Defesa & Geopolítica

Novas imagens do J 15 o caça naval chinês aumenta as especulações acerca do seu Porta Aviões

Posted by

http://www.china-defense-mashup.com/wp-content/uploads/2011/04/j-15-1.jpg

Texto: E.M.Pinto

Plano Brasil, com informações China Military Power.

Fotos divulgadas no último dia 25 de abril do novo caça embarcado chinês J-15  tem causado especulações e preocupação em muitos observadores militares, alguns até chegam a afirmar que a nação asiática pode estar muito mais avançada nas tecnologias navais do que se imaginava. De mesma maneira outros ainda adiantam que pode ser eminente a incorporação do seu primeiro porta aviões, muito antes do que se imaginava.

A produção de caças pesados embarcados irá aumentar vertiginosamente o poder naval chinês, aumentando a capacidade da frota de aviões de defesa aérea e das suas forças de ataque”

, disse Lan Yun, editor do periódico Modern Ships, em referência aos sucessivos avanços alcançadospela industria naval chinesa no que se refere aos equipamentos de defesa.

“Eles (J15) podem transportar muitos muitos ar-ar, mísseis ar-superfície e outros tipos de munições “, disse ao Lan Global Times. “Além disso o J 15 conta com o benefício de voar a longo raio de combate, permitindo patrulhas mais longas e missões sem a necessidade de apoio externo como acontece com os seus prováveis adversários.”

Os caças serão embarcados no antigo porta aviões soviético “Varyag” que passa neste momento por um processo de reconstrução completa em Dalian. O navio é praticamente outro, o gigante soviético recebeu novos radares 3D, equipamentos de guerra eletrônica, novas instalações, sistemas de propulsão, entre cerca de 300 mil novos ítens que foram substituídos.

http://www.china-defense-mashup.com/wp-content/uploads/2011/04/j-15-2.jpg

Sobre as fotos do J 15, estas foram tiradas na Fábrica n º 112 de Shenyang Aircraft Industry Corporation, uma empresa da indústria da aviação Corporation of China (AVIC), e foram enviados para o e cjdby.net fyjs.cn um forum de assuntos  militares .

Vídeos e fotos apresentando o caça sobrevoando Shenyang tem circulado na internet desde junho de 2010. Porém, desta vez, de acordo com fotos divulgadas, o caça foi visto pela primeira vez  com um esquema de pintura padrão naval.

http://www.china-defense-mashup.com/wp-content/uploads/2011/04/j-15-3.jpg

O J 15 apesar de ter semelhança e ser  baseado no caça russo SU 33, ele guarda muitas semelhanças com o seu primo russo, porém é uma aeronave completamente distinta, especialmente no que se refere aos sistemas embarcados.

Tal como o seu “primo”, o J 15 foi concebido para operar a partir  um porta-aviões, possui asas dobráveis ​​e trens de aterragem reforçados. Está equipado com “pilons” de lançamento de mísseis e de um moderno e revolucionário   Head Up Display (HUD) holográfico que permite grande angularidade de visão.

Segundo a russa Ria Novosti, o J 15 seria um caça inferior ao Su-33, porém especialistas chineses e mesmo os ocidentais discordam desta opinião.

“Os sensores, aviônicos e mísseis do Su-33 já estão obsoletos, já o J 15 voará com sistemas em estado-de-arte, agregam tecnologias 20 anos mais modernas”,

acrescentou Lan.

O primeiro protótipo J-15 provavelmente fez seu vôo inaugural em 31 de agosto de 2009, um mês antes do 60 º aniversário da fundação da República Popular da China, de acordo com a agência de  notícias russa Ria Novosti.

Especialistas ocidentais estimavam que a China só poderia alcançar a capacidade de desenvolver uma aeronave embarcada, ainda que baseada em outro modelo já existente por volta de 2020-2025, porém estas especulações podem estar complemente equivocadas.

Como se não bastasse o J 15, na altura em que estas fotos do caça eram publicadas, sites e blogs chineses e estrangeiros informavam que uma outra aeronave, menor e com capacidade de pouso e decolagem vertical, VSTOL (Vertical / Short Take-Off and Landing ) estava realizando testes de voo na Mongólia Interior. Segundo especulações dos sites, este novo “caça” também se destinaria a operar no Varyag e nos futoros porta aviões  que a China pretende produzir.

A AVIC nega que tal aeronave VSTOL exista e informou que estas afirmações tratam-se de pura especulação, já os observadores ocidentais e até mesmo russos afirmam que a China tem empreendido um grande esforço para estudos de aeronaves com estas características.

Seja qual for a veracidade desta informação, o certo é que não falta muito para que o Varyag retorne ao mar, nas cores da marinha do Exército Popular da China. Alguns analistas são enfáticos em dizer que o navio pode até mesmo iniciar ainda este ano as suas provas de mar, o que pode se dizer que estaria operacinal ( se tudo der certo) em 2 ou 3 anos, período bem anterior ao que se imaginava.

Quanto ao J 15, pouco se sabe sobre o estágio de desenvolvimento do programa, a aeronave já foi vista inúmeras vezes voando, porém, não há detalhes sobre a incorporação de  sua aviônica e sistemas de armas, as informações são escassas, o que por sua vez alimenta a polêmica gerando assim mais especulações…

10 Comments

shared on wplocker.com