Defesa & Geopolítica

Rússia iniciará a construção do seu primeiro LHD em 2021

Posted by

Tradução e adaptação-E.M.Pinto
 

“Existem planos para construir um navio de assalto anfíbio universal e entregá-la ao cliente no âmbito do programa de armamento 2018- 2027”

KUBINKA / Região de Moscou, 26 de junho / TASS /.

A Rússia planeja construir dois navios de assalto anfíbio universais capazes de transportar entre 15-20 helicópteros. Foi o que relatou a TASS em sua cobertura ao evento Army 2019. O projeto militar do LHD “Lavina” (avalanche) está amparado nos recursos do programa de rearmamento 2018-2027.

“Até o final do ano, o Ministério da Defesa concluirá o desenvolvimento das especificações técnicas para um navio de assalto anfíbio universal e os enviará à United Shipbuilding Corporation. O programa é amparado nos recursos até 2027 e inclui dois navios de assalto anfíbios universais. Um projeto preliminar foi elaborado. O trabalho de projeto técnico começará em 2020 e a construção do primeiro navio da série começará em 2021 “, disse a fonte, acrescentando que o construtor ainda não  havia sido determinado.

Existem planos para construir o principal navio de assalto anfíbio universal e entregá-lo ao cliente sob o programa estatal de rearmamento até 2027, até lá, o trabalho no primeiro navio produzido em série será concluído antes do início da década de 2030, disse a fonte.

“Embora as especificações técnicas ainda não tenham sido formuladas, já é possível falar agora que os navios de assalto anfíbios universais receberão uma grande doca para abrigar embarcações de assalto e também serão capazes de transportar um grande grupo de helicópteros de várias designações, incluindo 15-20 helicópteros de ataque “,disse a fonte.

LAVINA E PRIBOY

Os navios de assalto anfíbio universais como são chamados pelos militares russos, serão projetados para transportar um grupo de desembarque e grupamento aéreo bem heterogêneo composto por helicópteros pesados além de veículos e embarcações de grande porte.

As características do projeto “Lavina” são:

Comprimento /m: 218,0

Deslocamento / ton:  24.000 

Velocidade máxima / nós:  22,0

Alcance / Milhas: 5.000 à 18 nós

Tripulação: 320 oficiais e praças

Tropas: acima de 500 fuzileiros navais

Grupamento aéreo:

Cerca de 16 helicópteros Kamov Ka-27 (ou Ka-40 (minoga), Lampreia em desenvolvimento) ou Ka-52K

Cerca de 

50 veículos

Projeto  11770 de 6 navios de desembarque 

6 navios projeto 03160 – Raptor (Projeto 03160) barcos de patrulha de alta velocidade

NAVIOS DE ASSALTO UNIVERSAIS

Os navios de assalto anfíbio universal podem transportar  várias centenas de soldados de infantaria da marinha, barcos e outras embarcações infiltração de forças de assaltos e veículos blindados. O navio possuirá um poderoso sistema de controle de combate e poderá atuar como uma embarcação de comando e controle para um agrupamento de forças.
Acredita-se que a base seja o projeto Lavina, porém, modificações serão necessárias para ampliar a capacidade de acomodação de veículos e tropas por expedições de maior tempo de permanência em mar e por isso, apesar d anegativa de que o programa não se esplha nos mistral, ganha força a percepção de que o projeto não seja baseado no “Lavina” . 

A fonte esclarece que o navio terá capacidade superior ao Lavina podendo transportar até mais de 20 helicópteros de diferentes modelos. Apesar do “Lavina” ser o mais provável navio a ser base para o futuro LHD russo, as suspeitas direcionam para um outro projeto muito semelhante ao Mistral Francês, é o programa que respode pelo nome “Kachalote”. 

Isso porque a Nevsky PKB KGNTSestá projetando vários tipos de Navios de Assalto Anfíbio equipados com  Doca e deck para operações de Helicóptero (DVKD – Desantnyh Vertoletonosnyh Korablei-Dokov), esses projetos são chamados de “Priboy” dos quais dois navios já foram encomendados e iniciarão em breve o seu processo de construção e também conta como outros dois o “Lavina -Avalanche” e “Cachalote”.

O Projeto “Priboy” se baseia no navio de assalto Ivan Gren e possui um decke para operações simultâneas de até 4 helicópteros com capacidade de acomodação de até 6.

 CAHALOTE

Enquanto os dois primeiros projetos são razoavelmente bem amadurecidos,  o Cachalote é pouco conhecido.

O projeto Priboy apresenta um navio de desembarque de doca de cerca de 14.000 toneladas de deslocamento, já o Lavina apresenta um LHD com deslocamento de 24.000 toneladas e quipado com deck  e pista para operações de grupamentos de helicópteros em maior quantidade. Por sua vez o “Cachalote” possui um deslocamento superior, da ordem de 30.000 toneladas.

O projeto acumula a experiência na construção dos dois navios da classe “Mistral” que foram cedidos à indústria russa onde os  especialistas da Nevsky Design Bureau tomaram a iniciativa de criar várias versões do projeto do navio de assalto anfíbio para a Marinha russa.

O Diretor Geral Sergei Vlasov chegou a afirmar que o grupo tomou a iniciativa de desenvolver várias opções para embarcações de desembarque e está pronto para avançar para o projeto de qualquer um deles.

Representação artística da provavel configuação do navio projeto Cachalote”. muito semelhante ao Mistral.

O tempo de construção depende do deslocamento do navio  e a partir da sua criação o projeto, construção e entrega pode levar entre 5 a 6 e 7a8 anos, explicou o diretor do Nevsky Design Bureau.

Construção de navio de assalto anfíbio, superior ao “Mistral”, já havia sido definida para começar em 2020, de acordo com uma fonte do Ministério da Defesa.

“A primeira prioridade é a construção de novos grandes navios anfíbios (Lavina ou Cachalote), a construção de um navio de assalto anfíbio com uma plataforma de voo (Priboy), com os navios iniciando a construção em 2021 a ser concluída dentro de 3-4 anos. Durante este tempo, você deve ver uma nova geração de helicópteros (Ka-40 Lampreia) para aviação naval e embarcações de desembarque “

A construção do navio de assalto anfíbio completará a formação de uma nova imagem das forças expedicionárias da Marinha, baseada na composição de seus navios de doca  alternativos ao BDK-11711 ( “Ivan Gren”) e do Porta helicópteros. 

Fonte: TASS

One Comment

  1. Fabio says:

    Russia muitos projetos interessantes, infelizmente pouco $$$recursos para materializa os mesmos.

Leave a Reply to Fabio Cancel

Your email address will not be published.

shared on wplocker.com