Defesa & Geopolítica

Ministério da Defesa Indiano adquire 73 mil fuzis de assalto Sig Sauer 716-G2

Posted by

O Ministério da Defesa da Índia aprovou a proposta do Exército indiano para adquirir cerca de 73 mil fuzis de assalto Sig Sauer 716-G2. O valor estimado do contrato é de U 97 milhões de dólares, informou o jornal Times of India.

Segundo a ministra da Defesa, Nirmala Sitharaman, as armas estão sendo adquiridas sob o procedimento de aquisição rápida. “O contrato deve ser finalizado dentro de uma semana. A empresa norte-americana terá de entregar os rifles no prazo de um ano a partir da data de finalização do acordo’”, disse um alto funcionário envolvido na negociação do acordo.

Segundo informações do Exército indiano os fuzis Sig 716G2, substituirão seus obsoletos fuzis de assalto INSAS ( Indian Small Arms System ) 5,56 × 45 mm de projeto indiano.

Em outubro de 2017, o Exército iniciou o processo para adquirir cerca de 700.000 fuzis de assalto. O Exército precisa de cerca de 700.000 armas de assalto 7.62×51 mm para substituir seus rifles INSAS.

A aquisição dos fuzis Sig Sauer faz parte do RFI  (Request for Information ) lançado em 2017, para a aquisição de um novo Fuzil de Assalto calibre 7,62×51 mm. no qual o pedido indiano contempla a compra de mais de 65.000 mil fuzis de assalto adquiridos diretamente do fabricante.

Além disso em 2018, o Ministério da Defesa indiano  selecionou o fuzil de origem russa Kalashnikov AK-103 7.62×39mm.  O mesmo será fabricado na índia através de uma linha de produção sob a iniciativa “Make in India”  a um custo estimado de US $ 1,9 bilhão.  A produção do AK-103 deve cobrir as exigências do exército indiano para a aquisição de 768.496 fuzis automáticos para o exército. Outros 50 mil fuzis compõem as necessidades da Força Aérea e da Marinha Indiana.

 

Com informações do agências internacionais

Imagens meramente ilustrativas

Comments are closed.

shared on wplocker.com