Defesa & Geopolítica

Amorim: Unasul deve planejar estratégia para proteger riquezas

Posted by

http://agenciabrasil.ebc.com.br/sites/_agenciabrasil/files/gallery_assist/3/gallery_assist638278/prev/1723fp592.jpg

O ministro da Defesa, Celso Amorim, comentou nesta segunda-feira a necessidade de a União de Nações Sul-americanas (Unasul) planejar uma estratégia de dissuasão para proteger suas riquezas de ameaças exteriores à região. Ele destacou também os passos dados pelos 12 países do bloco para promover estratégias de segurança e desenvolvimento estratégico autônomo, ao discursar em Buenos Aires sobre “a política de Defesa do Brasil e sua visão regional”.

Depois de abolir a guerra como método para resolver conflitos, os países sul-americanos devem centrar seus esforços no planejamento de uma estratégia de dissuasão frente a outras potências, segundo o ministro. “Poderíamos ser afetados inclusive por guerras entre países de fora da região em disputa por recursos naturais”, afirmou, ao destacar que Argentina e Brasil deram um exemplo ao resto da região por terem superado sua antiga rivalidade com medidas de confiança mútua que se mantêm há duas décadas.

Após enumerar as riquezas sul-americanas em biodiversidade, alimentos e água potável, no auditório da Escola Nacional de Defesa argentina, Amorim advertiu que é preciso evitar que a atitude pacífica dos países da região seja interpretada como desamparo por parte de potências estrangeiras. O ministro elogiou o papel do Conselho de Defesa e do Centro de Estudos Estratégicos da Unasul no desenvolvimento de uma estratégia “com identidade própria”, mas insistiu que não é possível nem prudente subestimar os riscos que a região enfrentará nas próximas décadas.

Amorim disse que o Brasil jamais tentaria impor uma estratégia de defesa na região e deu como exemplo a atitude “fortemente cooperativa” de seu país para a produção de equipes militares em conjunto com outros países sul-americanos. O ministro destacou os acordos vigentes com Argentina, Chile e Colômbia para que cada um produza peças para a fabricação de um avião de carga militar desenvolvido pela Embraer. “Estes acordos são exemplos da sinergia benéfica para todas as partes envolvidas”, afirmou.

Antes de seu discurso, Amorim se reuniu com o ministro da Defesa argentino, Arturo Puricelli, para analisar acordos bilaterais de cooperação na produção de equipes militares, entre outros assuntos. Na semana passada, Puricelli fez uma visita ao ministro brasileiro, na qual propôs a criação de uma agência espacial sul-americana como estratégia de desenvolvimento regional das tecnologias de satélites.

Fonte: Terra

20 Comments

shared on wplocker.com