Defesa & Geopolítica

Dica de Cinema: “Hamartia – Ventos do Destino”

Posted by

O longa Hamartia-Ventos do Destino estreio no dia, 05 de julho, no NET NOW (canal por assinatura).

O filme, produzido e gravado em Santa Maria-RS, trata da vida de um piloto de caça que busca reconstituir a vida após a inesperada morte da esposa. O personagem encontra no trabalho e na amizade um caminho para o seu reinício, porém uma misteriosa mulher surge em sua vida e lhe coloca um desafio que o faz repensar a própria existência.

Ator Emersom Peixoto

O filme é uma parceria inédita para a produção entre órgãos do governo que não têm tradição no ramo: a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e a Força Aérea Brasileira (FAB). O desejo do coordenador do projeto, o professor de jornalismo Rondon de Castro.

Através do seu projeto surgiu a parceria com a Força Aérea Brasileira, que permitiu o desenvolvimento de pesquisas para a elaboração do roteiro. O longa foi desenvolvido pela Khine Produções Ltda, produtora cultural da cidade de Santa Maria-RS. As novas parcerias institucionais foram indispensáveis para a realização do filme, como a Universidade Franciscana.

O ator Roberto Birindelli faz o papel de um Membro do PARA SAR

Mas, antes que alguém ache que se trata de um “Top Gun” brasileiro, Rondon explica por que não será. “Não temos a menor intenção de fazer um filme de aventura aérea. colocamos o cotidiano da FAB como pano de fundo para um filme intimista, de reconstrução humana.”

Na tragédia grega, “hamartia” é um erro de julgamento do herói que leva a uma catástrofe, mas o título também pode ser interpretado como “uma missão dada pelos deuses aos homens para serem felizes”, segundo Rondon.

O elenco do filme é composto por atores conhecidos no cinema e no teatro gaúcho e nacional. Emersom Peixoto (Ten. Martim), Cândice Lorenzoni, André Assmann e Leonardo Machado, Roberto Birindelli são os principais nomes do estado do RS.

Um dos maiores “atores” é o caça-bombardeiro Embraer AMX, conhecido como A-1 pertencente 3°/10° GAv (3º Esquadrão do 10º Grupo de Aviação)   Esquadrão Centauro , baseado em Santa Maria. “Adoro esse avião, tem um design muito bonito”, afirma o diretor.


As cenas aéreas foram filmadas tanto em Santa Maria como em outros pontos do país, durante exercícios da FAB – Um dos pontos altos do filme é o abate de um AMX após o reconhecimento a uma pista clandestina do narcotráfico na Amazônia.

Em 2004 iniciou-se as pré-produções tendo suas gravações ocorridas no periodo de 2007/2010, o longa teve previsão inicial de ser lançado em 2011, mas a falta de recursos para a finalização fez com que o lançamento fosse adiado sendo lançado apenas em 2018.

Ficha técnica: 
Produção: Khine Produções
Roteiro e Direção: Rondon de Castro
Elenco principal: Emersom Peixoto, André Assmann, Cândice Lorenzoni, Arlete Heringer,
Rodrigo Veronese, Leonardo Machado e Lúcia Romano.
Produção Executiva: Márcio Negrini
Direção de Fotografia: Jorge Henrique Boca
Direção de Arte e Figurino: Adriana Borba
Som Direto: Gabriela Bervian
Direção de Produção: Tamara Mancuso
Montagem: Maurício Canterle
Finalização: Fernando Codevilla

10 Comments

  1. Cláudio Moreno says:

    Excelente iniciativa! Felicitações a todos os envolvidos.

    CM

  2. Boa iniciativa.
    Concluo:
    Brazil, demorou 12 anos… logo se alista. É Brazil.

  3. Ainda descubro o porquê dos filmes nacionais parecem um “novelão”.
    Por melhor que seja a ideia, atores etc.
    Ainda assim fica muito amador, parecendo que foi filmado com uma câmera de mão e pessimamente dirigido.
    Lógico que há e houve exceções, tais como Tropa de elite, Cidade de Deus, Besouro, animação Uma história de amor e ódio etc.

    • Sr Foxtrot.
      “Ainda descubro o porquê dos filmes nacionais parecem um “novelão”.

      Meu palpite para isso é que nossa mídia foi e é vitima de um monopólio de uma emissora que viveu para nos entubar novelas e assemelhados de baixa qualidade e isso acabou inibindo e impossibilitando o desenvolvimento de produções de qualidade. A um tempo atrás quando fui “obrigado” a assistir parte de um programa dominical apresentado por um ex-gordo ouvi dele que a dita emissora era uma das mais competentes do mundo (Ele se orgulhava muito), que perola. O fato é que essa emissora definha (por ser um lixo) sem o monopólio e o mercado para produções vai se tornando mais justo e consequentemente terá maior competência e talvez em breve produções de maior qualidade serão uma regra e não exceção.
      * é muito interessante ver o que a dita emissora e seu conglomerado falam quando questionados sobre o governo de 1964 – 1985 e o apoio que deram e receberam.
      ** as produções de baixa qualidade acabaram se refletindo até em nossos atores (não todos, mas uma parcela bem grande). Tem gente atuando ai que nos EUA e Europa não fariam nem porno. Nos EUA onde o mercado é competitivo atores raramente emergem de shows tipo BB ou assemelhados, Eles passam por anos de escolas especializadas, salvo atores mirins.
      *** nem nosso futebol escapou dos malefícios desse monopólio.

      Sds

  4. Legal para quem e entusiasta em aviação de caça.

    Mas para publico geral…não e nossa fazer cinema, e cultural (obvio que com algumas exceções, Tropa de Elite, Alemão,Alto da Compadecida etc..até um relógio parado acerta uma vez no dia)mas brasileiro fazendo cinema e igual turco fazendo novela e australiano jogando futebol… tem um esforço mas não flui…
    …e aquelas comedias com ator meia boca da globo então?! Nossa que horrível…..

    Isto sem falar nos enredos horrorosos, e os nomes ridículos que dão que parecem manchete do Noticias Populares…”Meu tio matou um cara” “ea ai comeu?” “Filho banguela mata pai a dentadas”

    Isto quando não começam a romantizar ideologicamente vagabundo tipo l
    Lampião, Lamarca, Olga, Che´….

  5. E não e algo só do Brasil não, a frança fez um filme que para entusiastas de caça e magnifico pelas mais belas imagens dos Mirrages 2000, Cavaleiros do ceu…mas como enredo,trama …nossa e horrivel.
    Alias francês neste sentido de cinema e igual brasileiro, acerta em raras exceções, mas no geral e uma mer…

  6. A Máquina Troll says:

    “Capa Preta
    10 de agosto de 2018 at 20:04

    Legal para quem e entusiasta em aviação de caça.

    Mas para publico geral…não e nossa fazer cinema, e cultural (obvio que com algumas exceções, Tropa de Elite, Alemão,Alto da Compadecida etc..até um relógio parado acerta uma vez no dia)mas brasileiro fazendo cinema e igual turco fazendo novela e australiano jogando futebol… tem um esforço mas não flui…”

    A mensagem que se tenta doutrinar para nós é essa : Vcs são fracassados e insignificantes…vcs são ralé e jamais serão nada mais que “vendedores de garrafinhas de água e cantores de funk”…vcs nunca terão competência para fazer alguma coisa…vcs devem se conformar com isto…e serem apenas uma exportador de bananas e reserva de mercado para “quem tem”…

    • Quantos filmes nacionais o senhor viu no ultimo mês?
      Você assiste campeonato australiano de futebol?

      Não tem coisa mais boba que “aaaiiim, não pode criticar computador lixo da positivo porque e nacional”

  7. A Máquina Troll says:

    “Capa Preta
    10 de agosto de 2018 at 20:04

    Isto quando não começam a romantizar ideologicamente vagabundo tipo l
    Lampião, Lamarca, Olga, Che´ ”

    Pode-se se dizer o mesmo de figuras históricas atrozes e desprezíveis como Henry Ford, Irmãos Wright, Thomas Edison,Rockefeller, J.P. Morgan, Rothschild, John Jacob Astor, Cornelius Vanderbilt, Andrew Carnegie, General Custer, Bonnie and Clyde, Thomas Hart Benton, Buffalo Bill, George Crook, Jane Calamidade, Billy the Kid, Jesse James…nos eua estas imundícies são cultuadas e reverenciadas até os dias de hoje pela aquela sociedade doente….

    • Isso e verdade, a contra cultura pasteurizada “wolliudiana” adora romantizar bandido também.

      E nisto a gente ate leva vantagem em ser ruim de cinema, pior para eles que fazem isto bem.

shared on wplocker.com