Defesa & Geopolítica

Antonov-70 também está de volta

Posted by

Durante a MAKS 2009 realizada em Zhukovsky 18-23 de Agosto. nos arredores de Moscow, foi anunciada a retomada do programa Antonov-70.

O programa havia sido interrompido por razões não muito esclarecidas, as autoridades Russas o classificavam como “inseguro”, entretanto após inúmeras negociações Russos e Ucranianos resolveram retomar o programa, o que veio em boa hora para a construtora Ucraniana considerada a vitoriosa da feira internacional  uma vez que durante esta mesma edição da MAKS os dois países anunciaram também a reabertura da linha d eprodução do seu modelo super peso An-124.

O Antonov-70 era tido na década de 90 como grande candidato à substituição dos cargueiros Russos, chegou-se a aventar a proposta deste para países Europeus como França e Alemanha  em uma parceria com a Airbus,  como potencial substituto ao programa A-400M, entretanto de lá para cá o projeto sofreu muitos golpes, principalmente após a queda e destruição de seu protótipo durante voos de testes.

A retomada do programa é uma boa notícia para o fabricante Ucraniano que vê uma gama enorme de oportunidades tanto no setor civil como militar, focando o seu alvo no potencial preenchimento do espaço criado pelos constantes atrazos do projeto A-400M e futuras necessidades da Força Aérea Russa.

Durante a MAKS 2009 foi anunciado o contrato para produção de cinco aeronaves que darão prosseguimento aos ensaios de teste, sendo que as duas primeiras unidades já estarão prontas em 2010, dando início aos ensaios de teste em 2011 segundo informou o fabricante.

AN-70 turbojato para a China?

As informações ainda não são confirmadas pelas autoridades, entretanto,  durante a feira correu rumores de que o fabricante Ucraniano teria sido novamente procurado por setores do governo e indústria chinêsa, os quais estariam interessados em ingressar no programa AN-70.

Segundo nota, os chinêses estariam interessados em uma versão do An-70 movido à motores a reação, tal como noticiado anteriormente por diversos meios de comunicação como pode ser conferido no site Área Militar .

Esta aeronave seria a proposta chinesa para um cargueiro em substituição ao seu projeto original Avic II cargo aircraft apresentado na foto que segue.

AVIC II cargo aircraft

Curiosamente a proposta de um An-70 turbojato havia sido feita anteriormente a todos estes fatos pelo Plano Brasil, que em parceria com o DefesaBR em 2005,  propôs o programa denominado ATLAS no qual consideráva-se o desenvolvimento e adoção pela FAB de um cargueiro motorizado como tal, justificado como apresentamos no artigo.

Na altura a proposição foi muito criticada pelo público em geral que questionava a real necessidade de um programa como este.

C-170 Arte por E.M.Pinto

Entretanto, hoje quatro anos mais tarde, pode-se dizer que as aspirações do Plano Brasil e do Defesa BR foram respondidas e alcançadas,  uma vez que apartir de então,  a EMBRAER partiu para o desenvolvimento de um cargueiro próprio, movido à turbinas e que embora tenha especificações inferiores ao que sugerimos, será um avião nacional capacitado a responder as necessidades das Forças Armadas Brasileiras tal como almejavamos no projeto ATLAS guardads as proporções.

Colaborou  W. Zdeniek

Texto  e tradução

E.M.Pinto

Plano Brasil

Fonte: Plano Brasil


3 Comments

shared on wplocker.com