Defesa & Geopolítica

Lavrov rebate críticas feitas por Obama em discurso oficial

Posted by

Em discurso do Estado da União, nesta terça-feira (20), Obama declarou que os EUA defendem “o princípio de que nações maiores não podem intimidar as pequenas”, opondo-se ao que ele chamou de agressão russa e apoio à democracia na Ucrânia. A Rússia, segundo o líder americano, se isolou e sua economia está “em frangalhos”.

“Os americanos tomaram o rumo da confrontação e sequer avaliam criticamente os seus próprios passos”, declarou o ministro dos Negócios Estrangeiros russo Serguêi Lavrov, em entrevista coletiva.

“O discurso de ontem pelo presidente mostra que no centro da filosofia [dos EUA] está apenas uma coisa: ‘Nós somos o número um e todos têm que respeitar isso’. Isso mostraria então que os Estados Unidos querem igualmente dominar o mundo e não podem ser apenas o primeiro entre iguais.”

A fase atual nas relações da Rússia com o Ocidente irá passar, segundo Lavrov, acrescentando, contudo, que levará algum tempo. “Eu preferiria que todos os países adotassem a filosofia de cooperação, e não de imposição”, continuou o chanceler russo.

As relações entre a Rússia e os Estados Unidos chegaram ao seu nível mais baixo desde o fim da Guerra Fria, sobretudo por causa das diferenças entre Moscou e o Ocidente em torno da crise na Ucrânia.

Publicado originalmente pelo jornal The Moscow Times

Fonte: Gazeta Russa

12 Comments

shared on wplocker.com