Defesa & Geopolítica

Vladimir Putin pede que Barack Obama como Prêmio Nobel da Paz, pense nas vítimas de um possível ataque à Síria

Posted by

putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, pediu neste sábado ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para que, como Prêmio Nobel da Paz, pense nas vítimas de um possível ataque à Síria.

“Me dirigiria a Obama como Prêmio Nobel da Paz: antes de usar a força na Síria, é preciso pensar nas futuras vítimas”, disse o líder russo, citado por agências de notícias de seu país.

O líder do Kremlin afirmou a Obama, que ontem garantiu não ter decidido sobre uma intervenção militar na Síria, que pense “muito bem antes de tomar a decisão” e lembrou que outras ações militares iniciadas pelos Estados Unidos não trouxeram a paz aos países que sofreram intervenções.

“Por acaso foi resolvido um só problema em Afeganistão, Iraque e Líbia? Porque lá não há nem paz nem democracia, como supostamente pretendiam nossos parceiros, não há nem uma paz civil elementar nem equilíbrio”, advertiu Putin em um pronunciamento à imprensa na cidade de Vladivostok.

“Nos próprios Estados Unidos, (…) a maioria dos analistas consideram que a ação contra o Iraque foi um equívoco. E se levarmos em conta que houve erros no passado, por que agora achamos que isso será infalível”, questionou.

Putin também perguntou, em alusão à intenção dos EUA de intervir na Síria sem a chancela da ONU, se responde aos interesses americanos “destroçar mais uma vez o sistema de segurança internacional, as bases fundamentais do direito internacional”.

“Por acaso reforçará assim o prestígio internacional dos EUA? Duvido. Algo é preciso ser feito, é óbvio”, mas atacar o país “pode levar a consequências absolutamente opostas às esperadas”, disse.

Putin explicou que não fala com Obama há dias, e lembrou que os EUA tinham se comprometido na recente cúpula do G8 (Grupo dos Oito países mais desenvolvidos) na Irlanda do Norte a promover a convocação de uma conferência de paz para a Síria em Genebra e a convencer a a oposição síria a comparecer a essa reunião internacional.

EFE

 

Fonte: Terra

Putin diz que seria uma “grande bobagem” uso de armas químicas por Assad

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse no sábado que seria uma “grande bobagem” do governo sírio usar armas químicas, no momento em que ele está vencendo a guerra contra os rebeldes, e pressionou o presidente dos EUA, Barack Obama, a não atacar as forças sírias.

Os EUA disseram na sexta-feira que estavam planejando uma resposta militar limitada para punir o presidente da Síria, Bashar al Assad, pelo “brutal e flagrante” ataque químico que os EUA diz ter matado mais de 1.400 pessoas em Damasco, há dez dias.

Putin disse a jornalistas que se Obama tivesse provas de que o exército de Assad usou armas químicas e lançou o ataque, Washington deveria apresentá-las aos inspetores de armas da ONU e ao Conselho de Segurança.

“Tenho certeza de que isso (o ataque químico) não passa de uma provocação daqueles que querem arrastar outros países para o conflito sírio, e que querem ganhar o apoio das potências no cenário internacional, especialmente os EUA,” disse Putin.

O presidente russo disse que Obama, como ganhador do Prêmio Nobel da Paz, deveria lembrar-se do impacto que qualquer ataque dos EUA teria sobre os civis sírios.

As potências mundiais devem discutir a crise síria durante uma reunião dos líderes do Grupo dos 20 países desenvolvidos e em desenvolvimento em São Petersburgo, na semana que vem, ele acrescentou. “Essa (reunião do G20) é uma boa plataforma para discutir o problema. Por que não usá-la?” disse Putin.

(Por Denis Dyomkin)

REUTERS

Fonte: Terra

16 Comments

shared on wplocker.com