Defesa & Geopolítica

MMRCA: nova rodada e especulações

Posted by

Tradução Plano Brasil

A  batalha da Europa contra a França, após a eliminação de EUA e Rússia em rodadas anteriores, foram claramente desenhadas. Na sexta-feira passada a Índia abriu as propostas dos dois candidatos na briga pelo maior negócio de aviões de combate do mundo e então, ficou declarado que levará ainda  pelo menos 2-3 semanas a avaliação que determinará o eventual vencedor.

Com  todas as promessas de “total transparência”  os 126 caças de combate médios a serem adquiridos no âmbito do programa MMRCA, provavelmente será o maior negócio de defesa do ano de 2014. Seu valor global fixado pode exceder $ 20 bilhões de dólares, o Ministério da Defesa se recusou a dizer algo de concreto sobre estas cifras.

Fontes, no entanto, disseram que o “custo unitário dos caças” ou o “custo de aquisição direta” de cada Eurofighter Typhoon foi “maior” do que o francês Rafale, os quais sendo estimados em US $ 80 – Suporte de $ 110 milhões, muito mais caro do que os americano, russos e suecos anteriormente eliminados após avaliação técnica exaustiva pelos pilotos da IAF.

Mas o custo unitário do caça não será o único fator determinante da proposta. O Ministério da Defesa irá também ter em conta “o custo do ciclo de vida ” ou o custo de operação dos caças ao longo de um período de 40 anos, com 6.000 horas de vôo média.

Além disso, há os custos da transferência de tecnologia (ToT) desde os primeiros 18 aviões que serão fabricados no exterior, enquanto o resto 108 será fabricado na Índia, sob licença, pela Hindustan Aeronautics Ltd.

A IAF quer garantias da entrega dos primeiros 18 jatos no começo de 2015 e  com a HAL o iniciando a fabricação dos 108 restantes no início de 2017.

Fonte: indiatimes

12 Comments

shared on wplocker.com