Defesa & Geopolítica

Inotech firma parceria inédita com a UFMG

Posted by

http://www.farmacia.ufmg.br/ppgca/selo_ufmg.gifParceria inédita

A empresa Inotech, sediada em São José dos Campos-SP, anunciou nesse mês de setembro, a assinatura de um acordo inédito com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), para fornecimento da injetora de propelentes para motor foguete.

Esta é a primeira vez no Brasil que a indústria privada e a universidade se juntam para executar a tarefa de desenvolver um equipamento para propulsão espacial. A incitativa, vem valorizar a indústria nacional, sobretudo, no estratégico e promissor mercado de lançamentos espaciais.

De acordo com a Inotech, a “Injetora Modular LG-I” será utilizada nas fases de testes no solo do motor foguete modelo RE-100, que está sendo desenvolvido naquela instituição.

A primeira entrega deste equipamento está prevista para outubro de 2011, nos informou o engenheiro René Nardi, diretor Técnico da Inotech. Segundo ele, para atender à demanda do setor espacial por profissionais altamente qualificados, a UFMG está dando atenção especial aos aspectos práticos do trabalho do engenheiro, ao incentivar os alunos a participarem de atividades ligadas às etapas de projeto e desenvolvimento de componentes destinados ao setor espacial.

“Com apoio da FAPEMIG, através do projeto PPM-00415-10, foi possível dar mais um passo na direção de transformar em realidade os trabalhos executados pelos alunos do curso de engenharia aeroespacial da UFMG”, afirmou Nardi.

A flexibilidade em adaptar a Injetora Modular LG-I às diversas etapas do processo de testes, incluindo a possibilidade de reconfiguração para diferentes vazões, ajudará à universidade na expansão de suas atividades no setor espacial. “Estamos honrados em ter a UFMG como usuário da injetora modular. A UFMG tem uma grande tradição na execução de projetos aeronáuticos e este acordo enfatiza a confiança e o reconhecimento em nossos produtos”, declarou René Nardi.

A injetora

A função da injetora é garantir que o combustível e o oxidante sejam lançados dentro da câmara de combustão do motor, na quantidade e na proporção correta, bem como sejam devidamente atomizados e misturados. O principal diferencial da injetora LG-I é a possibilidade de alterarmos rapidamente as suas características de funcionamento, reconfigurando os componentes internos para atender a demanda dos usuários. Esta abordagem reduz drasticamente os custos de aquisição, ao minimizar o tempo de projeto, reduzir os custos de fabricação e permitir que uma mesma injetora possa ser utilizada em várias funções. O modelo LG-I está destinado aos motores com empuxo na faixa compreendida 300 N e 1.000 N.

A Inotech pode construir injetoras para motores de vários tamanhos, bipropelentes, monopropelentes ou motores híbridos, para uma vasta gama de dimensões e aplicações. “Além disso, nossa injetora pode ser fornecida com um variado conjunto de componentes internos, permitindo a utilização em múltiplas funções. Uma das aplicações típicas da injetora LG-01 é o treinamento de estudantes e engenheiros nas etapas de calibração e caracterização de injetoras, feito em bancadas de teste especialmente desenvolvidas para esta finalidade”, afirmou o engenheiro.

Ele também acrescenta sobre a empresa, “As atividades principais da Inotech estão relacionadas ao projeto, desenvolvimento e testes de componentes e sistemas embarcados para os setores aeronáutico, espacial e defesa. Desenvolvemos componentes e sistemas para uso em motores foguetes a propelentes líquidos, unidades injetoras de propelentes, válvulas de controle de fluidos, tanques de armazenamento de propelentes, bombas de alimentação de propelentes, tubulações e conectores”.

As etapas de fabricação e montagem dos componentes são executadas pela UTEC, indústria metalúrgica que por mais de 20 anos tem norteado suas atividades para a fabricação e comercialização de peças, componentes e conjuntos para aplicação em indústrias de Espaço, Defesa e Aviação.

“Nosso parque tecnológico é composto por centros de usinagem, fresadoras, tornos convencionais, tornos CNC, tridimensionais CNC e toda a infraestrutura necessária para garantir a qualidade dos produtos”, afirmou Nardi.

Nota: Renato Giroli Obrigado pela correção

E.M.Pinto

F0nte: ViaFanzine

13 Comments

shared on wplocker.com