Defesa & Geopolítica

Snipers de Fort Sill adotam fuzil M110

Posted by

Fuzil Sniper semi-automático M110 Knight

A Equipe de Reação Especial de Fort Sill está apurando sua visão de terreno com os novos Sistemas Semiautomáticos para Franco-Atiradores M110. Eles receberam os novos armamentos recentemente e estão realmente empolgados.

Como se estivessem se adaptando a um novo par de óculos, o novo equipamento para franco-atiradores lhes permite enxergar a até 914 metros de distância, dando a cada atirador uma nova visão do inimigo. Sobre o motivo pelo qual o Exército está disponibilizando essa nova arma, Brett Little, membro da equipe de Treinamento de Novos Equipamentos do Comando de Tanques e Armamentos, disse que seria apenas uma questão de tempo.

“O Exército está incluindo muitos novos armamentos”, disse Little. “A arma que este está substituindo estava ficando velha. Os franco-atiradores ainda gostam dela, mas esta é semiautomática e eles não precisam ajustar o êmbolo a cada vez”.

Os soldados já estão usando a leve M110 em combate, com a qual podem se aproximar muito e mais rapidamente dos objetivos. Ficou claro para os líderes do Exército que seria necessário ter um novo rifle para melhor atender às necessidades da moderna zona de combate urbano, bem como do papel tradicional do franco-atirador.

O M110 é também o primeiro sistema de armas do Exército dos EUA que integra um supressor que se conecta e desconecta rapidamente, para reduzir a marca de disparo da arma.

Ainda que o entusiasmo com as novas armas fosse grande, o treinamento também foi levado muito a sério. Durante um período de três dias, a equipe aprendeu os prós e contras do sistema de armamentos, ensinados pela equipe TACOM NET.

Little disse que ele e sua equipe treinam com todos os equipamentos, tanto com o fabricante como dedicando-se a fundo aos manuais de instruções até que aprendam tudo sobre eles. Então eles divulgam as informações aos soldados no exterior ou com as equipes de manobras especiais como a SRT Fort Sill, no seu país. Mas há algo que os instrutores deixam para os franco-atiradores, e isto é a técnica.

“Franco-atiradores de diversos exércitos vêm recebendo esta nova arma desde 2008, e assim a maior parte das unidades já dispõem dela. Esta será uma de nossas últimas”, disse Little.

Fonte: Diálogo

8 Comments

shared on wplocker.com