Defesa & Geopolítica

Paquistão reforça as suas defesas e pretende adquirir sistemas Pantsir S-1 e Carros de Combate T-90MS

Posted by

Tradução e adaptação-E.M.Pinto

Segundo o Indian Defence, o governo do Paquistão decidiu comprar sistemas russos de defesa antiaérea Pantsir S-1, uma decisão que vem dos desdobramentos do recente ataque cirúrgico realizado pelos jatos da Força Aérea Indiana em campos de treinamento de terroristas em Balakot.

O Paquistão agora planeja enviar uma delegação a Moscou para finalizar o acordo e também firmar um acordo para treinar o pessoal da defesa no sistema Pantsir.

“O Paquistão está comprando os mais recentes e mais modernos sistemas de armas para combater a Índia. O Paquistão está procurando adquirir tanques, armas antiaéreas e sistemas de mísseis terra-ar da Rússia”, disse um funcionário do Ministério da Defesa da Índia ao Zee News.

O Paquistão já havia elaborado um plano para comprar também 360 carros de combate T-90 da Rússia para reforçar seu poder de combate ao longo da fronteira com a Índia, aparentemente na mesma versão MS que forma a espinha dorsal de alguns regimentos blindados indianos, o que torna Moscou “vencedora” do mesmo veículo para ambos os inimigos.

O Paquistão está tentando assinar uma corporação de defesa mais profunda com a Rússia, que tem sido aliada da Índia o tempo todo e compartilha uma relação de defesa que remonta à era soviética, segundo comentários da Indian Defense News.

Em outro esforço para renovar a sua força blindada, o Paquistão decidiu comprar quase 600 carros de combate chineses. Atualmente, mais de 70% dos carros de combate paquistaneses têm capacidade operacional noturna, o que é uma preocupação para a Índia.

No rescaldo da crescente pressão internacional sobre o Paquistão para esmagar os grupos islâmicos ativos em seu território, a China decidiu apoiar seu o aliado fornecendo sistemas de operação para “todos os climas e condições meteorológicas”.

A China venderá drones de longo alcance CH-4 e CH5, o primeiro é capaz de transportar até 400 kg de explosivos e permanecer no ar por 40 horas. Pode cobrir um alcance de até 5.000 km. Já o segundo pode  pode transportar até 1.000 kgs de carga militar e permanecer no ar por até 60 horas. Ambos podem voar além de 6000 m de altitude.

 

Fonte: Army Recognition

3 Comments

  1. depois a rússia perde a Índia não vai reclamar, a índia tem sido o maior comprado de armas russas. será que vale a pena a riscar perder o mercado indiano pó esse contrato com o paquistão?

    • A Índia tem “brincado” com a Rússia ultimamente, o próprio Pantsir ganhou do sistema Sul Coreano, mas foi desclassificado pelos indianos e compraram o ultimo..
      Os Mi-26 segundo uma auditoria de órgãos indianos teria ganho do Chinook, pois este reprovou em 8 itens enquanto o Mi em 5, mudaram as “regras” de compra 11 vezes para favorecer a Boeing….
      Então meu amigo dinheiro é dinheiro, não importa de onde venha….
      Os próprios Indianos precisam escolher ou ficam com os Russos ou se jogam no co dos EUA, mas eles tem que saber amanha eles poderão ser uma potência econômica e os EUA serão seus inimigos…

  2. Paulo Costa says:

    Acho que o Pasquistao so esta comprando da Russia como uma forma de tentar comprar uma neutralidade futura da mesma num conflito com a Índia.

    Na minha opiniao, o Paquistao tinha que estreitar muito mais a cooperação com china e comprar somente equipamentos chineses daqui pra frente

shared on wplocker.com