Defesa & Geopolítica

Rússia: Estaleiro do Norte iniciará a construção de Porta helicópteros em 2020

Posted by

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

De acordo com a fonte, o primeiro ePorta helicópteros da série deve ser fabricado em 2022 e tornando-se operacional em 2026.e

© Ruslan Shamukov / TASS

MOSCOU, 10 de janeiro / TASS /. O Ministério da Defesa da Rússia e a United Shipbuilding Corporation (USC) concordaram em iniciar a construção de porta helicópteros em 2020, a construção será conduzida nos Estaleios do Norte, informou à TASS  uma fonte do complexo militar-industrial.

“O Ministério da Defesa da Rússia e a USC concordaram que a empresa realizará trabalhos nos Porta Helicópteros e nos Destroyers “Líder”. O estaleiro já está realizando uma reconstrução abrangente de suas capacidades produtivas, incluindo a construção de uma oficina para a construção de navios desses classes “, disse a fonte.

“Espera-se que a fábrica construa doisPorta helicópteros e, em seguida, comece a construir os destroyers. O trabalho de P & D para os Porta helicópteros será iniciado em 2018, prevendo-se que a construção do navio principal comece em 2020 e, em 2024 respectivamente.

A primeira embarcação da série de Porta helicópteros deve ser fabricada em 2022 e tornar-se operacional em 2026 “, especificou a fonte.

Outra fonte disse à TASS mais cedo que os porta helicópteros seriam impulsionados  por uma turbina diesel e gás combinada (CODAG), na qual o motor a diesel é o principal e a turbina é necessária para aumentar a potência. Os navios serão equipados principalmente com helicópteros Ka-52K que serão entregues às forças armadas simultaneamente aos Navios. Os navios também servirão  aeronaves Ka-27, Ka-29 e Ka-31.

O vice-ministro da Defesa da Rússia, Yury Borisov, disse anteriormente aos repórteres que o primeiro Porta helicóptero russo será concluído em 2022.

Fonte: Tass

4 Comments

  1. Pingback: Rússia: Estaleiro do Norte iniciará a construção de Porta helicópteros em 2020 | DFNS.net em Português

  2. Ten.PM Henrique Dornelles says:

    Ou seja, a participação de técnicos russos na construção dos Mistral “russos” (agora do Egito) pelo menos serviu pra alguma coisa e tem gente que critica essas transferências ToT que a China mesmo mostrou ser possível e viável com os Soviéticos MiG e os Sukoy nacionalizados

  3. Sempre pensei nessa hipótese ! Porque somente os chineses compram aeronaves e navios dos russos?! Porque os russos não descem do salto e não compram made in China? São parceiros,nada de mal comprar um type 075 no futuro….

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shared on wplocker.com