Defesa & Geopolítica

Novo pequeno foguete europeu Vega é lançado pela primeira vez

Posted by

O novo pequeno foguete europeu Vega foi lançado nesta segunda-feira, às 8h (horário de Brasília) do Centro Espacial de Kurú, na Guiana Francesa, em um voo inaugural que colocou em órbita nove satélites científicos ao término de apenas 81 min, informou um correspondente da AFP. Segundo a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), que transmitiu este lançamento inaugural em seu site, o voo VV01 ocorreu normalmente e cada uma das etapas de combustível sólido se separou sucessivamente, como o previsto.

“A trajetória é normal, e a pilotagem é tranquila”, repetiam os especialistas ao comprovar que a nave respeitava as previsões dos cientistas. Levando em conta o caráter arriscado da missão de “qualificação”, a comemoração do lançamento – traduzida em aplausos, abraços e polegares levantados – não chegou à sala até que a nave terminou de lançar sua carga útil. “Já não há nenhum satélite europeu que não possa ser posto em órbita por um serviço de lançamento europeu”, assinalou então o diretor-geral da ESA, Jean-Jacques Dordain.

“É um grande dia para a ESA, para seus Estados-membros, para a indústria Europeia, para Arianespace e, em particular, para a Itália – onde nasceu o Vega”, acrescentou.

Este lançador tem 30 m de altura, 137 t de peso e US$ 942 milhões de investimentos. De acordo com a Agência Efe, os cientistas, que insistiam em dizer que este voo inaugural tinha um caráter experimental, temiam que o Vega repetisse o desastre do dia 5 de junho de 1996, quando o Ariane 5 explodiu um minuto após abandonar a plataforma de lançamento.

Viabilizado pela Agência Espacial Italiana e com apoio da França, Bélgica, Espanha, Holanda, Suécia e Suíça, a principal missão do Vega era comprovar se o mesmo se mostrava seguro, confiável e eficaz. Com o sucesso de sua primeira missão, o lançador passará a ser uma opção viável para mais de 30 satélites que se ajustam a suas capacidades e que anualmente são postos em órbita com um preço de US$ 42 milhões por decolagem. O Vega completa assim a série de lançadores europeus, que também inclui o Ariane 5, para cargas pesadas, e aos russos Soyuz, usados para cargas intermédias. (Com informações das agências internacionais).

Fonte: Terra

5 Comments

shared on wplocker.com