Defesa & Geopolítica

Venda de jatos é confirmada

Posted by

http://3.bp.blogspot.com/-48CLKT96y38/TftGqFnvpQI/AAAAAAAAF78/2yBOpXaEi1k/s1600/Legacy_650.jpg

Embraer concretiza negócio na China

Nesta semana, a Minsheng Financial Leasing, empresa chinesa parceira da Embraer no aluguel de jatos executivos, deve comunicar à empresa brasileira a compra de 10 jatos, sendo oito Legacy 650.
A aquisição das aeronaves faz parte de um Memorando de Entendimentos assinado em julho deste ano entre as empresas, que previa a opção de compra de 20 jatos executivos.
Esta seria a maior venda da Embraer no segmento executivo para o mercado chinês, um dos que mais crescem no mundo. Para o economista da Unicamp especializado no setor de aviação, Marcos Barbieri, a encomenda da Minsheng representa um importante passo para a Embraer.
“A China é um mercado grande e de expansão extremamente acelerada. Com a crise econômica, os mercados emergentes ganham uma importância maior ainda, principalmente no segmento de jatos executivos”, explica Barbieri.
Ainda há um impasse quanto ao local da produção das aeronaves encomendadas.

Produção. Durante a Labace — evento do setor de aviação executiva realizado em São Paulo este ano — o vice-presidente de Operações de Aviação Executiva da Embraer, Marco Túlio Pellegrini, afirmou que a produção do Legacy na unidade chinesa da empresa, em Harbin, começaria assim que houvesse a primeira encomenda.
No entanto, faltaria a licença do governo chinês para que a produção começasse. Desta forma, os jatos da Minsheng seriam ser feitos no Brasil.
Os funcionários de Harbin seguem em fase de treinamento. A estrutura que estava pronta para o produção do jato comercial E-145, sofre alterações para abrigar o Legacy.

Fonte: O Vale

13 Comments

shared on wplocker.com