não só naquela região como para o resto do mundo ! … a Índia sabe muito bem disso.
      .
      .
      Só aqui na America Latina a mola chinesa movimenta bilhões de dólares no mercado latino … tal moeda americana aos poucos,irã ter que conviver com a moeda chinesa .. e depois ..puft ….rsrs
      .
      A Euroasia está para se tornar o maior centro econômico e financeiro do mundo, o eixo da economia mundial está se mudando do ocidente para o oriente de mala e cuia .. alias só a cuia . 😉
      .
      Até os dinossauros , a velha guarda dos falcões de Washington está, de forma velada veladamente; aceitando que a era do império sionista esta com os seus dias contados.
      .
      .
      *******************
      EUA acordam para a Nova Ordem (da Seda) Mundial
      .
      Parece que a imagem que disparou os sinos na cabeça dos verdadeiros Masters of the Universe foi o Exército de Libertação Popular, ELP – o exército chinês – ali, desfilando ombro a ombro com os militares russos, na Praça Vermelha, no desfile do Dia da Vitória. Nem no tempo da aliança Stálin-Mao Tse Tung tropas chineses desfilaram na Praça Vermelha.
      .
      (*)fonte: [ redecastorphoto.blogspot.com.br/ ]
      .
      .
      (…) O que se pode chamar de Grande Ásia Expandida já está tomando forma – não só de Pequim a Moscou, mas também de Xangai, centro comercial, para São Petersburgo, conexão para a Europa. É a consequência natural de um projeto complexo que venho examinando já há algum tempo – o casamento do enorme Cinturão Econômico da Rota da Seda liderado por Pequim, com a União Econômica Eurasiana liderada por Moscou. Putin descreveu a coisa como “um novo nível de parceria”.
      .
      Os verdadeiros Masters of the Universe nos EUA parecem também ter percebido as discussões muito íntimas entre o Ministro da Defesa da Rússia, Sergey Shoigu, e o Vice-Comandante do Conselho Militar Central da China, general Fan Changlong.
      .
      Rússia e China farão manobras navais no Mar Mediterrâneo e no Mar do Japão, e darão prioridade absoluta à posição comum dos dois países em relação aos mísseis de “defesa global” dos EUA. (…)

      • helveciofilho says:

        A GUERRA DO GÁS ALASTRA NA EUROPA
        .
        Falha golpe dos EUA na Macedónia
        .
        (*)fonte: [ voltairenet.org/article187585.html ]
        .
        .
        (…) A Macedónia acaba de colocar fora combate um grupo armado, impossibilitando-o de causar danos, do qual ela vigiava os comanditários, desde há pelo menos oito meses. Ela preveniu, assim, um novo golpe de Estado, planeado por Washington para 17 de maio. Tratava-se de expandir para a Macedónia o caos já instalado na Ucrânia, de modo a impedir a passagem de um gasoduto russo para a União Europeia. (…)

  2. Pingback: Governo da Índia aprova pacote de armas. | DFNS.net em Português

  3. ,..Fazendo o dever de casa c td cuidado, parabéns, e dizer q lá tem Datlit’s, intocáveis, qto a Pindorama…deixa pra lá …Trágico.Sds. 😉

shared on wplocker.com