Defesa & Geopolítica

Marinha da Índia vai adquirir mais 12 aeronaves de reconhecimento marítimo Boeing P-8I

Posted by
A primeira aeronave P-8I para Marinha da Índia quando realizava seu primeiro voo a partir da unidade da Boeing em Renton, Washington. (Foto: Boeing)

A Marinha indiana vai adquirir mais 12 aviões de reconhecimento marítimo de longo alcance (LRMR) Boeing P-8I para ampliar sua capacidade de vigilância aérea sobre as águas territoriais e da zona econômica exclusiva da Índia. Este pedido é adicional aos 12 aviões do mesmo tipo já encomendados.

O almirante chefe da Marinha indiana, Nirmal Verma, disse numa entrevista que a marinha estava satisfeita com o progresso dos oito primeiro P-8Is que estão sendo construídos pela Boeing através de um pedido feito em 2009 e que a segunda ordem de mais quatro aeronaves estava sendo preparada, e possivelmente será oficializada dentro do atual ano fiscal que termina em março de 2012.

Posteriormente, está planejado a aquisição de mais 12 aeronaves P-8Is para a vigilância marítima e proteção das águas indianas e interesses, elevando o total para 24, acrescentou Verma.

A costa indiana ultrapassa os 7.500 km, além de que existem vários territórios insulares e com interesses econômicos além das costas leste e oeste.

Até agora, a Marinha indiana vem utilizando antigas aeronaves de reconhecimento marítimo da era soviética. Mas, após o ataque terrorista em Mumbai no dia 26 de novembro de 2009, o governo aprovou as oito primeiras P-8Is dentro de um prazo de três meses após o atentado. Mais quatro foram aprovadas no início deste ano.

Na verdade, foi o primeiro ministro Manmohan Singh mesmo quem pediu ao Ministério da Defesa para garantir a modernização da Marinha após o ataque de 26/11, em que 10 terroristas paquistaneses facilmente conseguiram se infiltrar em Mumbai e mataram 166 pessoas e feriram mais de 300.

Pode-se notar que houve uma virtual paralisia do governo na modernização da defesa após o governo VP Singh instituir um inquérito em 1989 sobre o polêmico acordo de armas Bofors com a Suécia. A Guerra Kargil sobre ocupação paquistanesa no Himalaia, dentro da Índia, desencadeou a primeira rodada de modernização e o 26/11 a segunda.

Verma disse que a aeronave P-8I é a plataforma mais avançada de reconhecimento marítimo com uma capacidade de observar até mesmo pequenos barcos e destruir submarinos hostis. A Índia é o primeiro cliente de exportação dessa aeronave, e a vantagem é que a Índia vai se beneficiar dos sistemas de alta tecnologia que estão sendo desenvolvidos para a Marinha dos EUA, que encomendou 117 aeronaves.

A maioria das especificações das marinhas dos EUA e Índia são supostamente as mesmas, mas os detalhes estão, compreensivelmente, sendo mantidas em segredo.

Haverão alguns componentes indianos, porém, graças à offsets e transferência de requisitos tecnológicos. A Bharat Electronics Ltd da Índia já começou a fornecer o seu sistema Data Link II para facilitar a comunicação do P-8I dentro do espaço aéreo indiano, e com os ativos navais e terrestres.

A aeronave multimissão marítima para os EUA, designada P-8A Poseidon, tem uma capacidade de ampla área de vigilância e de lançar mísseis anti-navio Harpoon e mísseis de ataque ao solo, cargas de profundidade e torpedos contra submarinos e submarinos não tripulados. A aeronave também pode realizar missões de Inteligência Eletrônica (ELINT) com seu altamente sofisticado radar Raytheon APY-10 e sistemas de guerra eletrônica Northrop Grumman.

O primeiro P-8I indiano, que voou pela primeira vez no dia 28 de setembro, na presença de oficiais da Marinha indiana, deve ser entregue em janeiro de 2013. O primeiro P-8A da Marinha dos EUA voou em abril de 2009 e deve a ser entregue meados de 2012. Os militares da marinha indiana periodicamente visitam a fábrica da Boeing em Renton, no estado de Washington, para monitorar o progresso do projeto e a instalação dos sistemas especificados.

Verma disse que espera que todos os P-8Is possam ser entregues em cerca de 6-7 anos, mas não deu o calendário previsto.

Fonte: Indo-Asian News Service – Tradução e Adaptação do texto: Cavok

18 Comments

shared on wplocker.com