Defesa & Geopolítica

Estados Unidos abandonam o Conselho de Direitos Humanos da ONU

Posted by

Anúncio vem depois de o alto comissário da ONU ter desferido críticas contra o país em razão da crise migratória na fronteira com o México.

São Paulo – Os Estados Unidos oficializaram a saída do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), que acontece na metade de um mandato de três anos.

O anunciou foi feito na noite desta terça-feira (horário de Brasília) pela embaixadora dos EUA para a ONU, Nikki Haley. A saída, disse ela, vem “depois de nenhum outro país demonstrar coragem para se juntar a nossa briga para reformar esse órgão hipócrita”. Haley reforçou, ainda, “que esse passo não é um recuo dos nossos compromissos em direitos humanos”.

A saída do órgão, o principal de direitos humanos da ONU, acontece no dia seguinte de o alto comissário da entidade, Zeid Ra’ad Al Hussein, ter desferido duras críticas ao país e sua política de “tolerância zero” contra imigração na fronteira com o México. A ação, que se iniciou há cerca de seis semanas, já resultou na separação de ao menos 2 mil crianças de suas famílias.

Fonte: Exame

8 Comments

  1. muttley says:

    Não sei porque isso ai não me deixou surpreso, diga-se de passagem acho que Eles nunca integraram esse tal conselho. Acho que ficavam em uma posição desconfortável com o que ocorre em termos de direitos humanos na Arabia Saudita, para não citar outros aliados, e pelo menos agora não vão ter que deixar seus representantes em situações constrangedoras durante os votos na comissão.
    * em termos de diplomacia Trump vai entrando para a historia, e aparentemente vai conseguindo se isolar.
    ** Rússia e China cabem muito bem dentro desse barco, mas os EUA é quem mais aparece na mídia (inclusive nos cinemas) exigindo isso de uns e fechando olhos para outros.
    *** O México paga por acordos comerciais mal feitos, se integrar comercialmente com os EUA não é para Pais de terceiro mundo. Para entrar num acordo desses tem que ter sua estrutura socio-econômica muito bem resolvida, vide o exemplo do Canada.

    Sds

  2. salessandro300@gmail.com says:

    E que diferença faz,ser membro dessa porcaria de conselho de direitos humanos que não faz nada de útil???

  3. Samuca says:

    Para um país que tem o histórico de direitos humanos como os EUA tem em relação aos povos nativos americanos (pré-colombianos), em relação aos afro-americanos, esse país se ‘desligar’ de um órgão que carrega a expressão direitos humanos’, certamente vai ser efusivamente comemorada no seio destes povos que citei antes. Ou seja, é uma HIPOCRISIA a menos!

  4. Ferreira Junior says:

    Ninguém pode dizer nada com os EUA, se disser já sabem. Também foi assim com o Tribunal Penal Internacional, não quiseram assinar o tratado.

  5. JOJO says:

    E isso ai Samuca. Menos hipocrisia.

  6. Fennek says:

    Não fará falta alguma, afinal, nunca respeito os direitos humanos de ninguém mesmo….

    E o auto-isolamento não para.

  7. Retrovirus says:

    Os EUA serão o ÚNICO país realmente livre no mundo. Podem esperar. O restante estará nas mãos dos iluminados e vermelhos, seus agentes. https://www.youtube.com/watch?v=yUVbr0b0IqE

    • JOJO says:

      Serao? Se tivesse escrito foi o unico pais realmente livre no mundo, eu ainda que discordasse poderia te-lo entendido.Desde a independencia ate o s 10 primeiros anos do seculo XX, EUA foi realmente um pais bem independente, ainda que em varios momentos ele sofreu ataques dos Rothschilds e outros poderosos financistas kasarianos.O assassinato de Lincoln por exemplo. Mas a partir de 1913.os EUA se transformaram numa colonia sionistas. Ver Benjamin Freedman’s 1961 speech at the Willard Hotel (Complete) https://www.youtube.com/watch?v=HhFRGDyX48c
      Trump decepcionou aqueles do Grupo Americas First que lancaram sua candidatura numa platforma anti neoconservativa, isto e anti sionista. Eles estao dizendo que o Mossada deve ter informacoes sobre o passado de Trump,que quando jovem se associou com Roy Cohn, um promotor publico, advogado das 5 familias da Cosa Nostra de Nova York e vinculado com Meyer Lansky, na epoca oChefao dos Chefoes dos Mafiosos norte americanos e com isto consegue controla-lo atraves de chantagens.

shared on wplocker.com