Categories
Conflitos Defesa Terrorismo Traduções-Plano Brasil

Preparação para a batalha decisiva: Carros de combate e pontes chegam às cercanias de Idlib

Tradução e adaptação- E.M.Pinto

As tropas sírias, estão se preparando para uma ofeniiva em larga escala em Idlib e estão transferindo equipamentos de engenharia, em particular o equipamento blindado MTU-20, para a área . Um vídeo amador divulgado no canal WarDoc mostra a transferência de equipamentos pesados como IFV, pontes móveis e blindados sendo deslocados.

A última vez que os veículos ponte foram maciçamente utilizados foi na  operação em fevereiro deste ano, quando os grupos considerados terroristas pelo governo de Assad invadiram posições em East Guta, onde formações ilegais construíram toda uma rede de canais e valas cheias de água.

Foto: Alexei Moiseev
Foto: Na Síria, um misterioso “Carro  ponte”

O MTU-20 é um veículo ponte baseado no carro de combate médio T-55. O comprimento da ponte no estado desdobrado é de 20 m e a massa dos veículos de combate lançados  pode chegar a 50 toneladas. A massa da ponte é de 37 toneladas. A capacidade do motor é de 580 cv. A velocidade máxima ao longo da estrada é de 50 km / h e sua autonomia é de 500 km. e a sua Tripulação de 2 pintegrantes.

“Os militantes provavelmente serão infiltrados à leste de El-Gab e utilizarão artilharia de foguetes pesados. Nesse trajeto, o maior desafio é não se ecpor ao fogo dos mísseis guiados anti carro e portanto, a questão é rapidamente superar os obstáculos reduzindo as perdas entre as forças do governo. desta forma ol MTU-20 será muito útil” – acredita Yuri Ljamin especialista no conflito Sírio.

 

De acordo Ljamin, potencialmente lançados nas batalhas para a província de Idlib as pontes serão mais úteis no vale do rio Orontes , que é conhecida em mapas como o limite natural de El-Gab. Ele está localizado na junção das províncias de Hama, Idlib e Latakia e é permeado por uma rede de canais de irrigação. Isto pode criar dificuldades para a passagem do maquinário do exército sírio na ofensiva em direção a Jisr al-Shugur e além.

Fonte: RGRU