Defesa & Geopolítica

HAL ofereceu à Força Aérea Indiana mais 40 caças Su-30MKI

Posted by

Foto: Desenvolvimento do Su-30MKI indiana Air Force (SB200 indiana) para o portador do BrahMos um míssil supersônico ( em primeiro plano) na fábrica de Nasik na Hindustan Aeronautics Limited (HAL) de 2016.

Sugestão- Rustam

Tradução e adaptação- E.M.Pinto

De acordo com o jornal indiano “Business Standard” na matéria assinadao por  Ajai Shukla  é afirmado que a “HAL ofereceu mais de 40 Sukhois para Índia a um terço do custo do Rafale”, A construora local de aeronaves da companhia estatal Hindustan Aeronautics Limited (HAL) ofereceu a Força Aérea da Índia mais 40 caças multifuncionais Su-30MKI, além das 272 aeronaves atualmente contratadas. A HAL está montando o Su-30MKI sob a licença russa no complexo de aviação em Nasik.

O presidente HAL Suvarna Raju disse que sua associação está pronta para entregar estas 40 aeronaves adicionais a um preço de 4,25 bilhão de rúpias (62,7 milhões de dólares) por aeronaves (isto é, para um total de 170 bilhão de rúpias ), enquanto que, segundo ele, os caças  Dassault Rafale da Força Aérea Indiana, sairiam a um custo de R $ 11,25 bilhões (US $ 166 milhões) por aeronave, sem levar em conta o custo de aquisição de armamentos e suporte técnico. Os 40 Su-30MKI adicionais propostos serão modificados, em particular, para transportar o míssil supersônico BrahMos A.

Até o momento, a Força Aérea da Índia recebeu 249 caças Su-30MKI de 272 contratados. Atualmente encontram-se na HAL em Nasik as últimas 23 aeronaves Su-30MKI em várias etapas de construção. Seus kits de montagem são fornecidos a partir da planta da aviação Irkutsk da Irkut Corporation, JSC de acordo com a gestão HAL, a entrega de um lote de 40 caças adicionais Su-30MKI, permitiria equipar a IAF com mais três esquadrões. Este número ainda estaria cerca de oito esquadrões de caça abaixo do nível exigido. As Fontes do Ministério da Defesa da Índia disseram que o ministério avaliou como  positiva a proposta da HAL.

O artigo diz também que atualmente HAL e a empresa russa Sukhoi [Irkut Corporation?] Continuam as negociações sobre um programa de modernização da frota de caças indiana Su-30MKI. Entre as partes, há uma série de desentendimentos – em particular a HAL quer desempenhar um papel de liderança no programa de modernização do Su-30MKI, mas a Sukhoi exige 50% de participação. O presidente da HAL disse que “a Força Aérea da Índia já teve seus requisitos para a aparição do avião no programa de modernização, e agora a HAL está esperando por uma oferta comercial da Rússia”.

O custo de modernização de uma aeronave é estimado em 1 bilhão de rúpias (cerca de US $ 15 milhões). Supõe-se que o programa de modernização do Su-30MKI será dividido em duas etapas. No primeiro estágio, a Sukhoi modernizará várias aeronaves indianas Su-30MKI na Rússia e, em seguida, a HAL atualizará as aeronaves restantes de acordo com esses modelos. No segundo estágio, a HAL realizará uma modernização completamente independente, com a instalação de equipamentos de produção indiana.

11 Comments

  1. Clêuber de Figueirêdo Queiroz says:

    Faria muito sentido…Ou 40 s-35 dariam enorme vantagem tática aos indianos, tanto perante os paquistaneses, como com os Chineses…Mas as comprar militares Indianas são nem noção…

  2. BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

    Pelo jeito, para os indianos, O MAIS CARO SEMPRE É O MELHOR… 🙂

  3. A Índia tem 70 anos de independência. Só de SU 30 são 249 entregues de um total de 279. O Brasil tem 195 de independência. Somados todos os tipos de caças não passam de 55. KKKKK. Classe dirigente desgraçada. Seremos eterna colônia enquanto a sociedade pilantrópica prevalecer.

    • A Máquina Troll says:

      As classes dirigentes daqui não trabalham em prol de nossa nação mas sim em prol da nação dos outros em troca de malas de propina…Nosso pais é tomado por corruptos a serviço de estrangeiros…nosso desenvolvimento é sabotado por estes pilantras para abrir caminho para estrangeiros tomarem o controle de tudo e o monopólio sobre o mercado consumidor do pais que é o quarto maior do mundo…O problema deste pais não é falta de recursos ou de investimentos…são estes corruptos lesa-pátria daqui que recebem propina pra manter tudo parado ou mal funcionando…manter o pais atrasado, subdesenvolvido e subserviente…apenas como fornecedor de matérias primas e reserva de mercado para a potencia corsária estrangeira que os financiam…a troco de propina entregam para pilhagem todas nossas riquezas e patrimônios…as licenças de exploração são vendidas por mixaria…

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        “Gosto de vc do jeito que vc é…
        Metade sereia, metade jacaré…”… meu querido quadripolar… 🙂

        Um dia defende azelites… noutro as condena… depende só de qual dazelites estamos tratando, não é mesmo ???… 🙂

      • Cabeça ociosa , oficina de marx, seus amados enterraram esta carapuça até ao ombro , kkkk, vitimizando eternamente !

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        “Cabeça ociosa , oficina de marx…”… rsrsrsrsrsrsrssss… FINO HUMOR… rsrsrsrsrssssss…

    • Lá vem o discurso de vitimização, kkkk, deixe -me ver …..hum, para não ser considerados colônias por vc o Brasil deveria comprar armas russas e chinesas ,kkkkk , bestial !

  4. Já possuem su30 o suficiente , basta converter algumas unidades para operar o bhramos !

  5. Felipe Fernandez says:

    O tal máquina de troll fez um comentário certeiro dessa vez, independência é construir o próprio caça e não comprar de ninguém. É rasgar o TNP e explodir uma nuk na atmosfera como fizeram os indianos!

    • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

      Ao ler essa pérola da indigência “intelequitual”, “tomei um susto além da conta… e eu só não defequei porque, não tinha feze pronta…”… 🙂

shared on wplocker.com