Defesa & Geopolítica

Força Aérea de Israel pode se tornar o primeiro cliente estrangeiro do CH-53K King Stalion

Posted by

Foto cortesia de Lockheed Martin

Por SL Fuller

Tradução e adaptação- E.M.Pinto

O  CH-53K (king Stalion) da Sikorsky efetuou um voo de teste de orientação de 90 minutos de acordo com o US Naval Air Systems Command (Navair). O voo foi realizado na base naval de Patuxent River, Maryland. O General Nir Nin-Nun, comandante da divisão de apoio aos helicópteros da Força Aérea de Israel acompanhou  o voo de testes .

Mais cedo a Navair informou que no dia 7 de novembro, a aeronave realizou diversas manobras operacionais, desembarques e decolagens. Nin-Nun assumiu o comando da aeronave e obteve em primeira mão a sensação de voo fly-by-wire da aeronave. Ele também completou um voo de familiarização no simulador antes de sua viagem, informou o Navair.

O voo foi organizado com base em um pedido de governo para governo de Nin-Nun e possibilitado através de uma modificação de contrato entre Sikorsky e Navair.

“Esta é a primeira vez que elegemos um aliado internacional no programa  CH-53K”,

disse o Gerente de programas do  Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos, Hank Vanderborght, encarregado do escritório do programa de helicópteros pesados ​​H-53, PMA-261.

“Voos como este nos dão uma oportunidade de fortalecer os relacionamentos com nossos aliados, enquanto compartilhamos uma experiência de voo no helicóptero cargueiro pesado de nova geração da América”.

Em abril, vários senadores e representantes dos EUA apoiaram Israel para solicitar um acordo para o CH-53K. Embora o custo elevado da aeronave não tenha sido motivador para os membros do Congresso, a aquisição bem sucedida pode reduzir o preço.

A PMA-261 trabalha com parceiros internacionais através do programa de vendas militares estrangeiras para atender aos requisitos dos helicópteros de cargueiros pesados dos parceiros internacionais, informou a Navair.

Quanto mais helicópteros o governo vender para compradores internacionais, mais custos unitários são reduzidos para todos os usuários. A Navair informou ao Rortor and Wing  em março que o custo por unidade da aeronave era estimada em cerca de US $ 87 milhões na produção, sem incluir outros custos. O programa ficou sob escrutínio pelo alto preço.

Atualmente o programa conta com quatro protótipos em testes de voo e uma aeronave de testes terrestres. Juntos, eles registraram mais de 606 horas de voo, de acordo com a Navair.

O programa ainda está no caminho certo para alcançar a capacidade operacional inicial em 2019, que teria quatro aeronaves com equipes preparadas para o combate, capacitadas logisticamente para implantar a série de aeronaves. A Navair informou que o programa de registro do Departamento de Defesa dos EUA ainda exige 200 aeronaves do modelo.

 

Fonte: Rotorandwing

9 Comments

shared on wplocker.com