Defesa & Geopolítica

Chega a Rio Grande novo lote de carros de combate

Posted by

http://multimidia.correiodopovo.com.br/thumb.aspx?Caminho=multimidia/2010/09/07/107022.JPG&Tamanho=480&HW=1Sugestão Lauro Freitas

Vinte oito carros de combate Leopard, duas viaturas blindadas de Engenharia Escola de Motorista, além de dispositivos de simulação de engajamento tático, foram desembarcados ontem no Porto Novo, em Rio Grande. O terceiro lote de uma importação feita pelo Exército Brasileiro, por meio do Projeto Leopard, foi embarcado no navio República Argentina em Hamburgo, na Alemanha. A embarcação atracou no cais do Porto Novo ao meio-dia de domingo, mas o desembarque ocorreu na manhã de ontem. A operação foi acompanhada por integrantes de diversas organizações militares, todas pertencentes ao Comando Militar do Sul.

Veja os vídeos da chegada

Vídeo I

Video II

Os tanques de guerra, blindados e demais equipamentos serão levados em carretas do Exército para a Guarnição Militar Federal de Santa Maria, sede da 3 Divisão de Exército – Divisão Encouraçada. Conforme o tenente-coronel Walterney Paulino da Silva, do 6 Batalhão de Infantaria Blindado, sete carretas farão o transporte dos tanques, cada uma com capacidade para levar um carro de combate por vez, e outra carregará um contêiner com material de manutenção e outros itens.

O deslocamento dos primeiros tanques de guerra começará hoje, às 7h. Por questão de segurança, considerando o peso da carga – cada unidade tem em torno de 40 toneladas -, as carretas trafegarão com velocidade entre 30 e 40 quilômetros por hora. A viagem deve durar aproximadamente oito horas. Para levar todos os carros de combate até Santa Maria serão necessárias cinco viagens. A projeção é transportar todo o material em dez dias. Em Santa Maria, haverá o recebimento técnico e os testes. Depois, os tanques de guerra vão ser distribuídos a diversos quartéis do Rio Grande do Sul.

O Projeto Leopard é um contrato de compra e apoio estabelecido pelo governo brasileiro com o da Alemanha. A iniciativa, desenvolvida por intermédio do Ministério da Defesa, objetiva reaparelhar e modernizar as Unidades Blindadas do Exército brasileiro. Os atuais carros de combate são do modelo Leopard 1A1, considerados inferiores aos importados, do tipo Leopard 1A5. Os tanques de guerra foram adquiridos do Exército alemão e, antes de chegar ao Brasil, passaram por manutenção da empresa Rheinmetall Land System.

O Projeto Leopard é executado desde 2007 e prevê o desembarque de 11 lotes no país, até o final de 2011. A primeira e a segunda remessas chegaram ao porto rio-grandino, respectivamente, em dezembro de 2009 e em maio de 2010. Em junho deste ano, o Brasil recebeu os equipamentos para o Polígono de Tiro de Alvos Móveis, em construção na cidade de Rosário do Sul, no Campo de Instrução Barão de São Borja. Essa instalação se destina à preparação de guarnições de viaturas blindadas para situações de combate. No total, o projeto viabilizou a aquisição de 220 n carros de combate Leopard 1A5, além de várias outras unidades. Também estão incluídos diversos equipamentos de simulação, treinamento de recursos humanos e suporte logístico.

Tanques adquiridos na Alemanha serão transportados por sete carretas até Santa Maria, onde está sediada a 3 Divisão de Exército
Crédito: Deyver Dias / Especial / cp

Tanques adquiridos na Alemanha serão transportados por sete carretas até Santa Maria, onde está sediada a 3 Divisão de Exército
Crédito: Deyver Dias / Especial / cp

Fonte: Correio do Povo

27 Comments

shared on wplocker.com