Defesa & Geopolítica

Por R$ 30 milhões – KC X2 finalmente deslancha

Posted by

O KC-767 Júpiter da Colômbia (FAC), bem similar ao que será adquirido pela FAB após o aporte de R$ 30 milhões (Foto: FAC)

Roberto Valadares Caiafa

Membro da Comissão de Viação e Transporte da Câmara dos Deputados, o deputado federal Lázaro Botelho (PP) garantiu durante sessão deliberativa desta quarta-feira, 27 de novembro, aprovação de emenda ao Orçamento da União cujo teor garante à aquisição de aviões destinados a Força Aérea Brasileira (FAB).

Com o aporte de R$30.000.000,00 (trinta milhões de reais), a Aeronáutica assegura a operação de aeronave especializada em realizar reabastecimentos de caças em pleno ar e que pode auxiliar no transporte de tropas e de cargas, cuja licitação ficou conhecida como KC X2.

A aquisição é uma reivindicação antiga da Aeronáutica, principalmente depois que alguns dos modelos similares que restavam na Base do Galeão no Rio de Janeiro foram desativados. “Resolvemos ouvir o apelo da força aérea, que há muito tempo tem nos cobrado isso”.

“É urgente a necessidade de substituir os KC-137, obsoletos e que custavam caro para serem mantidos, por aeronaves novas, com capacidade para atender plenamente as missões em um país de dimensões continentais como o nosso”, justificou.

Vista em corte do KC-767 proposto para a USAF, similar ao modelo encomendado pela FAB (Imagem: Flight Global)

Conforme informações da Aeronáutica, a aquisição do KC X2 (duas unidades com previsão para mais duas) deve auxiliar na mobilidade das operações aéreas, permitir o transporte de tropas e de mantimentos a todas as partes do mundo, além de prover missões de ajuda humanitária, de evacuação aeromédica e de resgate de nacionais e internacionais em áreas de conflito, de desastres naturais ou de calamidade pública.

O modelo vencedor da concorrência, o Boeing 767 (similar ao Júpiter empregado pela Colômbia), deverá ser adquirido de 2ª mão entre os disponíveis na aviação comercial, e modificado para executar missões militares pela empresa israelense IAI, vencedora do contrato.

Fonte: Tecnologia & Defesa

 

15 Comments

shared on wplocker.com