Defesa & Geopolítica

Como “comportamento de manada” permite manipulação da opinião pública por fakes

Posted by

A estratégia que vem sendo usada por perfis falsos no Brasil e no mundo para influenciar a opinião pública nas redes sociais se aproveita de uma característica psicológica conhecida como “comportamento de manada”.

Usuários reais estão sujeitos à manipulação de perfis falsos nas redes sociais | Ilustração: Kako Abraham/BBC

Juliana Gragnani

O conceito faz referência ao comportamento de animais que se juntam para se proteger ou fugir de um predador. Aplicado aos seres humanos, refere-se à tendência das pessoas de seguirem um grande influenciador ou mesmo um determinado grupo, sem que a decisão passe, necessariamente, por uma reflexão individual.

“Se muitas pessoas compartilham uma ideia, outras tendem a segui-la. É semelhante à escolha de um restaurante quando você não tem informação. Você vê que um está vazio e que outro tem três casais. Escolhe qual? O que tem gente. Você escolhe porque acredita que, se outros já escolheram, deve ter algum fundamento nisso”, diz Fabrício Benevenuto, professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), sobre a atuação de usuários nas redes sociais.

Ele estuda desinformação nas redes e testou sua teoria com um experimento: controlou quais comentários apareciam em um vídeo do YouTube e monitorou a reação de diferentes pessoas.

Quanto mais elas eram expostas só a comentários negativos, mais tendiam a ter uma reação negativa em relação àquele vídeo, e vice-versa.

“Um vai com a opinião do outro”, conclui Benevenuto. Em seu experimento, os pesquisadores chegaram à conclusão de que a influência estava também ligada a níveis de escolaridade: quanto menor o nível, mais fácil era ser influenciado.

Exército de fakes

Evidências reunidas por uma investigação da BBC Brasil ao longo de três meses, que deram origem à série Democracia Ciborgue, da qual esta reportagem faz parte, sugerem que uma espécie de exército virtual de fakes foi usado por uma empresa com base no Rio de Janeiro para manipular a opinião pública, principalmente, no pleito de 2014. E há indícios de que os mais de 100 perfis detectados no Twitter e no Facebook sejam apenas a ponta do iceberg de uma problema muito mais amplo no Brasil.

A estratégia de influenciar usuários nas redes incluía ação conjunta para tentar “bombar” uma hashtag (símbolo que agrupa um assunto que está sendo falado nas redes sociais), retuítes de políticos, curtidas em suas postagens, comentários elogiosos, ataques coordenados a adversários e até mesmo falsos “debates” entre os fakes.

Alguns dos usuários identificados como fakes tinham mais de 2 mil amigos no Facebook. Os perfis publicavam constantemente mensagens a favor de políticos como Aécio Neves (PSDB) e o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), além de outros 11 políticos brasileiros.

Eles negam ter contratado qualquer serviço de divulgação nas redes sociais por meio de perfis falsos. A investigação da BBC Brasil não descobriu evidências de que os políticos soubessem do expediente supostamente usado.

Eduardo Trevisan, dono da Facemedia, empresa que seria especializada em criar e gerir perfis falsos, nega ter produzido fakes. “A gente nunca criou perfil falso. Não é esse nosso trabalho. Nós fazemos monitoramento e rastreamento de redes sociais”, disse à BBC Brasil.

Personas

As pessoas que afirmam ser ex-funcionárias da Facemedia entrevistadas pela BBC Brasil disseram que, ao começar na empresa, recebiam uma espécie de “pacote” com diferentes perfis falsos, que chamavam de “personas”. Esses perfis simulavam pessoas comuns em detalhes: profissão, história familiar, hobbies. As mensagens que elas publicavam refletiam as características criadas.

“As pessoas estão mais abertas a confiar numa opinião de um igual do que na opinião de uma marca, de um político”, disse um dos entrevistados.

“Ou vencíamos pelo volume, já que a nossa quantidade de posts era muito maior do que o público em geral conseguia contra-argumentar, ou conseguíamos estimular pessoas reais, militâncias, a comprarem nossa briga. Criávamos uma noção de maioria”, diz um ex-funcionário.

Para Yasodara Córdova, pesquisadora da Digital Kennedy School, da Universidade Harvard, nos EUA, e mentora do projeto Serenata de Amor, que busca identificar indícios de práticas de gestão fraudulentas envolvendo recursos públicos no Brasil, “a internet só replica a importância que se dá à opinião das pessoas ao redor na vida real”.

“Se três amigos seus falam que um carro de uma determinada marca não é bom, aquilo entra na sua cabeça como um conhecimento”, diz ela.

GETTY IMAGES – Especialista vê prática como fator que afeta a confiança da socieade na democracia

Confiança abalada

Para Lee Foster, da FireEye, empresa americana de segurança cibernética que identificou alguns perfis fakes criados por russos nas eleições americanas, essa tentativa de manipulação pode não fazer as pessoas mudarem seus votos. “Mas podem passar a ver o processo eleitoral todo como mais corrupto, diminuindo sua confiança na democracia”, afirma.

“As redes sociais estão permitindo cada vez mais coisas avançadas em termos de manipulação nas eleições”, diz Benevenuto, citando as propagandas direcionadas do Facebook. “Estamos entrando em um caminho capaz de aniquilar democracias.”

A solução proposta por pesquisadores para o problema dos perfis falsos e robôs em redes sociais vai da transparência das plataformas ao esforço político de “despolarizar” a sociedade.

Córdova diz que não se deve pensar em “derrubar todos os robôs” – que não são necessariamente maliciosos, são mecanismos que automatizam determinadas tarefas e podem ser usadas para o bem e para o mal nas redes sociais.

“É impossível proibi-los. A saída democrática é ter transparência para outros eleitores”, afirma. Se “robôs políticos” existem e estão voluntariamente cedendo seus perfis para reproduzir conteúdo de um político, eles devem estar marcados como tal, como, por exemplo, “pertencente ao ‘exército’ do candidato X”.

Transparência

Defensora do direito à privacidade e da liberdade de expressão, a pesquisadora Joana Varon, fundadora do projeto Coding Rights (“direitos de programação”), também defende a transparência como melhor via. “Anonimato e privacidade existem para proteger humanos. Bots (robôs de internet) feitos para campanha eleitoral precisam ser identificáveis e registrados, para não enganar o eleitor”, afirma.

Mas como aplicar essa lógica para os perfis falsos controlados por pessoas que prestariam serviço secretamente para políticos, como os identificados pela BBC Brasil?

Para Pablo Ortellado, professor do curso de Gestão de Políticas Públicas da Universidade de São Paulo (USP), deve haver maior transparência e regulação em plataformas como o Facebook, que deve começar a agir “como se fosse um Estado, já que virou a nova esfera pública”, onde acontecem discussões e interações. Ou seja, a plataforma deve começar a se autorregular, se não quiser ser regulada pelos Estados.

Uma de suas tarefas, diz ele, deve ser excluir esses perfis falsos da rede – algo que a própria empresa diz, sem dar detalhes, que pretende fazer no Brasil antes das eleições de 2018.

PA – Facebook diz que está aperfeiçoando seus sistemas para ‘detectar e remover’ conteúdos ligados a fakes

“Mas o grande desafio mesmo é desarmar a sociedade, que está muito polarizada e sendo estimulada nos dois campos. Sem essa polarização, cai a efetividade dos perfis falsos”, diz Ortellado.

Córdova defende que os usuários sejam educados sobre o que são robôs e que mais pessoas os estudem. “O remédio contra esses exércitos de robôs é um exército de pessoas que entendam a natureza dessas entidades na internet.”

Além disso, diz, a tendência é que as plataformas deixem as pessoas controlarem seus próprios feeds e que existam cada vez mais empresas de checagem de notícias, já que outra preocupação em 2018 são as “fake news” (notícias falsas). “Não tem solução mágica. É um ecossistema que está sendo criado.”

À BBC Brasil, o Twitter informou que “a falsa identidade é uma violação” de suas regras e que contas que representem “outra pessoa de maneira confusa ou enganosa poderão ser permanentemente suspensas”.

O Facebook diz que suas políticas não permitem perfis falsos e que está aperfeiçoando seus sistemas para “detectar e remover essas contas e todo o conteúdo relacionado a elas”. “Estamos eliminando contas falsas em todo o mundo e cooperando com autoridades eleitorais sobre temas relacionados à segurança online, e esperamos tomar medidas também no Brasil antes das eleições de 2018.”

Fonte: BBC Brasil.com

 

14 Comments

  1. Pingback: Como “comportamento de manada” permite manipulação da opinião pública por fakes | DFNS.net em Português

  2. A Máquina Troll says:

    Outro estratagema que esta sendo muito usado aqui é o de recrutamento dos chamados “Agentes de Influencia”…Agente de Influência é um agente que como indivíduo goza de certo poder ou prestigio e usa sua posição para influenciar a opinião pública ou influenciar o processo de decisão de situações para que sejam produzidos resultados que beneficiem os interesses do pais para o qual o agente trabalha….

    o termo agente de influência é muitas vezes usado para descrever os indivíduos ou organizações envolvidas em operações de influência…jornalistas, políticos, militares e semelhantes são alvos de recrutamento de agencias de espionagem para serem usados como agentes de influência….formadores de opinião cultural, nacionalistas, e líderes religiosos também são alvo de recrutamento para servir como agentes individuais de influência…O. de Carvalho…L. Narloch…W. Waack…são exemplos notórios deste estratagema empregado na sociedade deste pais hoje…

    indivíduos atuando como agentes de influência servem os interesses de uma potência estrangeira em uma de três maneiras…como um agente recrutado e controlado diretamente por uma potência estrangeira….como um “contato de confiança” que conscientemente colabora para promover os interesses estrangeiros apesar de não ser diretamente recrutado ou controlado por uma potência estrangeira podendo ser um indivíduo ou uma organização…ou como um idiota útil que é completamente inconsciente de como suas ações colaboram com os interesses de uma potência estrangeira….

    organizações podem atuar como agentes de influência….quando indivíduos se juntar a tais organizações(mbl, vem pra rua, revoltados online…) mesmo que de boa fé estão na verdade servindo aos interesses de uma elite estrangeira e sua afiliação torna-se infiltração e cumulativamente a organização serve como um agente de influência….

    notem como tentam sempre denegrir ou desmerecer os feitos, a historia ou o legado deste pais…como sempre militam contra o patriotismo e o progressismo…como sempre atacam ou reprimem qualquer um que manifeste ideias/posturas nacionalistas…o objetivo é semear nas mentes e nos corações de nosso povo sentimentos de antipatriotismo e antinacionalismo….

    trata-se de estratagemas empregados para erradicar todo e qualquer espírito de patriotismo ou nacionalismo da sociedade Brasileira…o intento é disseminar a subversão, a degradação e a desestabilização em nossa sociedade…para nos tornar uma nação instável, fraca e dividida…

    usam sempre de discursos para inferiorizar ou desmerecer este pais ou nossas conquistas…inferiorizar ou desmerecer toda e qualquer coisa relacionada a nossa nação, identidade ou cultura…enquanto que sempre enaltecem determinado país estrangeiro e sua cultura…sempre militando como um “modelo a ser seguido/apoiado cega e incondicionalmente”…Mas em países como os EUA, o Nacionalismo e o Patriotismo são importantes e enaltecidos…em todos os países grandes estes sentimentos são ensinados e fomentados na sociedade pois para uma nação ser grande antes de mais nada o povo dela deve se respeitar e se valorizar…valorizar sua nação e identidade…

  3. É simples, basta obrigar os sites a identificar as pessoas que se registram. Tudo tem que ter controle, até mesmo a internet. Senão vira bagunça.

  4. A BBC deve saber do que fala. A essencia da sua atividade e lavar o cerebro dos seus ouvintes e telespectadores espalhando desinformacoes. Ela convenceu a populacao britanica que Sadan Hussein tinha misseis capaz de atingir Londres em 45 minutos e portanto Gran Bretanha deveria de participar da Guerra que os EUA estava planejando contra o Iraque. O que a Globo, Bandeirante, Veja fazem se nao for espalhar desinformacoes. lavar o cerebro da massa de brasileiros que se baseiam neles para buscar noticiiiais. O que a BBC esta fazendo e espalhar desinformacoes com objetivo de criar entre as massas,( desculpe mas esse e o termo), um consenso que permite os governos dos paises imperialista controlar, censurar a Internet. Querem manter o monopolio em divulgar informacoes, que eles deturpam a fim d manter as massas submissas, sob controle. As massas podem nao estar reagindo frente, as atrocidades que os imperialistas cometem mundo afora, nem quando esses atos vao contra seus proprios interesses, mas um grupo cada vez maior dentro da populacao, ja nao acreditam nas mentiras que as autoridades usam para defender suas politicas a servico dos banqueiros e outros oligarcas, precisamente por causa ds Internet. Isto preocupam as Autoridades, ca59 e um exemplo daqueles cujo cerebro ja foi lavado pela midia a servico do Imperialismo e se encontra mentalment incapaz de pesquisar as fontes das noticias que le e ouve e portanto quer as redes de desinformacoes autorizadas faca isso para ele. Bagunca e o que a BBC, Globo, Veja fazem, espalhando desinformacoes.

    • Profeta_Lunatico says:

      Caro Jojo o sr acertou na mosca ao se referir da BBC no caso Iraque.. mais tem muito mais.as Libia..as Ukranias..as Sirias com tais capacetes brancos e terroristas moderados.. outro grande exemplo é o papão Putin que quer ocupar a Europa. Pior que manipular é ser suficientemente “manada” boi para ser manipulado sem questionar. Aqui no PB manadas de fakes a seguir uma cartilha não falta..com a finalidade de destabilizar desacreditar ..seus unicos argumentos é chamar de cumunista entreguistas desordeiros por outros não fazerem parte da manada.. chegam ao ponto de fazerem um comentario e responder o seus proprios comentarios com outros nomes assim são os patetas de plantão

      • Profeta concordo plenamente contigo que tem muito mais algo podre sobre a BBC, Globo, NBC, como servico de desinformacao e de lavagem cerebral do que escrevi. Existe um livro que foi dos mais vendidos na Alemanha no ano passado e que foi traduzido para o ingles onde o escritor, um ex editor de um jornal tipo Estadao confessa que le se vendeu para CIA para publicar noticiais de acordo com os interesses dela. Ele entao diz, que no mundo ocidental todos os jornalistas de grande reputacao sao comprados pela CIA. Quando um reporter lhe perguntou durante uma entrevista de lancamento do livro se ele nao estaria colocando sua vida em risco escrevendo aquele livro ele disse que ja era velho por issonao se preocupava. Coincidencia ou nao, semanas apos a entrevista ele sofreu um ataque cardiaco. Como e sabido que ataque cardiaco pode ser provocado com pistola que emite microondas sm deixar tracos, a causa mortis desse jornalista e suspeita.

  5. Há que ressaltar que apesar de haver manipulação, é possível conferir muito do que se alastra e é preciso ter bom senso. Pior talvez era o monopólio da mídia, que por muito tempo teve a exclusividade da divulgação, vendendo opinião e não informação. Manipulando pleitos, governos e distorcendo até mesmo a cultura.

  6. maluquinho vc esta inspirado, teu discurso fala a verdade.

  7. Cesar A. Ferreira says:

    Onde está o nosso fake de estimação?
    S-88, vulgo Tireless, Warpath, Zé Ninguém, Lucas…
    Sumiu?

  8. Sumiu ou sumiram. Como vc conhece as regras gramaticais sou levado a pensar que vc deve saber que esses nomes referem-se a uma unica pessoa, que deve ser um jornalista da Direita. Coincidencia ou nao esses nomes se retiraram ou retirou nas ultimas duas semanas. Eu tenho minhas suspeitas quem e o jornalista que usa ou usava esses pseudonimos, mas nao quero dar nome ao boi..

  9. jose luiz esposito says:

    Mas isto eu já sei a muito tempo , quantas vezes já comentei a Ação de ONGs diversas , mas as Estrangeiras em Especial , no Facebook existe mas de forma de Grupos de Pessoas que se passam por muitas outras , mas as ONGs estão na Ponta de Lança contra os Interesses Nacionais , fazendo a Cabeça da Opinião Pública contra o próprio Povo e aos Interesses Nacionais , a última foi o Ataque a Reserva REMCA no Para , esta Reserva foi criada pelo Presidente Figueiredo para exploração Mineral , mas as ONGs com Atuação da outra Desgraça a REDE GLOBO , inventaram mentiras de Desmatamento e de Prejudicarem a Índios , então os Incautos , os Otários , e os de Má Fé , entraram em Campo !
    Ano que vem entenderão bem o que Digo , enquanto o Povo brasileiro não estudar caso a caso os problemas que lhes apresentam. sempre entrarão no Tal Efeito Manada , Um exemplo a Repetição de Slogans , como se esta Calor , é o Aquecimento Global , se esfria , são Mudanças Climáticas , etc, um dos repetidos hora a hora e a Defesa do Planeta , sem ela o mundo acaba , reparem no que digo , agora até Cosméticos devem ser Orgânicos , pois assim fazem bem ao PLANETA , prestem Atenção , a Verdade é a Manipulação !!

  10. jose luiz esposito says:

    Correção : os problemas que o são colocados , sempre entrará no Efeito Manada

  11. jose luiz esposito says:

    1 maluquinho .Veja não tiro a razão de teu comentário , mas que os militares fizeram ou fazem para mudar a situação do que é Imposto contra os Interesses Nacionais ? Apenas se calam e dizem que não devem meter-se na Política Nacional , eu também penso assim , mas quando os Interesses Nacionais são colocados de lado ; um exemplo nas Reservas em Fronteiras , poderiam ter Levantado o Povo contra a Raposa Terra do Sol , quando a instituíram na Fronteira de Forma Continua , e ainda expulsaram os Brancos e Arrozeiros de lá , Porque ? Depois prometeram bases do Exercito dentro dela , onde elas estão ? Nunca gritaram contra não se ter um Orçamento Impositivo , investimentos continuados em novos materiais e escolhem projetos errados e ou inferiores , com a Conversa de Nossa Realidade , a Realidade de Defesa é o Inimigo , e o nosso Inimigo provável não esta na América Latina , como querem nos fazer Crer e alguns aqui pensam , esta ao Norte apoiado por seus Capachos europeus , que já atuam aqui desestabilizando a Nação atuando diretamente na Opinião Pública através de suas Inúmeras ONGs , mas onde estão os Militares apontando estes Problemas , nossos Inimigos até agora trabalham sozinhos , com alguns os Combatendo!! Militares fazem crer ao brasileiro que poderemos ter um atrito com nossos vizinhos , por isso são necessários , mas nos estão iludindo e apenas brincando de Defesa!

  12. eu não sei quem é pior para o brasil a maçonario ou a rede globo.pois tudo que é bom para o brasil a maçonaria e a globo é contra, o golpe de 1889 1964 e 2016 todos orquestrado por ambas:em 1889 a globo não existia mas a família marinho já estava nos bastidores pois tenha muita influência na época.o getúlio vargas também derrubado do poder por eles

shared on wplocker.com