Defesa & Geopolítica

Afeganistão anuncia envio de emissários para negociar com talibãs

Posted by

Afghan President Meets With Elders In Kunduz

O presidente afegão, Hamid Karzai, anunciou nesta terça-feira que enviará emissários ao Qatar para negociar com os rebeldes talibãs com o objetivo de acabar com quase 12 anos de guerra no país.

“Nosso Alto Conselho para a Paz irá ao Qatar para falar com os talibãs”, declarou em Cabul durante a cerimônia oficial de transferência de controle da segurança do país às forças afegãs.

Os talibãs pretendem abrir em breve em Doha, a capital do Qatar, um escritório para facilitar futuras negociações de paz.

Karzai tenta há vários anos iniciar negociações com os rebeldes, antes da saída de grande parte da força internacional da Otan (Isaf), que luta contra os talibãs desde 2001, do país em 2014.

O Alto Conselho para a Paz (HCP) foi criado por Karzai em 2010 para facilitar as relações com os rebeldes, que desde então ganharam terreno, mas os talibãs se negam a negociar porque consideram o governo afegão uma “marionete” dos Estados Unidos.

AFP

Fonte: Terra

Afeganistão anuncia última fase de transição do controle da segurança

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, anunciou nesta terça-feira o início da última fase do processo de transição do controle da segurança no país asiático, que vai conceder mais protagonismo ao exército afegão.

“A partir de amanhã, as forças de segurança afegãs terão a iniciativa na responsabilidade da segurança no Afeganistão”, afirmou Karzai em cerimônia realizada em Cabul.

Com o começo da última fase da transferência do controle da segurança, um processo que começou em 2011 e termina em 2014, as forças internacionais da Otan (Isaf) transferiram o comando de 95 distritos que ainda estavam sob seu domínio.

Estes distritos se encontram principalmente na região de Kandahar, província de nascimento dos talibãs, e Nangarhar, Jost e Paktika, considerados santuários dos insurgentes ao longo da fronteira com o Paquistão.

O exército afegão conta com 350 mil soldados treinados pelas forças internacionais, que, a partir de agora, vão desempenhar um papel de apoio, assessoria e formação.

As tropas da Isaf chegaram a 140 mil soldados em 2011 e desde então estão sendo reduzidas até o fim do processo de retirada das forças em 2014.

Após a retirada ocidental, ainda não se sabe qual será a quantidade de tropas estrangeiras, algo que deverá ser acordado entre o governo afegão e os aliados.

O conflito afegão se encontra em um de seus momentos mais sangrentos desde o seu começo em 2001.

Segundo a ONU, o número de crianças mortas ou feridas por causa do conflito no Afeganistão aumentou 30% nos primeiros cinco meses de 2013 em relação ao mesmo período do ano anterior, com um total de 524.

O número de civis vítimas de fatos violentos no país asiático aumentou 24%, comparado com o mesmo período de 2012, e chegou a 2.499. A ONU atribui 74% das vítimas às ações dos talibãs.

EFE

Fonte: Terra

3 Comments

shared on wplocker.com