Defesa & Geopolítica

DEPUTADOS CHILENOS CONVIDAM MORALES A VERIFICAR INVESTIMENTOS RELATIVOS A ACORDO

Posted by

Deputados governistas chilenos convidaram o presidente da Bolívia, Evo Morales, a verificar os investimentos efetuados pelo Chile para garantir o cumprimento do Tratado de 1904, que selou a paz entre os dois países após a Guerra do Pacífico.

O Tratado de Paz e Amizade, assinado pelos dois países, entre outras coisas, obriga o governo chileno a permitir o livre trânsito da Bolívia por seu território em direção aos portos do Pacífico.

A parlamentar Mónica Zalaquett, que faz parte da Comissão de Relações Exteriores da Câmara Baixa chilena, pediu a Morales que “venha e que durante dois dias, como nós fizemos, constate tudo o que está sendo feito”. O presidente boliviano disse recentemente que o convênio “é injusto e foi imposto por força”.

José Manuel Edwards, que também faz parte da comissão, afirmou que “aproximadamente US$ 400 milhões [cerca de R$ 742,16 milhões] estão sendo investidos pelo Chile [entre 2010 e 2012] para assegurar o livre trânsito e para responder à Bolívia sobre os tratados firmados”.

Eles viajaram a cidade de Arica, no limite entre o Peru e a Bolívia, na companhia do parlamentar Alberto Cardemil para verificar o que estimaram ser um cumprimento eficaz do convênio.

O ministro de Relações Exteriores do Chile, Alfredo Moreno, afirmou ontem, em resposta a Morales, que o Tratado de 1904 “foi aprovado por todos os elementos” envolvidos e plenamente cumprido desde então por ambas as partes.

Morales disse recentemente que pretende viajar para Haia em fevereiro a fim de “buscar pessoalmente algumas informações e procedimentos” sobre o processo que pretende mover contra o país vizinho.

A Bolívia perdeu sua saída para o mar para o Chile durante a Guerra do Pacífico (1879-1883), na qual territórios peruanos também passaram a ser controlados pelos chilenos.

Fonte: Ansalatina

20 Comments

shared on wplocker.com