Defesa & Geopolítica

Deu no CAVOK: Turquia vai reescrever códigos-fontes de softwares de 204 caças F-16

Posted by

A Turquia possivelmente poderá reescrever o código-fonte dos softwares dos sistemas de armas de 204 caças F-16. (Foto: Força Aérea da Turquia)

A administração dos EUA concordou a princípio, há quase dois meses, em transferir as informações sobre os códigos fontes dos softwares dos caças F-16 fabricados pela norte americana Lockheed Martin para a Turquia.

Uma vez que o acordo for concluído, e se aprovado pelo Congresso dos EUA, a Turquia terá a capacidade de automaticamente modificar os códigos fontes dos softwares de sistemas de armas dos caças com os códigos fontes dos softwares nacionais, disseram fontes do governo dos EUA que pediram para permanecer no anonimato. A Turquia vai se tornar a primeira nação entre as 26 que possuem caças F-16s em seus inventários que terão a capacidade de receber as informações sobre códigos-fontes dos caças F-16 – principalmente nos softwares dos sistemas de armas – permitindo assim que possam ser substituídos por códigos fontes de softwares nacionais sempre que necessário.

Uma vez que a Turquia e os EUA completarem as cerca de 50 páginas de detalhes técnicos sobre a natureza da transferência de tecnologia dos EUA, um acordo deve ser assinado, enquanto se aguarda a aprovação do Congresso EUA.

O Congresso dos EUA há muito tempo impediu as transferências de armas para a Turquia, membro da OTAN, principalmente em reação às suas relações tensas com Israel.

No entanto, o governo dos EUA recentemente solicitou ao Congresso dos EUA a venda de três helicópteros de ataque AH-1W Super Cobra à Turquia. Isto indica um abrandamento por parte do Congresso em relação à Turquia.

A Turquia fez um pedido de longa data para unidades de helicópteros Super Cobras, pois está com uma escassez destes helicópteros, exigidos na sua luta contínua contra os rebeldes terroristas Trabalhadores do Curdistão (PKK), que têm aumentado seus ataques violentos nos últimos tempos.

Entretanto, não está claro se o governo dos EUA vai solicitar ao Congresso dos EUA uma autorização para um outro pedido de longa data da Turquia, para a venda de quatro veículos aéreos não tripulados Predator (UAVs) e dois UAVs armados Reapers.

No entanto, algumas das armas, incluindo os Predators que os EUA supostamente se comprometeram a transferir para a Turquia, uma vez que as tropas forem retiradas do Iraque em dezembro deste ano, foi dito que as aeronaves não estão sujeitas à aprovação do Congresso dos EUA. Estas são armas que os EUA usaram durante a guerra no Iraque.

Ligação com Mísseis de Defesa

A Turquia possui um contrato com a Lockheed para modernizar na TAI 213 caças F-16. (Foto: TAI)

Fontes dos EUA afirmaram que Washington concordou em princípio para transferir as informações, principalmente sobre os sistemas de armas do F-16 para que a Turquia possa integrar por si só os códigos fonte de software nacionais, porque a Turquia tem seguido uma política muito persistente sobre o assunto.

No entanto, a aprovação da Turquia para implantar um sistema de radar dos EUA, apoiando o Sistema de Defesa de Mísseis da OTAN em seu solo ficou entendido como que desempenhado um papel importante no acordo na transferência do código fonte por parte de Washington, principalmente relativo aos sistemas de armas dos F-16s para a Turquia. A Turquia concordou no mês passado em sediar um poderoso sistema de radar fornecido pelos EUA para atuar como um vigilante avançado do escudo contra mísseis balísticos em camadas que possam vir de fora da Europa.

O radar de vigilância AN/TPY-2 instalado na Turquia irá aumentar a capacidade do escudo contra o Irã, o qual Washington alega que está tentando construir armas nucleares, acusação que Teerã nega.

“Ao concordar com a transferência da informação nos sistemas de armas dos F-16 para que a Turquia possa integrá-los automaticamente com os códigos fonte de softwares nacionais, os EUA procuraram aliviar as tensões com o seu aliado da OTAN, o que é importante na salvaguarda dos interesses dos EUA no Oriente Médio. Os EUA também coloca forte ênfase ao ver as relações turco-israelense normalizarem”, disse a fonte dos EUA.

50 sistemas de armas em cada F-16

Cada F-16 possui cerca de 50 sistemas de armas. A Força Aérea da Turquia será o primeiro país usuário do caça a poder reescrever o código fonte. (Foto: Força Aérea da Turquia)

A Lockheed Martin este ano começou a fornecer para Turquia 14 unidades de caças F-16C e 16 modelos bipostos F-16D, através de um acordo assinado em maio de 2007. O custo total dos adicionais 30 caças F-16 para a Turquia é de US$ 1,78 bilhões.

Sob um contrato separado assinado em abril de 2005 entre a Turquia e os EUA, 213 caças F-16 turcos serão modernizados a um custo de US$ 1,1 bilhões na Turkish Aerospace Industries (TAI) de Ancara. A Turquia será capaz de mudar os códigos de software dos sistemas de armas em um total de 204 caças F-16 com os códigos-fonte dos softwares nacionais, caso um acordo final seja alcançado com os EUA.

Existem 50 tipos diferentes de sistemas de armas em cada F-16 que são secretos.

Fonte: Today’s Zaman via Cavok – Tradução: Cavok

24 Comments

shared on wplocker.com