Defesa & Geopolítica

Kirlov apresentará no Army 2019 os projetos alternativos para o futuro Porta Aviões da Marinha Russa

Posted by

Tradução e adaptação- E.M.Pinto

O Centro de pesquisa Krylov, da Rússia, exibirá no fórum técnico militar ARMY 2019 um dos três conceitos prováveis do novo   porta-aviões Russo que promete ser maior em capacidade que o Britânico HMS Queen Elizabeth o por suas características operacionais. esta informações foram dadas à TASS nesta terça-feira pelo chefe do instituto Valery Polovinkin.

“Este ano, demonstraremos um porta-aviões completo do nosso ponto de vista com um deslocamento superior a 60.000 toneladas e com um conjunto de aeronaves muito substancial e equilibrado, é um projeto totalmente novo e com novas soluções técnicas”, disse o diretor do Krylov.

“Um porta-aviões com uma unidade de propulsão convencional é a característica distintiva da versão oferecida à Marinha. Ele possui uma unidade de turbina a gás. Em certa medida, pode ser comparado ao porta-aviões britânico Queen Elizabeth. Eles são iguais por seu deslocamento, mas o projeto conceitual do Centro Krylov tem uma vantagem pelo número de aeronaves embarcadas, mais importante, pelo número posições  destinadas a decolagem “,disse Polovinkin.

Esta vantagem tem sido tradicionalmente alcançada através do trabalho concentrado do desenvolvedor na forma do casco e os esforços para aumentar a área do convés, disse ele.

“O último fator permitirá a acomodação de posições de decolagem paralelas e estamos tentando impulsionar a oferta, em primeiro lugar, dos suprimentos de combustível das aeronaves. Este porta aviões terá capacidade operacional completa porém com restrções”, sublinhou Polovinkin.

Alternativa para porta-aviões de propulsão nuclear

O projeto conceitual do porta-aviões oferecido pelo Krylov é uma alternativa aos planos atuais de projetar um porta-aviões movido a energia nuclear a partir de 2023, disse ele.

“Em qualquer caso, esta é uma proposta alternativa com propulsão convencional. Além disso, uma gama padronizada de turbinas a gás foi criada graças aos sucessos da Saturn [fabricante] e nossos produtores de turbinas a gás. Acreditamos que é possível esperar que geradores de turbina produzidos em série aparecerão em um futuro próximo e serão usados ​​para alimentar este navio [porta-aviões] “, disse Polovinkin.

“Tal porta-aviões será quatro a seis vezes mais barato que sua versão com motor nuclear”,afirmou o chefe científico do Centro Krylov.

A primeira versão do projeto conceitual de um grande porta-aviões com uma unidade de propulsão nuclear e a capacidade de transportar até 100 aeronaves e deslocar cerca de 100.000 toneladas foi demonstrada no fórum Army-2017. No ano passado, o projeto conceitual de um porta-aviões leve foi apresentado no mesmo fórum, disse ele.

O fórum militar e técnico do Exército de 2019 será realizado no Centro de Exposições e Congressos Patriot, nos arredores de Moscou, de 25 a 30 de junho. De acordo com estimativas preliminares, mais de 1.500 empresas e organizações participarão da forma e terão mais de 27.000 produtos e tecnologias.

Projeto Inovador

Os projetos podem ser vistos no estande do Centro de Pesquisa Krylov e atrai a atenção, especificamente o de um porta-aviões leve que devido a uma forma fundamentalmente nova do casco e do layout, foi possível obter características táticas e técnicas simplesmente surpreendentes. De acordo com Pavel Filippov, diretor-geral interino da empresa,

“nossos cientistas desenvolveram uma forma estrutural única, o chamado“ semi-catatamaran ”.

Ninguém jamais propôs projetos semelhantes no mundo. O layout original do casco possibilitou a construção de um enorme deck e a colocação de um porta-aviões em um deslocamento total de 44 mil toneladas para 46 aeronaves, incluindo caças pesados ​​e leves, vários helicópteros e aeronaves de patrulha radar de longo alcance.

Para efeito de comparação, o pesado porta-aviões “Almirante Kuznetsov” com um deslocamento de 60 mil toneladas do projeto prevê a colocação de 50 aeronaves e helicópteros, na realidade sempre foram muito menores.  Já com a nova forma do casco, também melhorou significativamente a navegabilidade e reduziu a resistência ao movimento em 20%. Este é um avanço verdadeiramente revolucionário, afinal, até mesmo uma ligeira redução de 5% na resistência à água é considerada uma boa conquista.

O alcance planejado para este projeto é de algo perto a 8.000 milhas, a autonomia é de 60 dias. O porta-aviões possui um completo sistema de defesa antiaérea, anti-torpedo e anti-submarino e a capacidade de lançar simultaneamente uma vez e meia mais aeronaves que o almirante Kuznetsov que por si só, já possui uma taxa de lançamento superior aos prota aviões nucleares americanos .

Fonte: TASS

24 Comments

shared on wplocker.com