Defesa & Geopolítica

DGA contrata 29 sistemas Cobra MK2 para uso no Afeganistão

Posted by

Por Victor M.S. Barreira

Ao abrigo de uma medida de aquisição de carácter urgente, a DGA (Direction Générale de l’Armement) contratou a empresa Francesa ECA Robotics para fornecer veículos terrestres de rodas remotamente operados multi-missões Cobra MK2. O contrato prevê a entrega de 29 sistemas durante 2012. Estes destinam-se a serem empregues por elementos sapadores de engenharia do Exército Francês na identificação de objectos suspeitos e inspecção de bermas de estradas em território Afegão, onde a França mantém um contingente.

O contrato de um valor de 2.2 Milhões de Euros compreende ainda a prestação de serviços de treino e ainda o apoio logístico durante um período de 4 anos. O sistema tem um peso de 5.6 kg sem a carga útil, uma autonomia de até 6 horas, um alcance máximo de controlo de 130 metros e uma velocidade máxima de 7,5 km/h. Este pode ser equipado com sistemas de observação, gravação de imagem, de inibição de transmissões, de manuseamento e inactivação de engenhos explosivos. A sua operação é efectuada remotamente a partir de um terminal táctil endurecido e de um “joystick”.

Na sua configuração típica, o Cobra MK2 está equipado com um sistema de navegação inercial, de posicionamento por satélite, câmaras, dispositivos de sinalização, um odómetro e um sensor acústico. Como opção, este pode ser equipado com lagartas.

O Cobra MK 2 pode ser conectado a combatentes equipados com o sistema FELIN (Fantassin à Équipement et Liaisons INtégrés) através do sistema táctico de informações SIT ComDé (Système d’Information Terminal du Combattant Débarqué). Foi operacionalmente testado nas demonstrações PHOENIX II organizadas pela DGA em Maio de 2011 no Campo Militar de Mourmelon e nas quais participaram o Exército Francês e as empresas Sagem SA, Thales, Cassidian, MBDA, Nexter Systems, Novadem, ECA Robotics e Aerophile SA.

No Afeganistão, as Forças Francesas operam diversos equipamentos em missões de detecção, identificação e neutralização de engenhos explosivos incluindo veículos altamente protegidos 4×4 Nexter Systems Aravis VBHP, veículos 4×4 Renault Trucks Defense VAB (Véhicule de l’Avant Blindé) modificados, veículos Force Protection Buffalo Cat III, o RSD SOUVIM 1 (Système d’ OUVerture d’Itinéraire Miné) e ainda o SOUVIM 2 da MBDA.

Fonte: Defensa.com

4 Comments

shared on wplocker.com